Links

NOTÍCIAS


ARQUIVO:

 


DEZ ESTREIAS NACIONAIS NA COMPETIÇÃO DO FEST - NOVOS REALIZADORES | NOVO CINEMA

2020-07-10




O FEST - Novos Realizadores | Novo Cinema terá lugar entre os dias 2 e 9 de Agosto, apresentando, pela primeira vez na sua história, sessões simultâneas em Espinho (Auditório da Junta de Freguesia de Espinho e Cinema Drive-in), no Porto (Cinema Trindade e Casa Comum/ Reitoria da Universidade do Porto) e em Lisboa (Cinema Ideal). Confirmadas estão também as sessões em formato drive-in que incluirão ciclos de cinema de humor, terror e fantástico.

Sob o tema "As Close as Far Away Can Be", a programação de longas metragens da competição internacional do FEST traz até à tela as histórias de amor e de luta, de guerra e de descoberta, de libertação e de morte, numa selecção de dez filmes que se estreiam, em agosto, nas salas de cinema portuguesas.

Argélia, 1997, um grupo de jovens raparigas organiza um desfile de moda. É neste cenário de luta contra a opressão que se posiciona Papicha, a primeira obra da francesa Mounia Meddour. Um retrato complexo de uma geração de mulheres forçada a confrontar o patriarcado, estreado mundialmente na secção Un Certain Regard de Cannes. Estreado também com grande expectativa, Jumbo ambiciona quebrar muitas barreiras. Começa logo pelo tema, ao ficcionar a paixão de uma mulher por um objecto inanimado, e continua na estética ambiciosa e na estrutura narrativa que mistura elementos do Realismo Social com o Cinema Fantástico. Um dos grandes triunfos do ano, a colocar Zoé Wittock na lista de cineastas europeus a acompanhar. Com interpretações de Ben Mendelsohn e o youtubber Toby Wallace, Babyteeth, de Shannon Murphy, cria um retrato enternecedor e provocador sobre as diferentes formas de lidar com a doença. Comédia negra singular, Patrick, de Tim Mielants, apresenta uma panóplia de personagens deliciosas, a habitarem um thriller policial tenso, repleto de twists e transições inesperadas no seio de uma comunidade nudista. A primeira longa-metragem de Maura Delpero, Maternal, oferece-nos diferentes visões do conceito de maternidade, e obrigando-nos a ponderar o que significa, de facto, ser mãe. Obra a reinventar o subgénero do cinema de favela, Pacificado, de Paxton Winters, leva-nos pelo dia-a-dia de uma família a viver num Brasil a braços com a convulsão social, no conturbado período que antecedeu a realização dos jogos olímpicos. A Dinamarca é frequentemente descrita como um paraíso social, mas o mundo do crime é indiferente às estatísticas e prolifera por toda a parte. Um outro olhar sobre uma das sociedades mais desenvolvidas no mundo aqui na estreia em longa metragem de Jeannete Nordhal, Wildland.

O conflito na Ucrânia continua ser uma das maiores incógnitas da cena mundial e um tema central de muito do cinema documental europeu. Em Earth is blue as an orange a cineasta Iryna Tsilyk viaja para a frente de guerra para conhecer uma pequena família que tenta lidar com um dia a dia onde a ameaça é constante. Viagem também por questões historicamente constantes em Lovemobil, de Elke Lehrenkrauss, um filme que traça um retarto cru sobre a prostituição de rua na Alemanha contemporânea.

Fechar a lista de estreias em competição com Meanwhile on Earth, um filme que desmistifica o que se passa por detrás das câmaras de cremação, o dia-a-dia de um coveiro e as conversas dos motoristas de carrinhas funerárias. Contraído com um sentido de humor inquestionável, o trabalho de Carl Olson é um autêntico triunfo do cinema documental, que nos obriga a sorrir com as mais “infelizes” das ocupações profissionais.



PROGRAMAÇÃO

Babyteeth, Shanon Murphy, Australia, fic., 118´
Jumbo, Zoé Wittock, 2020, França, Bélgica, Luxemburgo, fic., 93'
Lovemobil, Elke Margarete Lehrenkrauss, 2019, Alemanha, doc., 103'
Maternal, Maura Delpero, 2019, Itália, Argentina, fic., 91'
Meanwhile On Earth, Carl Olsson, 2020, Suécia, Dinamarca, Estónia, doc., 72'
Pacificado, Paxton Winters, 2019, Brasil, fic., 120'
Papicha, Mounia Meddour, 2019, Algéria, França, Bégica, Qatar, fic.,108'
Patrick, Tim Mielants, 2019, Bélgica, fic., 97'
The Earth Is Blue as an Orange, Iryna Tsilyk, 2020, Ucrânia, Lituânia, doc., 74
Wildland, Jeanette Nordahl, 2020, Dinamarca, fic., 90'







FONTE: FEST - Novos Realizadores | Novo Cinema