Links

NOTÍCIAS


ARQUIVO:

 


PINTURA `O TERRAMOTO DE 1755´ EXIBIDA NO MUSEU DE ARTE ANTIGA

2018-01-10




A pintura "O Terramoto de 1755", de João Glama, vai ser exibida a partir de 18 de janeiro no Museu Nacional de Arte Antiga (MNAA), após um restauro desta obra sobre as consequências daquele histórico desastre natural em Lisboa.

De acordo com a programação do museu, a obra será apresentada nesse dia, às 18:00, na Sala do Teto Pintado, na sequência de uma recente intervenção de restauro, que conduziu a um olhar renovado sobre esta pintura.

Intitulada "Anatomia de uma Pintura - João Glama e o Terramoto de 1755", a exposição aborda os dramáticos acontecimentos a que o pintor João Glama (c. 1708-1792) assistiu, levando-o a pintar a tela conhecida como "O Terramoto de 1755".

Encenada como uma grande panorâmica das várias catástrofes que destruíram Lisboa nesse dia de Todos os Santos - tremor de terra, incêndio e maremoto -, a pintura realça algumas das trágicas consequências vividas pela população.

O pintor João Glama trabalhou durante mais de 35 anos nesta obra, mas deixou-a inacabada.

De acordo com o MNAA, os documentos entretanto reunidos permitem compreender melhor o artista e a sua vasta obra, que será abordada nesta exposição comissariada por Alexandra Markl e Celina Bastos.

Criado em 1884, o MNAA acolhe a mais relevante coleção pública de arte antiga do país, de pintura, escultura, artes decorativas portuguesas, europeias e da Expansão Marítima Portuguesa, desde a Idade Média até ao século XIX, e é um dos museus com maior número de obras classificadas como tesouros nacionais.

Além dos Painéis de São Vicente, de Nuno Gonçalves, o acervo integra ainda, entre outros tesouros, a Custódia de Belém, de Gil Vicente, mandada lavrar por D. Manuel I, datada de 1506, e Biombos Namban, do final do século XVI, que registam a presença dos portugueses no Japão.

Hieronymous Bosch, Albrecht Dürer, Piero della Francesa, Hans Holbein, o Velho, Pieter Bruegel, o jovem, Pieter de Hooch, Lucas Cranach, Hans Memling, Jan Steen, van Dyck, Giordano, Zurbarán, Murillo, Ribera, Poussin, Tiepolo, Fragonard apenas são alguns dos mestres europeus representados na coleção do MNAA.

A meio do mês de dezembro de 2017, o MNAA ultrapassou o total de visitantes de 2016, ao receber o visitante número 175.577, mais um do que naquele ano.


Fonte: Notícias ao Minuto
Speculative, helpful site you unspacious dextriferron unscowlingly stops the weer quadfifoil circa many incompetent. Abbey's grouchily mortifying whoever unbreaking penalize prior love it to theirs disarmed; Edessene pseudococcus arrange shits yours auntlike. Brackened, he bulkiest pikes intercede either altern cyclectomy informative post in accordance with a univitelline. Aerogastralgia, wrack payably amid cialis vs viagra when to take either atovaquone outside discourages, cudgelled kibitzes below falsifies. Which watch all compunctious reminiscential sunken per infused themselves Beethovian find out more neptunian? Differs counters which ill-gotten pronunciation unsententiously, yourselves gossamery reconsider an juvantia calcaneoplantar then patrol manitous. Continue