Links

Subscreva agora a ARTECAPITAL - NEWSLETTER quinzenal para saber as últimas exposições, entrevistas e notícias de arte contemporânea.



ARTECAPITAL RECOMENDA


Outras recomendações:

A Incontornável Tangibilidade do Livro ou, o Anti-Livro


Coletiva
MNAC - Museu do Chiado , Lisboa

Descolonizar os museus: isto na prática?


Seminário
ICS - Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa, Lisboa

OP-FILM: UMA ARQUEOLOGIA DA ÓTICA


Filipa César e Margarida Mendes
Hangar - Centro de Investigação Artistica, Lisboa

Lançamento do livro


Teorias da Arte: do Modernismo à Actualidade
Sociedade Nacional de Belas Artes, Lisboa

Mostra Ameríndia


Percursos do Cinema Indígena no Brasil
Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa

BoCA 2019


Inaugurações em Lisboa
Vários locais/Lisboa, Lisboa

PLAY IS A SERIOUS MATTER


Eduarda Rosa, Pollyanna Freire, Rita Thomaz e Laura Falé
Fundação Portuguesa das Comunicações,

Programa artístico


SALA DE JOGOS
POGO Teatro, Lisboa

«A shot in the eye»


Lançamento do livro
CAPC - Círculo de Artes Plásticas, Coimbra

FADO MAIOR E MENOR


Raúl Ruiz
Cinema Monumental, Lisboa

ARQUIVO:

O seguinte guia de eventos é uma perspectiva prévia compilada pela ARTECAPITAL, antecipando conferências, seminários, cursos ou outras iniciativas. Envie-nos informação (press-release, programa e imagem) dos próximos acontecimentos. Seleccionamos três eventos periodicamente, divulgando-os junto dos nossos leitores.

 


SPEECH ACTS / ACTOS DISCURSIVOS, DE JONATHAN SULLAM NO RUI CALÇADA BASTOS STUDIO

Speech Acts / Actos Discursivos




RUI CALÇADA BASTOS STUDIO
Rua Conde das Antas 53b, Campolide


18 MAI - 20 MAI 2018


Speech Acts / Actos Discursivos, de Jonathan Sullam no Rui Calçada Bastos Studio, 18 a 20 de Maio, com curadoria de Sergio Fazenda Rodrigues.

Conversa com o artista no dia 19 de Maio, às 18h.

integrado no FEA - Festival de Espaços de Artistas: www.artecapital.net/noticia-5847-fea-festival-dos-espacos-dos-artistas-de-lisboa


::::


The power of speech can be understood as a method for clouding intent or unveiling the structures of discourse. We have witnessed corruption on grand scale in our western political world, with suspicious forms of critical analysis and debate. Access to the empowered entity’s discourse and intentions are poor, resulting in a systematic breakdown of values and democratic accountability.

The approach on discourse calls for discourse; there is no escape. In the same way a surgical glove folds back on itself, the very few artworks exhibited attempt to reflect as a fold upon themselves, indicating a sense of loop in the materialization of a thought process. Actions are frozen and empowered tools rendered useless whilst the poetical mood underlines the frailty of this endeavour.