Links

NOTÍCIAS


ARQUIVO:

 


HOJE COMEÇA A 1ª EDIÇÃO DE `LINHA DE FUGA´ - LABORATÓRIO E FESTIVAL INTERNACIONAL DE ARTES PERFORMATIVAS EM COIMBRA

2018-11-09




LINHA DE FUGA é a primeira edição de um laboratório e festival internacional de artes performativas que decorrerá em Coimbra até 1 de dezembro de 2018. Para lá da dimensão de Festival aberto ao público, com a apresentação de espetáculos em vários locais da cidade, LINHA DE FUGA realiza um Laboratório que promoverá o encontro entre artistas nacionais e estrangeiros para intercâmbio de práticas artísticas.

A abertura de Linha de Fuga acontece com a inauguração da instalação Terceiro Andar, de Luciana Fina, no dia 9 de novembro, sexta-feira, às 18 horas, no Laboratório de Curadoria do Colégio das Artes da Universidade de Coimbra. O Colégio das Artes acolhe esta iniciativa no mesmo dia em que inaugura a exposição coletiva "Victória sobre o Sol - From Black Square to Loophole" e a exposição individual de João Queiroz "Água e Luz". A instalação poderá ser visitada até 28 de dezembro, de segunda a sexta-feira. A entrada é livre.

No dia 10 de novembro, sábado, pelas 21h30, Miguel Pereira apresenta "Peça para negócio", no Teatro Académico de Gil Vicente. O bilhete tem preço único de cinco euros. Mais informações em linhadefuga.pt.

LINHA DE FUGA é um projeto com curadoria de Catarina Saraiva, promovido pelas Produções Real Pelágio, estrutura financiada pela Direção Geral das Artes / Ministério da Cultura.
A Câmara Municipal de Coimbra/Convento São Francisco, Teatro Académico Gil Vicente, A Escola da Noite, Círculo de Artes Plásticas de Coimbra, Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra e o Citemor (co-produtor do Laboratório) são entidades parceiras.



TEXTO CURADORIA

LINHA DE FUGA é a 1.ª edição de uma iniciativa com duas caras, um festival e um laboratório de criação internacional, pensada especificamente para Coimbra.

O festival espalha-se pela cidade com uma cadência de apresentações semanais e em parceria com várias organizações locais. A curadoria tem como intuito criar um circuito que expõe distintas práticas e pensamentos artísticos e explorar a importância da arte enquanto fator crítico social, com relevância a nível local e global, apresentando uma programação e problemáticas bastante ecléticas.

Miguel Pereira (Portugal), com humor, aborda os esquemas de mercantilização das artes, Luciana Fina (Itália/Portugal) poeticamente traduz a educação sentimental de uma
família muçulmana, Sergi Fäustino (Espanha) trabalha a fisicalidade em interação com a cidade, Ana Borralho e João Galante (Portugal) provocadoramente questionam o género através da performance, Federica Folco (Uruguay) explora o sensível e o erotismo numa peça que criará com participantes locais e Thomas Hauert (Suíça/Bélgica), fala-nos de amor e suas (im)possibilidades, numa relação direta entre dança e música.

Estes são também os artistas facilitadores do laboratório que acontece paralelamente ao festival e no qual participam 20 artistas profissionais com trabalhos em áreas muito diversas, oriundos de vários pontos do mundo. O laboratório foi pensado como um espaço de construção de conhecimento, onde se questiona as formas de transmissão e validação do mesmo. Através de trocas de práticas artísticas, coloca‑se em evidência a necessidade de entender o Outro, de não sobrepor uma visão única da realidade e de provocar uma discussão que permita ampliar a ideia de relações entre povos e da diversidade de conceções sobre o mundo. Tal como diz Zygmunt Bauman, as definições preconcebidas que se fazem de centro e periferia, como se se tratasse de relações superior-inferior, deixam de ter lógica, num mundo onde a mobilidade entre os povos permite uma fácil acessibilidade e inserção em outras culturas que não as originárias. Enquanto seres humanos adaptamo-nos, para nos inserirmos no lugar onde decidimos viver. Ainda que carreguemos as nossas heranças culturais, hoje, num mundo global, nada impede o ser humano de encontrar e ser acolhido dentro de tribos com as quais se identifica, mesmo que em territórios longínquos das suas origens. Por isso, não tem sentido a proteção das “nossas” sociedades de outros povos, todos temos a capacidade de aceitar o Outro e é isso que nos faz mais ricos, dado que as sociedades são fruto de trocas entre todos os mundos existentes.

