Links


AS ESCOLHAS DE...


ANDREIA GARCIA

Artecapital

2019-05-30



 

 

Andreia Garcia

Entre a arquitetura, a curadoria e o ensino

_________________________________________________________________________________________________

 

 

 

Qual a última boa exposição que viu?

Awdiˈtɔrju de Pedro Tudela, com curadoria de Miguel Von Hafe Pérez. Uma exposição que supera qualquer entendimento de materialização site-specific. A (trans)formação em três manifestações dialogantes que provocam o conhecimento que temos do espaço da Sala das Caldeiras da Central Tejo e nos envolvem com uma nova experiência espacial. O público que a viu fez parte da construção de uma narrativa e definiu a sua própria circunstância pela incidência do seu percurso, decidindo os seus movimentos, sem apneia. Estes que por fim ficaram mapeados numa memória sonora que permitiu sentir uma nova dimensão desta arquitetura, a do som.

 

 


Que livro está a ler?

Vou cruzando leituras de livros em simultâneo. Neste momento leio To Become Two – Propositions for a Collective Practice de Alex Martin Roe, Design as Learing: A school of Schools Reader com a edição de Vera Saccheti para a 4ª edição da Bienal de Design de Istambul, The work of Art in the Age on Mechanical Reprodution de Walter Benjamin e um catálogo do projeto Lambes do Mal que comprei na ARCO de Lisboa.


Que música está no topo da sua playlist atual?

A que está a tocar agora é a Perfect Day do Lou Reed (feat. Antony).


Um filme que gostaria de rever…

Tenho-me lembrado muito da trilogia Três Cores: Azul, Branco e Vermelho do Krzysztof Kieslowski. Apetece-me mergulhar de novo na sofisticação dos seus jogos de interpretação de destino em que o acaso e o íntimo inatingível perdem para o destino e os simbolismos do universo psicológico.

 

 


O que deve mudar?

O tempo. Ao minuto é hoje exigido que tenha mais do que 60 segundos, mas estes passam hoje mais rápido do que ontem. Na verdade, 59 dos 60 segundos são passados a olhar para um ecrã que nos vomita uma humanização desfiguradamente perfeccionista. Sem querer ser saudosista, preferia quando éramos todos personagens de uma dinâmica menos veloz, e assumíamos figuras mais concretas com espaço à imaginação, com tempo à intimidade, ao processo, ao pensamento, à crítica. Estamos famintos de ultrapassar o nosso próprio tempo, mas somos nós quem o queima com ressonâncias sobressaltadas, desreguladas, que nos chegam de todo o lado, de forma indiferente ou programada, e nos transformam a todos em cordeiros de um rito estranho que sacia na proporção da velocidade com que a dinâmica nos demora.


O que deve ficar na mesma?

O desejo de mudar. Nesta entrevista foi o tempo, amanhã que seja outra coisa.


Qual foi a primeira obra de arte que teve importância real para si?

Seated Figure de Francis Bacon, 1961, e toda a atenção à condição psicológica humana encerrada na dimensão invisível da arquitetura.

 

 


Qual a próxima viagem a fazer?

México. Tenho muita vontade de imergir na arquitetura do Barragan.


O que imagina que poderia fazer se não fizesse o que faz?

Tudo que profissionalmente faço deriva do facto de ser arquiteta – a sua prática, a escrita, o ensino e a curadoria. Gostava de estudar escultura e música, mas não me imagino a fazer algo diferente, se não a juntar novas competências ao que faço.


Se receber um amigo de fora por um dia, que programa faria com ele?

Levava-o a passear, se gostasse de olhar a cidade. Levava-o a algumas galerias, se gostasse de arte. Levava-o à Casa Nanda, se gostasse de comer. Levava-o ao Passos Manuel, se gostasse de dançar.


Imaginando que organiza um jantar para 4 convidados, quem estaria na sua lista para convidar? Pode considerar contemporâneos ou já desaparecidos.

Helena Almeida, Lina Bo Bardi, Marina Abramovic e Simone de Beauvoir.


Quais os seus projetos para o futuro?

