Links

Subscreva agora a ARTECAPITAL - NEWSLETTER quinzenal para saber as últimas exposições, entrevistas e notícias de arte contemporânea.



ARTECAPITAL RECOMENDA



Outras recomendações:

Camera Lucida


Ramiro Guerreiro e Thierry Simões
Galeria Quadrum, Lisboa

A E I O U: Os Espacialistas em Pro(ex)cesso


Os Espacialistas
Colégio das Artes da Universidade de Coimbra, Coimbra

177,26 Km


Pedro Valdez Cardoso
Galeria Sete, Coimbra

GREAT MOMENTS / ARPAD E AS CINCO / VIEIRARPADOJI & POUF VIEIRA


EDUARDO BATARDA / ANA VIDIGAL / PEDRO PORTUGAL
Fundação Arpad Szenes - Vieira da Silva, Lisboa

Globotomia


Rigo 23
Galeria Quadrado Azul (Novo espaço em Lisboa), Lisboa

Linha Funda


Nuno Sousa Vieira
Fundação Carmona e Costa, Lisboa

The Skull of the Haunted Snail


Andreia Santana
Hangar - Centro de Investigação Artistica, Lisboa

O Que Não Temos Podemos Criar


COLECTIVA
PADA Studios, Barreiro

Air Through Soft Solids (Part II)


Diogo Tudela
Galeria Presença (Porto), Porto

Speculative Intimacy


ALICIA KOPF
Fidelidade Arte, Lisboa

ARQUIVO:

O seguinte guia de exposições é uma perspectiva prévia compilada pela ARTECAPITAL, antecipando as mostras. Envie-nos informação (Press-Release e imagem) das próximas inaugurações. Seleccionamos três exposições periodicamente, divulgando-as junto dos nossos leitores.

 


COLECTIVA

O Que Não Temos Podemos Criar




PADA STUDIOS
Rua 42, n2, Baía do Tejo\r\nParque Industrial do Barreiro
2831-904 BARREIRO, PO BOX 5092

26 SET - 31 OUT 2020


INAUGURAÇÃO: 26 de Setembro, 16h-20h
Local do evento: Fábrica Tinco, Baía do Tejo, Barreiro


O Que Não Temos Podemos Criar


ARTISTAS:
Diogo da Cruz, Emma Hornsby, Erris Huigens, Jéssica Burrinha, João Ferro Martins, Luísa Jacinto, Paulo Arraiano, Pedro Palma, Sean Donovan, Timothy Yannick Hunter




PADA apresenta a exposição colectiva 'O Que Não Temos Podemos Criar', que reúne dez artistas nacionais e internacionais.

Trabalhando na antiga fábrica de tintas TINCO na Baía do Tejo, 'O Que Não Temos Podemos Criar' apresenta várias abordagens interdisciplinares que respondem à história do local, às realidades contemporâneas e imagina o que futuro reserva.

O título desta exposição parafraseia o industrialista Alfredo da Silva, cujo lema, ‘O que o País não tem, a CUF cria’ veio captar o ethos e a energia que transformaram o Barreiro no século XX. Cento e Treze anos desde a fundação da Companhia União Fabril, a PADA procura dar continuidade a este lema, contratando artistas para a criação de obras de arte que respondem à história da CUF, como também reinterpretam a realidade contemporâneo do Parque da Baía do Tejo, em em particular a fábrica redundante das tintas TINCO.

O projeto foi criado nos primeiros meses da pandemia com reflexões sobre o que o futuro reserva. Vivemos numa época de desastres ecológicos e rápidas mudanças climáticas, crises humanitárias e desigualdades sociais e econômicas. Esta exposição estuda o passado e o presente do local, com o intuito de imaginar o futuro, em que os temas ecológicos e sociais do início do século XX ainda têm bastantes relevância nos dias de hoje.

O projecto procura desafiar os artistas convidados a responderem e reagirem às qualidades únicas deste site. Incapaz de contar com o conforto e previsibilidade habituais das paredes brancas da galeria, a exposição incentiva a improvisar e a experimentar. 'O Que Não Temos Podemos Criar' traz nova vida aos antigos armazéns e transformam o espaço com intervenções, instalações e projeções. Através das suas características únicas, o local oferece uma estrutura para os artistas, permitindo uma interação entre as obras e a antiga Fábrica Tinco.

O declínio dos antigos espaços acabam assumindo uma nova vida por meio de respostas artísticas e projetos como ‘O Que Não Temos Podemos Criar’. O resultado - um passado espelhado no presente, perpetuando a memória de quem construiu, trabalhou e viveu nas fábricas. A perspectiva do PADA é continuar essa interação onde a arte pode andar de mãos dadas com a história. Os espectadores são convidados a explorar o local, a entropia de 20 anos congelada e a descobrir as intervenções artísticas recontextualizando a realidade.



:::



Eventos associados:

Inauguração 26 Sep 2020 - 16h00 – 20h00
Performance de IN LIMEN 26 Sep – 18h00 (chegada 15 minutos antes)
Lançamento da Publicação 31 Oct 2020
Finissage & Visita Guiada 31 Oct – 15h00 – 17h00