Links

ENTREVISTA



NUNO CERA


Nuno Cera foi o primeiro convidado do programa de residências artísticas em Macau promovido pela associação Babel. Com início em Setembro deste ano, o artista passou um mês a viver e a trabalhar em Macau, apresentando no próximo ano os resultados numa exposição que combinará também trabalhos anteriores. Esta residência tem como objectivo criar novos olhares sobre Macau, promovendo o intercâmbio internacional. Margarida Saraiva, curadora do programa de residências e responsável pela Babel, conversou com Nuno Cera sobre este e outros projectos recentes.
LER MAIS

O ESTADO DA ARTE



JOANA CONSIGLIERI


EDUCAÇÃO SENTIMENTAL. A COLEÇÃO PINTO DA FONSECA
Quando contemplamos uma coleção, debruçamos-nos quase sempre sobre a sensibilidade de um olhar de um determinado autor, o colecionador, um gosto de uma dada personalidade, cuja curiosidade é imbuída da paixão pela obra de arte, por abarcar a vida, o conhecimento, o significado, o valor emocional, uma aspiração de algo que sonha. Educação Sentimental. A Coleção Pinto da Fonseca reflete o diálogo entre duas visões e experiências estéticas, que se cruzam e se entrelaçam intimamente entre a vida e a cultura.
LER MAIS

PERSPETIVA ATUAL

NICOLÁS NARVÁEZ ALQUINTA


INCOGNITUM: CIRCUM-NAVEGAÇÕES CONTEMPORÂNEAS. ENTREVISTA A ISABEL CARLOS
No passado mês de julho, a curadora e crítica de arte Isabel Carlos visitou Santiago de Chile, por ocasião da apresentação do projeto de intercâmbio cultural entre o Chile e Portugal Incognitum: Circum-navegações Contemporâneas, a desenvolver-se entre 2019 e 2021, no âmbito dos 500 anos da circum-navegação de Fernão de Magalhães. O projeto Incognitum, criado pelo artista, académico e investigador chileno Raúl Miranda, em parceria com Isabel Carlos, visará criar um encontro entre dez artistas chilenos e dez artistas portugueses ou ligados à arte portuguesa.
LER MAIS


OPINIÃO

CONSTANÇA BABO


CHRISTIAN BOLTANSKI NO FÓRUM DO FUTURO
O artista francês é altamente ativo no seu tempo a partir de uma aproximação que nutre com o passado, patente em toda a sua obra, esta que se revela enquanto história, memória e tempo, em relação com determinados espaços e/ou acontecimentos. O conceito que intitulou a sessão de Boltanski, Transmissão, foi, precisamente, o ponto de partida da sua conferência.
LER MAIS

ARQUITETURA E DESIGN

HELENA OSÓRIO


PARTE II - FOZ VELHA E FOZ NOVA: PATRIMÓNIO CLASSIFICADO (OU NEM POR ISSO)
A Foz Velha, típica pelo casario baixo e ruas assimétricas e estreitas, encontra-se cada vez mais ameaçada por construções em altura e em permanente desrespeito pelos volumes vizinhos. Pior é o panorama da Foz Nova. As casas antigas já se contam pelos dedos. Vão-se preservando fachadas, fazendo crescer prédios em altura e moradias “encavalitadas” em condomínios fechados. Alguns construtores têm o cuidado de colocar tapumes elevados e de pintar vidraças para não se ver a destruição de interiores; outros exibem à descarada a má direção das obras, onde são reis o betão e o tijolo (esquecendo o tijolo maciço artesanal – o tradicional tijolo burro).
LER MAIS

MÚSICA

RICARDO ESCARDUÇA


LLAMA VIRGEM – “desconseguiste?”
O ambiente psych das harmonias febris e dos loops alucinogénios do electro-rock do trio assegura o leito adequado no qual escorre e do qual se destaca o principal atributo de Llama Virgem, a mensagem destilada pelas letras que queimam o ouvido num spoken word que alterna entre registos mais cálidos e mais incandescentes. Llama Virgem não levam ninguém ao engano: o destino do seu projecto é explicitamente interventivo.
LER MAIS