Até dia 27 de julho tenho a decorrer a Bienal de Arte Contemporânea da Maia com a minha curadoria geral. Estou também a preparar uma exposição para a Roca Gallery em Lisboa para setembro. Entre os projetos de arquitetura, a curadoria e a escrita, interessa-me continuar a construir relações entre a arquitetura e a arte, entre a obra e o lugar expositivo, entre o corpo do espectador e a situação experiencial.

 

 




Outros artigos:

2019-07-13


THIERRY FERREIRA
 

2019-05-30


ANDREIA GARCIA
 

2019-04-01


Julia Flamingo
 

2019-02-01


CECÍLIA SILVEIRA
 

2018-10-28


LEONOR VEIGA
 

2018-09-28


LUDGERO ALMEIDA
 

2018-08-23


ADRIANA MOLDER
 

2018-06-27


VÂNIA ROVISCO
 

2018-05-29


ANA BALONA DE OLIVEIRA
 

2018-04-18


AIRES DE GAMEIRO
 

2018-03-17


PEDRO PIRES
 

2018-01-26


RUI NETO
 

2017-12-22


EUNICE GONÇALVES DUARTE
 

2017-11-18


ILIDIO CANDJA CANDJA
 

2017-10-16


RUI GUEIFÃO
 

2017-09-02


DIOGO DA CRUZ
 

2017-07-26


FRANCISCO CAMACHO
 

2017-06-29


MIGUEL BONNEVILLE
 

2017-05-31


JOSÉ FILIPE COSTA
 

2017-04-27


INÊS TELES
 

2017-03-24


MARIA JOÃO MACHADO
 

2017-02-11


JOÃO LAGARTO
 

2017-01-17


MIGUEL CLARA VASCONCELOS
 

2016-12-15


ANDREA BRANDÃO
 

2016-11-09


SÓNIA BAPTISTA
 

2016-10-02


DANIEL JONAS
 

2016-07-27


SÃO JOSÉ CORREIA
 

2016-06-28


BRUNO CIDRA
 

2016-05-17


ANDRÉ ROMÃO
 

2016-04-23


ELISA PÔNE
 

2016-03-15


SOFIA MARÇAL
 

2016-02-11


JORGE DA COSTA
 

2015-12-31


MÁRIO TEIXEIRA DA SILVA
 

2015-11-30


FABRICE ZIEGLER
 

2015-10-21


PEDRO BERNARDES
 

2015-09-16


CRISTINA ATAÍDE
 

2015-07-28


BÁRBARA FONTE
 

2015-06-24


ÂNGELA FERREIRA
 

2015-05-10


SÃO TRINDADE
 

2015-04-13


JOSÉ RAPOSO
 

2015-03-17


LUÍS SILVA
 

2015-02-09


JOSÉ MAIA | MANUEL SANTOS MAIA
 

2015-01-06


JOÃO PINHARANDA
 

2014-12-03


JOSÉ MAÇÃS DE CARVALHO
 

2014-11-08


NAMALIMBA COELHO
 

2014-09-26


RITA BARROS
 

2014-09-02


ALBUQUERQUE MENDES
 

2014-07-25


ANTÓNIO OLAIO
 

2014-06-17


FÁTIMA LAMBERT
 

2014-05-12


HUGO BARATA
 

2014-04-17


ANA RITO
 

2014-03-13


MIGUEL BRANCO
 

2014-02-12


JOÃO FONTE SANTA
 

2014-01-06


MARINA BAIRRÃO RUIVO
 

2013-11-29


ANTÓNIO CARAMELO
 

2013-10-29


XANA
 

2013-09-18


DANIEL BLAUFUKS
 

2013-08-12


MIRIAN TAVARES
 

2013-07-11


SÉRGIO MAH
 

2013-06-14


LUÍS ALEGRE
 

2013-05-01


PEDRO CABRAL SANTO
 

2013-04-03


MANUEL JOÃO VIEIRA
 

2013-03-11


PEDRO BARATEIRO
 

2013-02-05


SARA & ANDRÉ
 

2013-01-02


ANDRÉ GOMES
 

2012-12-03


JOÃO ONOFRE
 

2012-11-05


JOSÉ LUÍS NETO
 

2012-10-09


LÚCIA MARQUES
 

2012-09-10


INEZ TEIXEIRA
 

2012-08-07


VASCO ARAÚJO
 

2012-07-04


NUNO CERA
 

2012-06-14


JULIÃO SARMENTO