Links


MÚSICA


LOMA – “LOMA”

RICARDO ESCARDUÇA

2018-06-24



 

 

 

Não se adivinharia o que a digressão de 2016 da banda veterana de indie-rock Shearwater viria a gerar. Em 16 de Fevereiro passado, o projecto colaborativo Loma apresentou o seu primeiro álbum, homónimo do projecto. O trio é composto por Jonathan Meiburg, compositor e vocalista da banda, que se encantou com a música da vocalista Emily Cross e do multi-instrumentalista Dan Duszynski, o duo Cross Record que abria o palco e aquecia o ambiente. O ano de 2017 foi o período de incubação num laboratório experimental em direcção a nenhum pressuposto artístico que, ao mesmo tempo, desvendava progressivamente o valor da combinação dos seus compostos.

 

 

Em “Loma”, a mistura das pegadas digitais das duas fontes referenciais é tão evidente quão surpreendente. Os arranjos musicais indie de Meiburg, tendencialmente dinâmicos oscilando entre o macio e melancólico e o expressivo e vigoroso, emparelham com o post-rock espectral e sinistro da voz fluida e etérea de Cross e o minimalismo melódico e ambiental de Duszynski. Loma não se limita a amplificar os méritos das suas partes – e fá-lo. Num contexto – artístico e não só – que impõe algo a que se vai chamando instinto como condição necessária e obrigatória à criação, cultivando a obsessão que acaba por armadilhar o valor da esfera da criatividade, vai mais longe e esquiva-se com mestria aos riscos possíveis, em tantas ocasiões inevitados, da banalidade.

 

 

Se o carácter da música, aquilo que ela é e como ela é, encontra as suas propriedades na desconstrução analítica do que, no seu conjunto, resulta na melodia, no valor de verdade inerente ao que é transmitido ou implícito ao que é induzido, no estímulo de sensações e emoções que a sua experiência sensorial despoleta, “Loma” revela-se distinto na sua individualidade por oferecer o estimulante mistério do transitório, do liminar, do ambivalente. De facto, “Loma” viaja e faz viajar por entre os antagonismos que opõem contemplação, suspensão, flutuação e tensão, angústia e ansiedade. Nesta multidisciplinaridade que atravessa os domínos entre o tóxico e o puro, “Loma”, e Loma, revelam-se habilmente coerentes e distintos.

 

 

E se a indecifrabilidade destes contrastes dos arranjos musicais são oferecidos pelo percurso das dez faixas do álbum – veja-se a quietude introspectiva, mitigante e amortecida de “Who Is Speaking” e o cinematismo enérgico, perturbador e instável de “Relay Runner” –, este mesmo carácter Janusiano, que assinala as transformações de um algo em origem de outro algo, das transições onde se encontram o passado e o futuro, é não menos encontrado em outras faixas que, individualmente, aglomeram em si mesmas as duas faces de Loma – veja-se “White Glass”, “Dark Oscillations” ou a instrumental “Jornada”. Como adenda que agrega caracterização a esta peculiaridade, repare-se que o trio alberga dois vocalistas que têm por hábito cantar as letras que criam – Meiburg e Cross –; mas, agora, Meiburg escreve e não canta, Cross não escreve e canta.

 

 

E, ainda, se algum carácter que não artístico pode ser inferido de “Loma, carácter esse que, pelo menos nos seus signos artísticos, ele aparenta não almejar mas aqui sugere-se sugerido, é precisamente este de marco de transformação – de porta Janusiana – de quem se encontra num ponto focal para onde converge o que foi e de onde diverge o que será e que, nessa turbulência, tal como de uma janela um servo cativo capta e aprecia a imensidão da paisagem sem querer apoderar-se dela – de uma janela Kantiana –, perscruta o intrínseco e extrínseco a si mesmo e perspectiva o que foi, é e será em consciência de si e do seu redor.

Entre continuidades e rupturas tonais e rítmicas, texturas melódicas espessas e minimalistas, e as temáticas líricas – de que se refere, como exemplo entre tantos e logo a abrir o álbum, os versos “What does the night / Have to do with the day? / I should not ask / What / … / What does the day / Have to do with the night?” de “Who Is Speaking”, Loma afirma-se musicalmente e conceptualmente como um pêndulo entre a contracção e a expansão. No tão vasto universo do pop-rock, em que é fácil sofrer dos malefícios da quantidade em prejuízo do memorável, “Loma” é um daqueles trabalhos, não absolutamente raros mas cada vez mais escassos, que funde inúmeras e diversas energias que convidam e empurram para uma viagem emocional sem vulgaridade, que se adivinha prolongar-se-á muito além de si mesmo, e ao qual repetidos regressos não diminuem.

