Links

Subscreva agora a ARTECAPITAL - NEWSLETTER quinzenal para saber as últimas exposições, entrevistas e notícias de arte contemporânea.



ARTECAPITAL RECOMENDA


Outras recomendações:

Convidados de Verão: Joalharia Contemporânea em Portugal


Coletiva
Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa

10 / 40


Coletiva
,

Marginália P.21


Cristina Lamas
Travessa da Ermida, Lisboa

Union Jacking. Voice of the Voice£ess


YONAMINE
Cristina Guerra Contemporary Art, Lisboa

Fuga


Christine Henry
Associação 289, Faro

Bela e Má


Ana Vidigal
Museu Leopoldo de Almeida, Caldas da Rainha

RED AS SCARLET WHITE AS SNOW


MANUEL CALDEIRA
Giefarte - Galeria de Arte, Lisboa

estoutro


Coletiva
Espaço Cultural das Mercês, Lisboa

Brincar diante de Deus. Arte e liturgia: Matisse, Vieira da Silva e Lourdes Castro


Matisse, Vieira da Silva e Lourdes Castro
Museu Arpad Szenes - Vieira da Silva, Lisboa

Waiting room


Coletiva
Galeria Cisterna, Lisboa

ARQUIVO:

O seguinte guia de exposições é uma perspectiva prévia compilada pela ARTECAPITAL, antecipando as mostras. Envie-nos informação (Press-Release e imagem) das próximas inaugurações. Seleccionamos três exposições periodicamente, divulgando-as junto dos nossos leitores.

 


COLETIVA

Lost Lover




RAMPA
Pátio do Bolhão 125
4000-110

24 MAI - 20 JUN 2019


Inauguração: 24 de Maio, às 21h, no espaço Rampa.

Abre as portas ao público no dia 24 de Maio de 2019 a primeira exposição do espaço RAMPA: LOST LOVER, com curadoria da sul-africana Lara Koseff, reúne 12 artistas contemporâneos de origem africana.

Nas ruas de Joanesburgo, em postes elétricos e paredes afixam-se cartazes onde se lê simplesmente "Lost Lover" (Amor Perdido) em letras garrafais a vermelho ou azul. São estranhamente belos por causa da sua simplicidade, mas também pela complexidade das histórias que evocam. Assim deixam um rasto de poesia pelas ruas da cidade agreste, sugerindo que entre as nossas necessidades primárias vive o desejo do regresso a um amor em tempos perdido ou roubado. Falam-nos também, numa voz simples, daquilo que nos torna humanos, desse desejo por uma realidade diferente. LOST LOVER, inicialmente apresentado no Rio de Janeiro, no espaço alternativo Lanchonete<>Lanchonete, é um programa de vídeo que explora alegorias de desejo de uma nova realidade, seja romântica, política ou social. A exposição emerge agora no Porto, num contexto diferente, mas historicamente ligado. Excetuando o consagradíssimo William Kentridge, esta exposição representa a primeira apresentação em Portugal de todos os artistas incluídos:

Ghada Amer & Reza Farkhondeh • Simnikiwe Buhlungu • Dan Halter • Lungiswa Gqunta • William Kentridge • Malebona Maphutse • Thenjiwe Niki Nkosi • Lunga Ntila • Nkiruka Oparah • Athi-Patra Ruga • Jonah Sack

Em paralelo ao programa original, a RAMPA apresenta em estreia no Porto a instalação de Grada Kilomba intitulada Illusions Vol. II, Oedipus, (2018), que foi originalmente encomendada pela décima Bienal de Berlim e apropria o mito de Édipo para analisar a natureza cíclica e predestinada da opressão. A artista portuguesa, a residir presentemente em Berlim, mostrou recentemente o seu trabalho na Power Plant de Toronto, na Art Basel, no MAAT de Lisboa e na galeria Alexander & Bonin em nova Iorque. Kilomba é representada pela Goodman Gallery. A curadora Lara Koseff estará no Porto de 22 a 27 de Maio.