Links

Subscreva agora a ARTECAPITAL - NEWSLETTER quinzenal para saber as últimas exposições, entrevistas e notícias de arte contemporânea.



ARTECAPITAL RECOMENDA




Outras recomendações:

Livro Verde: Contra-Arquitectura. Re-construir a Realidade


Lançamento do livro
MAAT, Lisboa

CICLO DE CONFERÊNCIAS FUNDAÇÃO CARMONA E COSTA 2021 – ARTE E CONTÁGIO


Manuel Castro Caldas
Fundação Carmona e Costa, Lisboa

JORGE SALAVISA – KEEP GOING


Marco Martins
Cinemateca, Lisboa

COLLECTING ARCHITECTURAL IDEAS DE NIALL HOBHOUSE, COM ÁLVARO SIZA


Niall Hobhouse, Álvaro Siza Vieira
FAUP - Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto, Porto

CONFERÊNCIA COM YVES MICHAUD


Yves Michaud
MAAT, Lisboa

CICLO DE CONFERÊNCIAS FUNDAÇÃO CARMONA E COSTA 2021 – ARTE E CONTÁGIO


4ª Sessão com António Filipe Pimentel
Fundação Carmona e Costa, Lisboa

Processos Criativos nas Ciências e nas Artes. A questão da participação pública


Catarina Pombo Nabais
Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, Lisboa

SIZA TALKS 2021: DISCURSOS SOBRE ARQUITETURA


CONVERSAS COM O LUGAR
Museu de Serralves - Museu de Arte Contemporânea, Porto

CICLO DE CONFERÊNCIAS FUNDAÇÃO CARMONA E COSTA 2021 – ARTE E CONTÁGIO


3ª Sessão com Vera Appleton
Fundação Carmona e Costa, Lisboa

RECUPERAR O CORPO


Sónia Baptista, Rita Só, Mónica Calle, Tiago Barbosa
Teatro São Luiz, Lisboa

ARQUIVO:

O seguinte guia de eventos é uma perspectiva prévia compilada pela ARTECAPITAL, antecipando conferências, seminários, cursos ou outras iniciativas. Envie-nos informação (press-release, programa e imagem) dos próximos acontecimentos. Seleccionamos três eventos periodicamente, divulgando-os junto dos nossos leitores.

 


VANDA MADUREIRA

Cotonígero




CAPC - CÍRCULO DE ARTES PLÁSTICAS
Piso Térreo do Edíficio da Biblioteca Municipal Parque de Santa Cruz, Jardim da Sereia
3001-401 COIMBRA

16 OUT - 16 OUT 2021


Performance "Cotonígero", de Vanda Madureira, no próximo sábado 16 de Outubro, às 17h30, no encerramento de sua exposição "Não me enrices a meada", no CPAC/Círculo Sede.




Não me enrices a meada
de Vanda Madureira

2021-07-03 / 2021-10-16


Ontem à noite, na minha rua toda a gente dormia, só eu desenhava
Doba, doba minha dobadoira doba, não me enrices a meada
Não me enrices o novelo, não me enrices o cabelo
Fio, risco, pelo… perdi a linha do pensamento
No momento em que a realidade bate, trago os sapatos desapertados, desatados
Quebra o lápis do tempo
Desenho ao vento
Dobra a linha



:::


Vanda Madureira é artista plástica, visual e performativa. Vive e trabalha em Coimbra.
Em 2002, licenciou-se em Artes Plásticas na Escola Superior de Artes e Design das Caldas da Rainha (ESAD.CR). Entre 2007 e 2009, frequentou o Mestrado em Arte Contemporânea da Escola das Artes da Universidade Católica Portuguesa, no Porto. Frequenta, desde 2013, o Doutoramento em Arte Contemporânea do Colégio das Artes da Universidade de Coimbra, encontrando-se em fase de redação da tese, que versa sobre as ligações potenciais entre desenho, corpo e performance, intitulando-se provisoriamente O Desenho como Potência.
Foi, é e será membro-ativa de vários coletivos artísticos. Destaca-se: Pizz Buin.
Desde 2005, explora a dimensão mais relacional do desenho num projeto intitulado Desenho de Depois do Buraco. Nesse aprofundamento, o desenho é a alavanca-gatilho para o envolvimento e cruzamento com outros campos disciplinares, estimulando ações e intervenções artístico-performativas que, por vezes, são bem acompanhadas por outros/as artistas cúmplices em regime de colaboração e coautoria.
Fez algumas incursões na música com os coletivos Cospe na Cobra e Motor ou como uma das Pombinhas de Tony Chaleira.