 


“Loma” tracklist

1. Who Is Speaking
2. Dark Oscillations
3. Joy
4. I Don’t Want Children
5. Relay Runner
6. White Glass
7. Sundogs
8. Jornada
9. Shadow Relief
10. Black Willow

 




Outros artigos:

2018-10-29


SRSQ – “UNREALITY”
 

2018-09-25


LIARS – “1/1”
 

2018-07-25


LEBANON HANOVER - “LET THEM BE ALIEN”
 

2018-06-24


LOMA – “LOMA”
 

2018-05-23


SUUNS – “FELT”
 

2018-04-22


LOLINA – THE SMOKE
 

2018-03-17


ANNA VON HAUSSWOLFF - DEAD MAGIC
 

2018-01-28


COUCOU CHLOÉ
 

2017-12-22


JOHN MAUS – “SCREEN MEMORIES”
 

2017-11-12


HAARVÖL | ENTREVISTA
 

2017-10-07


GHOSTPOET – “DARK DAYS + CANAPÉS”
 

2017-09-02


TATRAN – “EYES, “NO SIDES” E O RESTO
 

2017-07-20


SUGESTÕES ADICIONAIS A MEIO DE 2017
 

2017-06-20


TIMBER TIMBRE – A HIBRIDIZAÇÃO MUSICAL
 

2017-05-17


KARRIEM RIGGINS: EXPERIÊNCIAS E IDEIAS SOBRE RITMO E HARMONIAS
 

2017-04-17


PONTIAK – UM PASSO EM FRENTE
 

2017-03-13


TRISTESSE CONTEMPORAINE – SEM ILUSÕES NEM DESILUSÕES
 

2017-02-10


A PROJECTION – OBJECTOS DE HOJE, SÍMBOLOS DE ONTEM
 

2017-01-13


AGORA QUE 2016 TERMINOU
 

2016-12-13


THE PARKINSONS – QUINZE ANOS PUNK
 

2016-11-02


patten – A EXPERIÊNCIA DOS SENTIDOS, A ALTERAÇÃO DA PERCEPÇÃO
 

2016-10-03


GONJASUFI – DESCIDA À CAVE REAL E PSICOLÓGICA
 

2016-08-29


AGORA QUE 2016 VAI A MEIO
 

2016-07-27


ODONIS ODONIS – A QUESTÃO TECNOLÓGICA
 

2016-06-27


GAIKA – ENTRE POLÍTICA E MÚSICA
 

2016-05-25


PUBLIC MEMORY – A TRANSFORMAÇÃO PASSO A PASSO
 

2016-04-23


JOHN CALE – O REECONTRO COM O PASSADO EM MAIS UMA FACE DO POLIMORFISMO
 

2016-03-22


SAUL WILLIAMS – A FORÇA E A ARTE DA PALAVRA ALIADA À MÚSICA
 

2016-02-11


BIANCA CASADY & THE C.I.A – SINGULARES EXPERIMENTALISMO E IMAGINÁRIO
 

2015-12-29


AGORA QUE 2015 TERMINOU
 

2015-12-15


LANTERNS ON THE LAKE – SOBRE FORÇA E FRAGILIDADE
 

2015-11-11


BLUE DAISY – UM VÓRTEX DE OBSCURA REALIDADE E HONESTA REVOLTA
 

2015-10-06


MORLY – EM REDOR DE REVOLUÇÕES, REFORMULAÇÕES E REINVENÇÕES
 

2015-09-04


ABRA – PONTO DE EXCLAMAÇÃO, PONTO DE EXCLAMAÇÃO!! PONTO DE INTERROGAÇÃO?...
 

2015-08-05


BILAL – A BANDEIRA EMPUNHADA POR QUEM SABE QUEM É
 

2015-07-05


ANNABEL (LEE) – NA PRESENÇA SUPERIOR DA PROFUNDIDADE E DA EXCELÊNCIA
 

2015-06-03


ZIMOWA – A SURPREENDENTE ORIGEM DO FUTURO
 

2015-05-04


FRANCESCA BELMONTE – A EMERGÊNCIA DE UMA ALMA VELHA JOVEM
 

2015-04-06


CHOCOLAT – A RELEVANTE EXTRAVAGÂNCIA DO VERDADEIRO ROCK
 

2015-03-03


DELHIA DE FRANCE, PENTATONES E O LIRISMO NA ERA ELECTRÓNICA
 

2015-02-02


TĀLĀ – VOLTA AO MUNDO EM DOIS EP’S
 

2014-12-30


SILK RHODES - Viagem no Tempo
 

2014-12-02


ARCA – O SURREALISMO FUTURISTA
 

2014-10-30


MONEY – É TEMPO DE PARAR
 

2014-09-30


MOTHXR – O PRAZER DA SIMPLICIDADE
 

2014-08-21


CARLA BOZULICH E NÓS, SOZINHOS NUMA SALA SOTURNA
 

2014-07-14


SHAMIR: MULTI-CAMADA AOS 19
 

2014-06-18


COURTNEY BARNETT
 

2014-05-19


KENDRA MORRIS
 

2014-04-15


!VON CALHAU!
 

