Links

Subscreva agora a ARTECAPITAL - NEWSLETTER quinzenal para saber as últimas exposições, entrevistas e notícias de arte contemporânea.



ARTECAPITAL RECOMENDA


Outras recomendações:

Fazer de casa labirinto


COLECTIVA
Balcony, Lisboa

Earthkeeping/Earthshaking - arte, feminismos e ecologia


COLECTIVA
Galeria Quadrum, Lisboa

Murmurar na Noite


Sebastião Resende
Mupi Gallery, Porto

Homo Kosmos (cough cough)


Tiago Borges & Yonamine
Galeria Av. Índia, Lisboa

60 Dias - Parte II


COLECTIVA
Kubikgallery, Porto

Fossil


James Newitt
Carpintarias de São Lázaro, Lisboa

Outros Portos - Outros Olhares


Margarida Gouveia, Mina Ao, Peng Yun, Xing Danwen, O Zhang
Maus Hábitos - Espaço de Intervenção Cultural, Porto

Exposição colectiva


Gonçalo Barreiros + John Wood and Paul Harrison
Galeria Vera Cortês (Alvalade), Lisboa

O Mergulho


Pedro Gomes
Casa das Artes de Tavira, Tavira

19_20


Sandra Baía
Travessa da Ermida, Lisboa

ARQUIVO:

O seguinte guia de exposições é uma perspectiva prévia compilada pela ARTECAPITAL, antecipando as mostras. Envie-nos informação (Press-Release e imagem) das próximas inaugurações. Seleccionamos três exposições periodicamente, divulgando-as junto dos nossos leitores.

 


MARGARIDA GOUVEIA, MINA AO, PENG YUN, XING DANWEN, O ZHANG

Outros Portos - Outros Olhares




MAUS HÁBITOS - ESPAÇO DE INTERVENÇÃO CULTURAL
Rua Passos Manuel, 178, 4º
4200-382 PORTO

09 JUL - 30 AGO 2020


inauguração: 9 de Julho, das 15h às 23h



Outros Portos - Outros Olhares

Curadoria de: Clara Brito & Gu Zhenqing

Artistas: OMargarida Gouveia, Mina Ao, Peng Yun, Xing Danwen, O Zhang



Outros Portos – Outros Olhares é uma exposição dedicada ao tema do feminino, e que resulta da seleção de obras fotográficas de cinco artistas, mulheres, que trabalham o tema da consciência feminina nos seus trabalhos.

A presente mostra encena uma narrativa visual que se organiza em dois eixos significativos no atual quadro do debate sobre o lugar da mulher como sujeito político e, num âmbito mais geral, na gramática dos feminismos contemporâneos.

O primeiro eixo desenvolve-se no questionamento dos essencialismos fixistas em volta do sujeito mulher e das visões, política e culturalmente, hegemónicas nas sociedades onde estas artistas se enquadram. Trata-se de territórios de violência, simbólica ou material, dos quais emergem os trabalho das artistas Danwen Xing, Margarida Gouveia e Mina Ao - ao invés de se renderem ao medo e ao constrangimento reativo, ensaiam aqui um olhar sincero sobre o modo como estas artistas sentem e refletem estas situações. Já Peng Yun explora a curiosidade feminina face ao género e ao corpo feminino num exercício de prazer e descoberta.

Num segundo eixo desta exposição, subsidiário em certa medida do anterior, propõe-se uma reflexão sobre o poder da cultura e das lideranças femininas em contextos políticos de fraca densidade de direitos e em que o sujeito feminino assume particular centralidade nas micropolíticas e nas dinâmicas de recorrente negociação cultural.

Aqui se situa o trabalho de Zhang O – que reflete o questionamento da emergência de poder de uma cultura quando liderada pela integração feminina. As obras expostas documentam o reflexo do alargamento, desde 1991, da lei de adopção chinesa que levou famílias americanas a adoptarem mais de 55.000 crianças chinesas, na sua maioria raparigas. Procura-se assim reflectir sobre as relações de troca cultural entre estas jovens raparigas, futuras mulheres, as suas famílias ocidentais e o seu país de acolhimento.

Outros Portos – Outros Olhares narra um percurso de sinceridade e questionamento liberto dos constrangimentos e das amarras do medo, evitando uma linguagem reativa e optando por um olhar positivo e de aceitação sobre como essas artistas sentem e veem o género feminino.