:: Primeira individual de Ricardo Passaporte em Paris



PREVIEW

Field Works - Triangle Network 7ª Edição | 2 a 16 Dez, Hangar


Field Works é a 7ª edição do Workshop Internacional organizado pelo Hangar em parceria com a rede internacional Triangle Network.
LER MAIS

EXPOSIÇÕES ATUAIS

GUSTAVO JESUS

EXALTAÇÃO DO INTERVALO


Associação 289, Faro

O que difere o ato criador de um outro ato, também capaz de criar objetos? Esta questão é fulcral para o artista Gustavo Jesus. Na sua obra o jogo é um princípio ativador de um conjunto de ideias que o artista quer partilhar connosco.
LER MAIS MIRIAN TAVARES

COLECTIVA

A GUERRA COMO MODO DE VER: OBRAS DA COLEÇÃO ANTÓNIO CACHOLA


MACE - Museu de Arte Contemporânea de Elvas, Elvas
A exposição teve como ponto de partida diferentes modos de ver o contexto político, social e cultural de um Portugal pós-revolução de Abril, [supostamente] livre e democrático na sua relação com o mundo contemporâneo.
LER MAIS LUÍS RIBEIRO

5ª EDIÇÃO

FUCKIN` GLOBO 2018


Hotel Globo, Luanda
Com a Fuckin` Globo está-se em presença da mais experimental, ousada, problemática, atípica e irreverente das exposições de arte patente agora ao público, tanto pelo modo como foi concebida como pela maneira como se projecta ao celebrar a arte à margem do oficialismo, do extremismo nacionalista, dos discursos identitários trasnoitados.
LER MAIS ADRIANO MIXINGE

COLECTIVA

BIENAL DE SÃO PAULO


Bienal de São Paulo, São Paulo
Segunda mais antiga e importante do mundo, a Bienal de São Paulo passa pela sua 33ª edição sem uma temática principal ou curador como figura maior. Pode-se pensar que esses elementos - ou a falta deles - transformariam os mais de 25 mil metros quadrados do Pavilhão da Bienal num excesso de informação visual e confusão de narrativas. O que se vê, pelo contrário, é o apreço pela organização e o cuidado pela experiência individual.
LER MAIS JULIA FLAMINGO

A COLECÇÃO PINTO DA FONSECA

EDUCAÇÃO SENTIMENTAL


Museu Arpad Szenes - Vieira da Silva, Lisboa
Habitam estas paredes várias visões: as dos artistas que criaram as obras, a do coleccionador que as adquiriu e a do curador que as seleccionou. Quando se junta à visão do coleccionador a do curador, o resultado só pode ser de uma sinceridade pura. A sinceridade de quem adquiriu as obras não pensando no valor monetário mas sim no seu valor estético e sentimental, de quem viveu junto dos artistas partilhando as suas vivências e de quem olhou para as obras com outros olhos.
LER MAIS NATÁLIA VILARINHO

RUI CHAFES E ALBERTO GIACOMETTI

GRIS, VIDE, CRIS


Fundação Calouste Gulbenkian – Delegação em França, Paris
Em primeiro lugar, a proximidade pode surpreender: qual a relação entre Alberto Giacometti e o escultor português Rui Chafes? Nem semelhança de formas, nem experiências comuns, nem uma qualquer filiação. Que ideia absurda de os reunir, de os fazer dialogar nesta exposição na Fundação Gulbenkian em Paris?
LER MAIS MARC LENOT

PATRÍCIA SERRÃO

WELTSCHMERZ


CECAL – Centro de Experimentação e Criação Artística de Loulé, Loulé
Parece anacrónico falar-se de Romantismo quando queremos falar do trabalho de uma artista, nascida quase no século XXI, cuja obra somente começa a dar sinais de si em recentes exposições. Mas, Patrícia Serrão assumiu de forma consciente ou inconsciente o papel que este período histórico-artístico exerce nas suas criações.
LER MAIS MIRIAN TAVARES