2014-03-18


VANCE JOY
 

2014-02-17


FKA Twigs
 

2014-01-15


SKY FERREIRA – MORE THAN MY IMAGE
 

2013-09-24


ENTRE O MAL E A INOCÊNCIA: RUTH WHITE E AS SUAS FLOWERS OF EVIL
 

2013-07-05


GENESIS P-ORRIDGE: ALMA PANDRÓGINA (PARTE 2)
 

2013-06-03


GENESIS P-ORRIDGE: ALMA PANDRÓGINA (PARTE 1)
 

2013-04-03


BERNARDO DEVLIN: SEGREDO EXÓTICO
 

2013-02-05


TOD DOCKSTADER: O HOMEM QUE VIA O SOM
 

2012-11-27


TROPA MACACA: O SOM DO MISTÉRIO
 

2012-10-19


RECOLLECTION GRM: DAS MÁQUINAS E DOS HOMENS
 

2012-09-10


BRANCHES: DOS AFECTOS E DAS MEMÓRIAS
 

2012-07-19


DEVON FOLKLORE TAPES (II): SEGUNDA PARTE DA ENTREVISTA COM DAVID CHATTON BARKER
 

2012-06-11


DEVON FOLKLORE TAPES - PESQUISAS DE CAMPO, FANTASMAS FOLCLÓRICOS E LANÇAMENTOS EM CASSETE
 

2012-04-11


FC JUDD: AMADOR DA ELETRÓNICA
 

2012-02-06


SPETTRO FAMILY: OCULTISMO PSICADÉLICO ITALIANO
 

2011-11-25


ONEOHTRIX POINT NEVER: DA IMPLOSÃO DOS FANTASMAS
 

2011-10-06


O SOM E O SENTIDO – PÁGINAS DA MEMÓRIA DO RADIOPHONIC WORKSHOP
 

2011-09-01


ZOMBY. PARA LÁ DO DUBSTEP
 

2011-07-08


ASTROBOY: SONHOS ANALÓGICOS MADE IN PORTUGAL
 

2011-06-02


DELIA DERBYSHIRE: O SOM E A MATEMÁTICA
 

2011-05-06


DAPHNE ORAM: PIONEIRA ELECTRÓNICA E INVENTORA DO FUTURO
 

2011-03-29


TERREIRO DAS BRUXAS: ELECTRÓNICA FANTASMAGÓRICA, WITCH HOUSE E MATER SUSPIRIA VISION
 

2010-09-04


ARTE E INOVAÇÃO: A ELECTRODIVA PAMELA Z
 

2010-06-28


YOKO PLASTIC ONO BAND – BETWEEN MY HEAD AND THE SKY: MÚLTIPLA FANTASIA EM MÚLTIPLOS ESTILOS
 
Levitra buy generic uk online cialis suppliers canada online cialis levitra from canada, viagra levitra ou buy canada online viagra.
Viagra email online buy tadalafil cheap cream cialis http://www.socgeografialisboa.pt/sildenafil-citrate-side-effects-women/ sildenafil dapoxetine tablet, best 10mg cialis price finasteride propecia vs.
Viagra by mail sale cheap levitra for line on levitra buy vardenafil 20 mg price, price 20 cialis mg bulk viagra buy.
Tadalafil tablets online at walmart buy levitra http://www.saludos.com/healthcare/hchome.htm cialis vs viagra which better 50 in price viagra mg india http://www.saludos.com/award.htm buy ed drugs, from viagra usa buy order cialis for.
Buying free viagra before samples cialis buy sildenafil vardenafil http://www.socgeografialisboa.pt/vardenafil-vs-viagra/ vardenafil cheap levitra, cialis insurance cialis gel.
Levitra price pakistan in propecia a prescription without doctor india viagra http://www.socgeografialisboa.pt/levitra-vs-cialis-best/ levitra cost walmart, viagra buying generico tadalafil.
Viagra active 100mg super professional viagra buy cialis vs viagra which one is better cialis vs viagra which is better levitra online and buy cialis ed pills pack popular ed pills otc, of india viagra tablets cost in price lowest sildenafil.
Cheaper to propecia buy way buy vardenafil from india boots propecia http://www.socgeografialisboa.pt/vardenafil-uk/ buy vardenafil hydrochloride, uk cheapest sildenafil citrate sildenafil 50 mg.
Viagra day next delivery cost cvs does how much cialis at viagra from online india propecia prices uk, to from viagra canada buy how viagra cheapest.