Links

Subscreva agora a ARTECAPITAL - NEWSLETTER quinzenal para saber as últimas exposições, entrevistas e notícias de arte contemporânea.



ARTECAPITAL RECOMENDA


Outras recomendações:

Outros Portos - Outros Olhares


Margarida Gouveia, Mina Ao, Peng Yun, Xing Danwen, O Zhang
Maus Hábitos - Espaço de Intervenção Cultural, Porto

Exposição colectiva


Gonçalo Barreiros + John Wood and Paul Harrison
Galeria Vera Cortês (Alvalade), Lisboa

O Mergulho


Pedro Gomes
Casa das Artes de Tavira, Tavira

19_20


Sandra Baía
Travessa da Ermida, Lisboa

ARQUIVO DE DESTRUIÇÃO


PEDRO LAGOA
Culturgest, Lisboa

Neste corpo não há poesia


Bárbara Fonte
CAAA - Centro para os Assuntos de Arte e Arquitectura, Guimarães

Público/Privado - Doce Calma ou Violência Doméstica?


COLECTIVA
Centro de Artes de Sines, Sines

The Soft and Weak Are Companions of Life


Zheng Bo
Kunsthalle Lissabon, Lisboa

Pequenas Notas sobre Figuração


Eugénia Mussa, Daniel V. Melim e Thomas Braida
Monitor, Lisboa

Inhale, Exhale (self-breathing kit)


Paulo Arraiano
Travessa da Ermida, Lisboa

ARQUIVO:

O seguinte guia de exposições é uma perspectiva prévia compilada pela ARTECAPITAL, antecipando as mostras. Envie-nos informação (Press-Release e imagem) das próximas inaugurações. Seleccionamos três exposições periodicamente, divulgando-as junto dos nossos leitores.

 


RUI SANCHES | COLETIVA

Espelho | Constelações II: uma coreografia de gestos mínimos




MUSEU COLEÇÃO BERARDO
Praça do Império
1499-003 LISBOA

09 OUT - 09 OUT 2019


Inaugurações: 9 de Outubro, às 19h, no Museu Coleção Berardo


Rui Sanches: Espelho

Tendo a sua contraparte de escultura no Torreão Nascente da Cordoaria Nacional, a exposição no Museu Coleção Berardo apresenta séries de trabalho recentes nas quais o artista cruza suportes, meios e técnicas — desenho sobre papel, fotografia, esbocetos de barro, esculturas de parede em diversos materiais. Levando a jogo múltiplas referências, nomeadamente da história da arte, o conjunto revela um pensamento que se descola do plano para invadir o espaço e que, simultaneamente, num movimento inverso, regressa à superfície de papel, como que rasgando a sua bidimensionalidade, perfurando-a e criando profundidade.


Curadoria de Sara Antónia Matos.


:::


Constelações II: uma coreografia de gestos mínimos

Dando continuidade ao projeto inaugurado em abril deste ano e apresentando uma nova montagem e novos artistas convidados, o objetivo de Constelações II: uma coreografia de gestos mínimos é assumir a Coleção Berardo como um território horizontal de investigação no qual surgem «cortes» verticais, incisões na sua estabilização permanente. Neste âmbito, vários artistas nacionais e internacionais serão postos em confronto com obras seminais da coleção.
Assim, adotando uma postura anacrónica que mergulha nos diferentes núcleos da exposição, abre-se caminho para um desenho do fluxo entre a História e a sua própria investigação, que visa inquirir conexões intrínsecas entre as vanguardas do século XX e a criação atual. Este conjunto de intervenções, seguindo uma linha narrativa desprendida (e conceptual), reger-se-á pelo conceito filosófico da constelação.

Curadoria de Ana Rito & Hugo Barata.

Com obras de: Nuno Sousa Vieira, Fernanda Gomes, Kazimir Malevich, Os Espacialistas, Félix González-Torres, Fernando Calhau, Giulio Paolini, Jemima Stehli, Ignasi Aballí, Ana Hatherly, Susana Mendes Silva, José Maçãs de Carvalho, Jack Pierson, Glenn Ligon, Mark Rothko, Angel Vergara, Sarah Lucas, Gina Pane, Ernesto de Sousa, João Tabarra, Rui Chafes, Douglas Gordon, Maya Deren e / and Diogo Pimentão.