Links

Subscreva agora a ARTECAPITAL - NEWSLETTER quinzenal para saber as últimas exposições, entrevistas e notícias de arte contemporânea.



ARTECAPITAL RECOMENDA


Outras recomendações:

CICLO DE CINEMA


ILA BÊKA E LOUISE LEMOINE
Centro Cultural de Belém, Lisboa

MAX E RENÉ Lusco-Fusco


Teatro Praga / Associação A Avó Veio Trabalhar
Polo Cultural Gaivotas | Boavista, Lisboa

Jules et Jim


Jeanne Moreau
Cinema Monumental, Lisboa

A Salto - a Tomada Artística da Cidade de Elvas


Colectiva
Elvas, Elvas

VISITA ORIENTADA À EXPOSIÇÃO



Museu de Serralves - Museu de Arte Contemporânea, Porto

CICLO DE CINEMA


JOSÉ ÁLVARO MORAIS
Museu de Serralves - Museu de Arte Contemporânea, Porto

"das catástrofes às fontes de energia"


Portugal, um retrato ambiental - episódio 2
Círculo Sereia,

Translúcida


Mana Bernardes
Palácio Calheta,

Vontadde Indómita


King Vidor
Cinema Monumental, Lisboa

Dia Calouste Gulbenkian



Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa

ARQUIVO:

O seguinte guia de eventos é uma perspectiva prévia compilada pela ARTECAPITAL, antecipando conferências, seminários, cursos ou outras iniciativas. Envie-nos informação (press-release, programa e imagem) dos próximos acontecimentos. Seleccionamos três eventos periodicamente, divulgando-os junto dos nossos leitores.

 

share |

Encontro Cinema e Educação na Cinemateca Portuguesa




CINEMATECA
Rua Barata Salgueiro, 39 LISBOA
1269-059 LISBOA

20 ABR - 22 ABR 2017


Os Filhos de Lumière e a Cinemateca Portuguesa juntaram-se para organizar um encontro ao longo de 3 dias que irá interrogar as relações entre o Cinema e a Educação nas suas diferentes vertentes, e têm o grande prazer de vos convidar a participar.

Vivemos num tempo em que é considerado vital na Europa e no Mundo um maior conhecimento sobre o que é o cinema, no meio escolar e fora da escola, em que é reconhecida a importância do que representa a linguagem cinematográfica como modo de expressão artística e como forma de descoberta do mundo, da sua comunidade e de si próprio, e ainda das suas imensas possibilidades pedagógicas. Esse reconhecimento permite que sejam pensadas, experimentadas, partilhadas, através de programas europeus e internacionais, formas metodológicas extremamente eficazes e criativas para o encontro com o cinema, dirigidas a crianças, adolescentes mas também aos professores e todos os adultos interessados. Através destes programas são pensados e desenvolvidos importantes recursos pedagógicos, fruto desta experiência e reflexão conjunta, que se constituem como excelentes ferramentas disponíveis de forma gratuita para qualquer pessoa, ligada a uma escola, a uma entidade cultural ou educativa e interessada em conhecer e dinamizar estas práticas de sensibilização ao cinema.

Num tempo em que o Governo projecta uma nova política educativa transformadora, traçando o que deve ser o perfil do aluno à saída da escolaridade obrigatória, parece-nos este encontro extremamente oportuno e necessário para reflectir sobre todas estas questões, mas também sobre as diferentes experiências de uma pedagogia para o cinema.

O encontro contará com a presença de importantes convidados portugueses e estrangeiros: Alain Bergala - cineasta, autor de diversas obras sobre cinema, professor na Fémis e na Universidade em Paris - convidado em 2000 pelo Ministério da Educação e da Cultura francês para lançar as bases da educação para o cinema dentro da escola pública em França, tendo-se apoiado então na sua experiência no programa pedagógico Cinema, cent ans de jeunesse/Cinema cem anos de Juventude (do qual esta associação faz parte desde 2006 e que, desde então, tem vindo a ser implantado em várias escolas portuguesas); Nathalie Bourgeois, coordenadora do mesmo programa (Cinema, cent ans de jeunesse/Cinema cem anos de Juventude) na Cinemateca Francesa; os coordenadores do programa europeu CinEd; cineastas e técnicos de cinema; professores envolvidos - ou interessados em envolver-se - em projectos de cinema na escola.

Na abertura deste encontro será apresentado o filme Révolution-École 1918-1939, dia 20 de Abril às 21h30, com a presença da realizadora Joanna Grudzinska, na Sala M. Félix Ribeiro. Com base em documentos de arquivo, são aqui abordadas as ideias e experiências de pedagogos como Rudolf Steiner, Maria Montessori, Celestin Freinet, Alexander S. Neill, Ovide Decroly, Paul Geheeb ou Januz Korczak, num tempo em que professores, escritores, educadores, filósofos, artistas e psicanalistas de todo o mundo se juntaram, através de uma rede comum, para reflectir e reinventar a educação e para estabelecer algumas regras básicas. A presença das artes era parte integrante dessas regras. Foi com a chegada do fascismo e do nazismo que este importante movimento foi interrompido, mas muitas destas experiências impressionantemente inovadoras são, ainda hoje, uma importante referência para quem procura outras formas de educação.

Este encontro dirige-se a todos aqueles que se interessam pela educação e a possibilidade da sua transformação, através da reflexão sobre a introdução de novas metodologias, nomeadamente a prática do cinema dentro da escola, a familiarização com espaços culturais (sessões de projecção em grande écran e conversa sobre o filme), numa relação próxima e em diálogo com aqueles que o fazem.


PROGRAMA

20 Abril
21h30 Révolution École 1918-1939, de Joanna Grudzinska (legendado electronicamente em português), com a presença da realizadora.

21 Abril
10h – 17h Encontro (com autores e investigadores no campo da educação e da cultura)
19h A Professora da Aldeia, de Mark Donskoy (legendado electronicamente em português)

22 Abril
10h – 13h Encontro (continuação)