Links

Subscreva agora a ARTECAPITAL - NEWSLETTER quinzenal para saber as últimas exposições, entrevistas e notícias de arte contemporânea.



ARTECAPITAL RECOMENDA


Outras recomendações:

Imagines Plumbi


PAULO LISBOA
Galeria Graça Brandão (Lisboa), Lisboa

ANA VIEIRA


ANA VIEIRA
CAV - Centro de Artes Visuais, Coimbra

A vocação dos ácaros


JOSÉ LOUREIRO
Fundação Carmona e Costa, Lisboa

mille-fleurs


João Francisco
Galeria 111 (Lisboa), Lisboa

Paisagem para Desaparecidos


RUI CALÇADA BASTOS
Galeria Bruno Múrias, Lisboa

écran cego. e projecção de céu


Carlos Nogueira
Cinemateca, Lisboa

The Voices and the Echoes


Sofia Pidwell
Fundação Portuguesa das Comunicações,

Um Peixe Fora d’Água - Ciclo dos Artistas Finalistas do Mestrado Arte e Multimédia


COLECTIVA
FBAUL - Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa, Lisboa

BOPEEP


Pedro Calapez
Sismógrafo, Porto

Amadora BD


COLECTIVA
Centro Comercial Colombo, Lisboa

ARQUIVO:

O seguinte guia de exposições é uma perspectiva prévia compilada pela ARTECAPITAL, antecipando as mostras. Envie-nos informação (Press-Release e imagem) das próximas inaugurações. Seleccionamos três exposições periodicamente, divulgando-as junto dos nossos leitores.

 


COLECTIVA

289




ASSOCIAÇÃO 289
Sítio das Pontes de Marchil


09 JUL - 15 SET 2018


Inauguração: 14 de Julho, às 19h, no Solar das Pontes de Marchil

Desafiado para ocupar o espaço do Solar, Pedro Cabrita Reis, com o gesto largo que o desenha, trouxe muitos dos seus amigos e ainda lhes disse para trazerem outros tantos. A reunião de toda esta gente, embora despretensiosa como uma coisa de Verão, promete-nos quase o balanço de uma situação artística e pode reservar-nos muitas surpresas, como numa festa inesperada.

O lugar é, desde logo, na sua arquitectura vernácula, deslocação no tempo, por desafectação do destino rural que historicamente lhe coube, muito especial; e os artistas que nele se reúnem constituem, entre nomes muito conhecidos e nomes menos conhecidos, uma rara multidão de vozes individuais.

Aqui se apresentam eles, cruzando-se, prosseguindo encontros antigos ou recentes numa prática de permanente colóquio (com evidentes momentos de solidão e outros tantos de confronto). Em nenhum caso pretendem estabelecer conclusões; cada voz (cada autoria) deverá permanecer irredutível, no seu território próprio - só assim poderá ser produtiva para si, para os outros artistas e para o público.

Os artistas que habitam por momentos os labirintos interiores e os espaços abertos desta velha quinta chegam de tempos diversos, de lugares dispersos e vontades próprias igualmente díspares. Vêm de dois projectos que eram já de espírito aberto e convergiram neste Verão de 2018, em Faro. Uns, estiveram presentes no projecto @British Bar, que podemos ver desde Abril de 2017, nas 3 montras do British Bar, em Lisboa, sob curadoria de Pedro Cabrita Reis. Os outros, integram os artistas e outros convidados do colectivo algarvio 289. A todos estes vêm ainda juntar-se artistas que Cabrita Reis foi convidando ao longo do processo.

João Pinharanda