Links

NOTÍCIAS


ARQUIVO:

 

share |

QUASE 50 AUTORES EXPÕEM NO 13.º FESTIVAL INTERNACIONAL DE BANDA DESENHADA

2017-05-25




Quase 50 autores de dez países, como o italiano Paolo Mottura, o português Jorge Coelho e o argentino Juan Giménez, vão expor "estórias", no 13.º Festival Internacional de Banda Desenhada (BD) de Beja, que arranca na sexta-feira.

Até 11 de junho, os "amantes" de BD vão poder apreciar pranchas, desenhos e ilustrações de autores consagrados e novos talentos da nona arte, através de 18 exposições, 14 individuais e quatro coletivas, espalhadas por seis espaços do centro histórico de Beja

As exposições vão estar patentes ao público no Teatro Municipal Pax Julia, no Museu Regional de Beja e nas galerias do Largo de São João, da rua dos Infantes, da rua das Lojas e dos Escudeiros.

Este ano, o festival, que é organizado pela Câmara de Beja para divulgar "um pouco" de todos os formatos, géneros e estilos e "dar uma visão variada" da BD, vai mostrar trabalhos de 47 autores de dez países, disse hoje à agência Lusa o diretor do festival, Paulo Monteiro.

Das exposições individuais, Paulo Monteiro destacou as de Paolo Mottura, desenhador da Walt Disney, de Jorge Coelho, que está a desenhar a série "Rocket Raccoon" da Marvel Comics, e de Juan Giménez, que é "um autor incrível e fundamental quando se fizer a história da BD contemporânea".

Das exposições coletivas, Paulo Monteiro destacou "Vinhetas da Roménia", com trabalhos de 21 autores demonstrativos da "riqueza" e da "diversidade" da BD romena, que é "praticamente desconhecida" em Portugal, mas "tem demonstrado uma enorme vitalidade e uma capacidade ímpar para se ir reinventando".

Paulo Monteiro destacou também a exposição coletiva "Artistas de Angola", que reúne trabalhos de oito artistas do ateliê de BD angolano Estúdio Olindomar e que "dá uma ideia muito aproximada" da nona arte que se faz atualmente naquele país.

Além das exposições, o festival vai incluir, no largo do Museu Regional de Beja, o "epicentro", o Mercado do Livro, com mais de 60 editores representados e três livrarias e três lojas para comércio de livros, "action figures", arte original, "posters" e "prints", e tasquinhas, com petiscos típicos do Alentejo e vegetarianos.

O festival vai incluir também uma programação paralela com várias iniciativas, como lançamentos e apresentações de livros, revistas e projetos, sessões de autógrafos e conversas com autores de BD, workshops, um encontro de urbansketchers, a entrega do Prémio Geraldes Lino deste ano à autora Sofia Neto, "concertos desenhados" e sessões de dj.

Em cada um dos "concertos desenhados", que vão decorrer no largo do Museu Regional de Beja, uma banda irá tocar ao vivo acompanhada por um autor de BD, que irá desenhar e projetar numa tela e em tempo real o que a música lhe sugerir.

Plause com Sofia Neto e Bicho do Mato com Andreia Rechena, na sexta-feira, Os Compotas com João Sequeira e Jiboia com Jorge Coelho, no sábado, são as bandas e os autores que vão atuar e ilustrar, nos "concertos desenhados" do festival deste ano.

O "pontapé de saída" do festival vai ser dado na sexta-feira, às 21:00, no Teatro Municipal Pax Julia, com a sessão de inauguração, que incluirá o lançamento do catálogo do festival deste ano, o "Splaft!" n.º 13, seguindo-se a abertura das exposições e do Mercado do Livro.


Fonte: Notícias ao Minuto