Links

Subscreva agora a ARTECAPITAL - NEWSLETTER quinzenal para saber as últimas exposições, entrevistas e notícias de arte contemporânea.



ARTECAPITAL RECOMENDA


Outras recomendações:

All This Green Makes Me Tired


São Trindade
ZDB - Galeria Zé dos Bois, Lisboa

Cotonígero


Vanda Madureira
CAPC - Círculo de Artes Plásticas, Coimbra

Seja dia ou seja noite pouco importa


Pedro Calapez e André Gomes
Museu Coleção Berardo, Lisboa

Living City


Inserir cidade aqui
Livraria Flâneur, Porto

Pandemic


Performances de António Poppe, José Marrucho e Flávio Rodrigues
Biblioteca Municipal Almeida Garrett, Porto

Lavagem


Alice Ripoll
Lisnave, Almada

Cidadãos do Cosmos


Boris Groys
Rampa, Porto

Exposição comunidade


Cooperativa Rizoma
Plataforma Revólver, Lisboa

Hrönir ou Krönir


PIZZ BUIN
Centro Internacional das Artes José de Guimarães, Guimarães

5.ª edição de Human Entities


Alexandre Estrela
Palácio Sinel de Cordes, Lisboa

ARQUIVO:

O seguinte guia de eventos é uma perspectiva prévia compilada pela ARTECAPITAL, antecipando conferências, seminários, cursos ou outras iniciativas. Envie-nos informação (press-release, programa e imagem) dos próximos acontecimentos. Seleccionamos três eventos periodicamente, divulgando-os junto dos nossos leitores.

 


PEDRO NEVES MARQUES, LUÍS SILVA

Corpos Medievais




GALERIAS MUNICIPAIS DE LISBOA - TORREÃO NASCENTE DA CORDOARIA NACIONAL
Avenida da Índia
1300-299 LISBOA

11 SET - 11 SET 2021


Conversa entre Pedro Neves Marques e Luís Silva, 11 de Setembro às 16h, no Torreão Nascente da Cordoaria Nacional



Por ocasião da exposição 'Corpos Medievais' no Torreão Nascente da Cordoaria, as Galerias Municipais organizam uma conversa entre artista Pedro Neves Marques e o curador Luís Silva.

Através de um corpo de trabalho que inclui obras recentes, apresentadas pela primeira vez em Portugal, e uma peça inédita desenvolvida especificamente para 'Corpos Medievais', Pedro Neves Marques traça uma narrativa simultaneamente emocional, reflexiva e especulativa sobre a genderização dos corpos e da ciência bem como sobre a construção do binário natural vs. artificial. Intersetando estratégias de autoficção com os códigos da ficção científica soft, as obras apresentadas fazem eco de um conjunto de questões centrais ao pensamento contemporâneo como reprodução e gestação queer, receios de artificialidade e fluidez entre corpos humanos e não-humanos.


:::


Pedro Neves Marques (Lisboa, 1984) é artista visual, realizador e escritor. Teve exposições individuais em CA2M (Madrid), CaixaForum (Barcelona), 1646 (Haia), Castello di Rivoli (Turim), High Line e e-flux (Nova Iorque), Gasworks (Londres), Pérez Art Museum of Miami, Museu Colecção Berardo (Lisboa). Exposições colectivas e screenings recentes incluem Liverpool Biennial (Liverpool), Gwangju Biennale (Gwangju), Guangzhou Image Triennial (Guangzhou), Tate Modern Film (Londres), Serpentine Galleries Cinema (Londres) e Guangdong Times Museum (Guangzhou), bem como festivais de cinema como Toronto International Film Festival e New York Film Festival, entre outros. É co-fundadore da editora de poesia livros do pântano, com a qual publicou o livro de poemas Sex as Care and Other Viral Poems (2020). É autore de dois livros de contos, mais recentemente, Morrer na América (Abysmo e Kunsthalle Lissabon, 2017) e editou as antologias YWY, Searching for a Character Between Future Worlds (Sternberg Press, 2021), The Forest and The School (Archive Books, 2015) e co-editou o número do e-flux journal Supercommunity para a 65ª Bienal de Veneza (2015). Foi premiade com o Present Future Art Prize na feira de arte Artissima em 2018 e shortlisted para o Pinchuk Future Generation Art Prize 2021.

Luís Silva é um curador que vive e trabalha em Lisboa onde é diretor da Kunsthalle Lissabon.