Links

NOTÍCIAS


ARQUIVO:

 


15.ª EDIÇÃO DA KINO - MOSTRA DE CINEMA DE EXPRESSÃO ALEMÃ

2017-12-11




Em 2018 e a celebrar 15 anos de existência, a KINO – Mostra de Cinema de Expressão Alemã volta a apresentar uma seleção das produções cinematográficas da Alemanha, Áustria, Suíça e Luxemburgo que mais se destacaram no ano anterior. Entre 18 de janeiro e 16 de fevereiro, serão apresentadas em Lisboa, Porto e Coimbra, 16 longas-metragens, entre a Mostra Principal, a secção de documentários KINOdoc e uma sessão especial para famílias. Haverá também, à semelhança de outros anos, uma mostra para escolas com cinco filmes.

Tão eclética como os países que representa, a programação da KINO 2018 consegue, ainda assim, reunir temas que se cruzam nas várias produções. O olhar crítico sobre o mundo das artes, as dificuldades, as dependências e os jogos de poder são notórios nos primeiros filmes apresentados e entre os quais se destaca o aclamado Casting de Nicolas Wackerbarth, que estreou no Fórum da Berlinale em 2017.

O filme de abertura desta 15.ª edição é também uma estreia da Berlinale 2017. Wilde Maus (Wild Mouse) é o primeiro trabalho de realização de Josef Hader, ator que interpreta o papel de Stefan Zweig em Vor der Morgenröte (Adeus, Europa), o biopic de Maria Schrader sobre a vida do escritor no exílio, que passou pela KINO no ano passado. Wilde Maus é uma comédia negra acerca de um reconhecido crítico de música que é subitamente despedido e decide vingar-se do antigo chefe cometendo pequenos atos de vandalismo que rapidamente se intensificam.

A falta de comunicação e a dificuldade em manter uma relação de empatia com o próximo são outros dos temas abordados pela KINO 2018 e que estão presentes tanto no filme de abertura como no foco Novas Perspetivas que apresenta, como vem sendo habitual, primeiros trabalhos de jovens realizadores. Nesta edição destacam-se a primeira longa-metragem da realizadora Soleen Yusef, Haus ohne Dach (Casa sem telhado) e o documentário de Elí Roland Sachs, Bruder Jakob (Irmão Jakob). De formas distintas, mas em ambos os filmes, existe um cruzamento entre o tema íntimo das relações entre irmãos com questões políticas atuais, como é o aparecimento do Estado Islâmico nas suas vidas.

A KINO 2018 conta com uma sessão especial para famílias na qual serão apresentadas as melhores curtas-metragens de animação da secção infantil do festival DOK Leipzig que se realiza todos os anos na Alemanha. No Porto e em Coimbra, a mostra abre com o documentário Beuys de Andres Veiel, sobre o artista alemão Joseph Beuys, que teve sessão esgotada aquando da sua passagem pela capital durante o Doclisboa.


Fonte: Goethe Institut