Links

Subscreva agora a ARTECAPITAL - NEWSLETTER quinzenal para saber as últimas exposições, entrevistas e notícias de arte contemporânea.



ARTECAPITAL RECOMENDA


Outras recomendações:

História do Crime


João Louro
Galeria Vera Cortês, Lisboa

15ª Pedra: Manoel de Oliveira e João Bénard da Costa em Conversa Filmada


Rita Azevedo Gomes
Cinemateca, Lisboa

ENSAIOS PARA LIVRO — CARACTERE #2 DO SOM


Sara Vaz e Marco Balesteros
Rua das Gaivotas 6 , Lisboa


1 000 056.ª Aniversário da Arte
CAPC - Círculo de Artes Plásticas, Coimbra


Visita orientada | Paula Rego: Anos 80
Casa das Histórias Paula Rego, Cascais

COMER O CORAÇÃO EM CENA


Vera Mantero e Rui Chafes
Centro Internacional das Artes José de Guimarães, Guimarães

The 1960s in Iraque: Art and Culture


NADA SHABOUT
Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa

MANOEL DE OLIVEIRA INTEGRAL – O VISÍVEL E O INVISÍVEL (II)


João Botelho, João Mário Grilo, Rita Azevedo Gomes
Cinemateca, Lisboa

Vaivém


Bruno Pacheco e Bruno Marchand
Galeria Quadrum, Lisboa

Ciclo de cinema


Manoel de Oliveira Integral – O Visível e o Invisível
Cinemateca, Lisboa

ARQUIVO:

O seguinte guia de eventos é uma perspectiva prévia compilada pela ARTECAPITAL, antecipando conferências, seminários, cursos ou outras iniciativas. Envie-nos informação (press-release, programa e imagem) dos próximos acontecimentos. Seleccionamos três eventos periodicamente, divulgando-os junto dos nossos leitores.

 


LANÇAMENTO ELECTRA

Conferência Boris Groys




MAAT
Av. de Brasília, Central Tejo
1300-598 LISBOA

17 MAR - 17 MAR 2018


CONFERÊNCIA/LANÇAMENTO: 17 de Março, 17h


Conferência “A Arte na Época da Internet”, do professor, crítico de arte, teórico dos media e filósofo Boris Groys.

Esta conferência assinala o lançamento da nova revista de pensamento da Fundação EDP, Electra.


:::


Electra é a nova revista da Fundação EDP. É uma publicação editada em português e inglês, de crítica, pesquisa, ensaio e reflexão cultural. Contando com a colaboração de autores portugueses e estrangeiros, a revista tem como diretor José Manuel dos Santos, administrador e diretor cultural da Fundação EDP, e como editor António Guerreiro, jornalista, crítico e ensaísta. Tem periodicidade trimestral e o preço de capa de 9 euros.

“Electra responde a uma necessidade, que é também uma expectativa, da existência de uma revista cultural com ambição e projeção. É uma revista plural nas suas ideias, conteúdos e colaboradores. “Electra é uma revista de atualidade que interroga o espírito do tempo, as tendências, as ideias, as imagens, as mitologias que configuram e fazem mover a nossa época. Mas não é uma revista académica, nem especializada, nem técnica. E não corre atrás do que acontece, tendo recuo em relação à imediatez jornalística. Situa-se entre o pensamento desse acontecer e o acontecer desse pensamento.”, explica José Manuel dos Santos.

Miguel Coutinho, administrador e diretor geral da Fundação EDP, acrescenta: “Este projeto consolida e amplia uma ambição da Fundação EDP em contribuir para o debate de ideias e a reflexão. Fazemo-lo através de uma revista internacional que cruza o pensamento e as artes na sua relação contemporânea com a sociedade”.

“Nesta Grande Época” é o tema do dossier desta primeira edição, que inclui também uma grande entrevista ao professor, crítico de arte, teórico dos media e filósofo Boris Groys, e um portfolio da artista Lourdes Castro.