Links

Subscreva agora a ARTECAPITAL - NEWSLETTER quinzenal para saber as últimas exposições, entrevistas e notícias de arte contemporânea.



ARTECAPITAL RECOMENDA


Outras recomendações:

All This Green Makes Me Tired


São Trindade
ZDB - Galeria Zé dos Bois, Lisboa

Cotonígero


Vanda Madureira
CAPC - Círculo de Artes Plásticas, Coimbra

Seja dia ou seja noite pouco importa


Pedro Calapez e André Gomes
Museu Coleção Berardo, Lisboa

Living City


Inserir cidade aqui
Livraria Flâneur, Porto

Pandemic


Performances de António Poppe, José Marrucho e Flávio Rodrigues
Biblioteca Municipal Almeida Garrett, Porto

Lavagem


Alice Ripoll
Lisnave, Almada

Cidadãos do Cosmos


Boris Groys
Rampa, Porto

Exposição comunidade


Cooperativa Rizoma
Plataforma Revólver, Lisboa

Hrönir ou Krönir


PIZZ BUIN
Centro Internacional das Artes José de Guimarães, Guimarães

5.ª edição de Human Entities


Alexandre Estrela
Palácio Sinel de Cordes, Lisboa

ARQUIVO:

O seguinte guia de eventos é uma perspectiva prévia compilada pela ARTECAPITAL, antecipando conferências, seminários, cursos ou outras iniciativas. Envie-nos informação (press-release, programa e imagem) dos próximos acontecimentos. Seleccionamos três eventos periodicamente, divulgando-os junto dos nossos leitores.

 


GABRIEL THIBAUDEAU

'BLACKMAIL' DE ALFRED HITCHCOCK




CINEMATECA
Rua Barata Salgueiro, 39 LISBOA
1269-059 LISBOA

14 SET - 14 SET 2021


SESSÃO: terça-feira 14 de setembro, às 19h00



Blackmail (1929), de Alfred Hitchcock


É já terça-feira 14 de setembro, às 19h00, que o grande compositor, pianista e maestro Gabriel Thibaudeau regressará à Cinemateca Portuguesa para acompanhar ao piano a versão original, muda, do filme “Blackmail”, realizado em 1929 por Alfred Hitchcock.

Compositor convidado por inúmeras instituições internacionais para criação de obras destinadas ou não ao acompanhamento de cinema (Les Grands Ballets Canadiens, Orquestra Sinfónica de Montréal, Museu do Louvre, National Gallery de Washington, Festival de Cannes…) Thibaudeau é também pianista acompanhante regular de cinema mudo na Cinémathèque Québécoise e em inúmeros fóruns internacionais dedicados à história do cinema, como o Festival “Il Cinema Ritrovato” de Bolonha.

Desta vez, acompanhará um dos mais famosos filmes mudos de Hitchcock, que, tendo sido objeto de uma outra versão, sonorizada e remontada, que a Cinemateca exibiu em várias ocasiões, volta portanto a ser mostrado naquilo que é a sua versão original, com poder iconográfico especialíssimo (Ciclo “Histórias de objetos, objetos nas histórias”).