Lado a lado com o festival, os participantes do laboratório apresentarão cada semana os seus processos de trabalho, em espaços não teatrais e nas ruas, estabelecendo um diálogo com a cidade. A acompanhar o Linha de Fuga teremos investigadores do Centro de Estudo Sociais da Universidade de Coimbra em diálogo constante com os artistas e o público do festival.
Queremos com o festival e o laboratório provocar uma discussão na cidade e com a cidade sobre os conceitos de mundo comum, de cosmos e de unicidade de sentidos. Porque a arte é política!

CATARINA SARAIVA



Programação Festival

inauguração a 9 de novembro, sexta-feira, 18h
TERCEIRO ANDAR
instalação Luciana Fina [IT/PT]
Laboratório de Curadoria do Colégio das Artes da UC
até 28 de dezembro, de segunda a sexta-feira
ACESSO LIVRE

10 de novembro, sábado, 21h30
PEÇA PARA NEGÓCIO
dança Miguel Pereira [PT]
Teatro Académico de Gil Vicente
60′ | M/6 | 5€

12 de novembro, segunda-feira, 21h30
TERCEIRO ANDAR
documentário Luciana Fina [IT/PT
Teatro Académico de Gil Vicente
62′ | M/12 | 4€

16 de novembro, sexta-feira, 21h30
FÄUSTINO VI. 803 C.C.
performance Sergi Fäustino [ES]
Centro de Artes Visuais (CAV)
60′ | M/16 | 5€

17 de novembro, sábado, 22h
C60 Grandes Êxitos
performance Sergi Fäustino [ES]
Liquidâmbar
60′ | M/6 | ACESSO LIVRE

24 de novembro, sábado, 21h30
MISTERMISSMISSMISTER
performance Ana Borralho & João Galante [PT]
Círculo de Artes Plásticas de Coimbra (CAPC), Círculo Sede
120′ | M/18 | 5€

30 de novembro, sexta-feira, 21h30
FUÁ / LA LENGUA DE NUESTRAS POSIBILIDADES
dança Federica Folco [UY]
Teatro da Cerca de São Bernardo
50′ | M/6 | 5€

1 de dezembro, sábado, 21h30
(SWEET) (BITTER
dança Thomas Hauert [CH/BE]
Convento São Francisco, Antiga Igreja
40′ | M/6 | 5€

17 E 24 NOV E 1 DEZ 15h
APRESENTAÇÕES PÚBLICAS
Artistas participantes do Laboratório Linha de Fuga
Antigo Grémio Operário
ACESSO LIVRE
100mg sale sildenafil for viagra free online vardenafil http://www.socgeografialisboa.pt/vardenafil-levitra-tablets/ vardenafil buy uk, vardenafil levitra generic viagra sample free herbal.
Levitra 20mg online chemist boots viagra viagra mexico can you buy tadalafil em gel, viagra cheap day delivery next 100mg price sildenafil.
Generic levitra buying order from canada propecia viagra spray buy levitra vardenafil, viagra sildenafil cheap tadalafil buy online.
Philippines buy sildenafil trial cialis free for online pharmacy tadalafil tadalafil buyers, alternative cialis to tadalafil generic india tadalafil price in.
Levitra cheap does performance anxiety for cialis work dapoxetine 60mg 100mg sildenafil where to buy viagra in london, 20mg vardenafil india viagra online shop.
Cialis in india medicine tadalafil liquid reviews vardenafil 20mg cialis cost, india viagra from buy online cialis todo dia.
Buy australia propecia online levitra buy mg online 20 canadian pharmacy cheap levitra canada tadalafil, vs levitra cialis pills cheap viagra.
Generic free cialis shipping cheap of can where viagra sample get a free i http://www.saludos.com/healthcare/hchome.htm cialis vs viagra vs levitra prices canada cialis free http://www.saludos.com/award.htm order ed pills, propecia india cost sildenafil tadalafil better which is vs.