Links


MÚSICA


SRSQ – “UNREALITY”

RICARDO ESCARDUÇA

2018-10-29



 

 

“Unreality” servirá, entre outros, o propósito pertinente e oportuno de fazer recordar o contraste entre a ilusão idealista de garantia e controlo e a realidade inescapável da fragilidade e vulnerabilidade da condição humana.

SRSQ, o projecto a solo da vocalista e teclista californiana Kennedy Ashlyn, talvez não existisse sequer, ou porventura existiria em outra dimensão que não aquela da qual afinal emerge, a de acertar contas com o passado. O álbum de estreia encorpa o trauma e a purga do luto pela amiga e guitarrista Cash Askew, uma de entre as dezenas de vítimas de um incêndio urbano no decurso de um concerto num armazém em Oakland convertido em espaço artístico, assim extinguindo o duo dreamwave e shoegaze Them Are Us Too da baía de S. Francisco a que ambas davam a face. O que este contexto íntimo, exposto nu e cru às custas da coragem para o enfrentar, imprime em “Unreality” é a agregação da dimensão sublime desta esfera pessoal e trágica à da beleza da obra lírica e musical.

 

 

Na sua maioria lúgubre, melancólico e desconsolado, “Unreality” biografa os cacos do passado, as angústias do presente e os receios do futuro. Porém, não arrasta consigo e tão-pouco induz a depressão da morte; antes exalta a experiência e percepção emocionais, transformadoras do trágico em belo. O conjunto das oito faixas instala um vórtice de sentimentos que, entre o lamento da memória e a exultação da ilusão, fazem ainda colidir a angústia da desorientação, o desespero da dor, a reconciliação da resignação, a celebração da gratidão e a resiliência da sobrevivência. E é, acima de tudo, na empatia que reside a distinção de “Unreality”.

Em posição de destaque, em muito construindo a sonoridade tão sombria quão espectral de todo o álbum, a distinta performance da voz dinâmica e dramática de Ashlyn, tão sedutora quão assombradora, ecoa e faz reverberar versos amargurados e carpidos, mas comoventes, que reflectem aquela turbulência de emoções variadas, não só através da exploração da amplitude vocal, que ascende desde suaves e subtis murmúrios a operáticas e majestosas projecções mas também por via da poesia em si mesma. Se em “Cherish”, é “Now you are sans life, and I’d give anything to be us”, em “The Martyr” é “I struggle just to keep from going under”, e em “Procession” é “I’ll see your face each rose that blooms”. No refrão de “Mixed Style” surge “In the night I find I know euphoria / Soon the tide will fall to my dystopia / In this place we can defy mortality / Lead me to survive this unreality”.

 

 

Por entre os meandros dos vocais, tão encantadores quão desconcertantes, ilustrando esta mesma intensidade ambígua da nostalgia e da catarse, Ashlyn convoca estilos musicais que concorrem entre si tanto quanto se complementam, e que resultam numa unidade coerente e singular. Às várias facetas da voz juntam-se melodias arejadas e esvoaçantes de sintetizadores que, à primeira vista, evocam o dreamwave dos anos ’80 e levam à precipitada aderência de SRSQ a Cocteau Twins, como em “Cherish” ou “Procession. Mera falácia que, assim mesmo, não chega a oferecer a resolução para a perda sepulcral. “Only One”, ainda que remotamente anexo a essa tal atmosfera dreamy, rapidamente se distancia ao adensar e obscurecer as harmonias vocais e instrumentais dessa substância etérea apenas na aparência, em resultado das camadas adicionais de sintetizadores e efeitos sonoros noise mais glaciais e obscuras, complementadas pelo minimalismo metálico dos beats e da percussão electrónica, resultando num ambiente espessamente texturado que se afasta daquela origem. “The Martyr” ou “Mixed Style” dão continuidade a essa carga quando se condensam e adensam num darkwave e synth-goth que, em “No Reason” se torna disforme e abstracto e, em “Permission”, se agrega ao industrial e techno.

 

 

Além da pungência da sua música, a notabilidade de Ashlyn e desta estreia a solo advém da sua imediata e compulsiva capacidade para entrelaçar som e emoção e aderir ao âmago mais íntimo, e nesse encontro sofrer sem sucumbir e curar-se da sua história, a sua ou aquela de com quem ela se cruzar. “Unreality” comove, é o que a arte faz.


“Unreality” tracklist
1. Prelude
2. The Martyr
3. Cherish
4. Procession
5. Mixed Tide
6. No Reason
7. Permission
8. Only One

 




Outros artigos:

2018-10-29


SRSQ – “UNREALITY”
 

2018-09-25


LIARS – “1/1”
 

2018-07-25


LEBANON HANOVER - “LET THEM BE ALIEN”
 

2018-06-24


LOMA – “LOMA”
 

2018-05-23


SUUNS – “FELT”
 

2018-04-22


LOLINA – THE SMOKE
 

2018-03-17


ANNA VON HAUSSWOLFF - DEAD MAGIC
 

2018-01-28


COUCOU CHLOÉ
 

2017-12-22


JOHN MAUS – “SCREEN MEMORIES”
 

2017-11-12


HAARVÖL | ENTREVISTA
 

2017-10-07


GHOSTPOET – “DARK DAYS + CANAPÉS”
 

2017-09-02


TATRAN – “EYES, “NO SIDES” E O RESTO
 

2017-07-20


SUGESTÕES ADICIONAIS A MEIO DE 2017
 

2017-06-20


TIMBER TIMBRE – A HIBRIDIZAÇÃO MUSICAL
 

2017-05-17


KARRIEM RIGGINS: EXPERIÊNCIAS E IDEIAS SOBRE RITMO E HARMONIAS
 

2017-04-17


PONTIAK – UM PASSO EM FRENTE
 

2017-03-13


TRISTESSE CONTEMPORAINE – SEM ILUSÕES NEM DESILUSÕES
 

2017-02-10


A PROJECTION – OBJECTOS DE HOJE, SÍMBOLOS DE ONTEM
 

2017-01-13


AGORA QUE 2016 TERMINOU
 

2016-12-13


THE PARKINSONS – QUINZE ANOS PUNK
 

2016-11-02


patten – A EXPERIÊNCIA DOS SENTIDOS, A ALTERAÇÃO DA PERCEPÇÃO
 

2016-10-03


GONJASUFI – DESCIDA À CAVE REAL E PSICOLÓGICA
 

2016-08-29


AGORA QUE 2016 VAI A MEIO
 

2016-07-27


ODONIS ODONIS – A QUESTÃO TECNOLÓGICA
 

2016-06-27


GAIKA – ENTRE POLÍTICA E MÚSICA
 

2016-05-25


PUBLIC MEMORY – A TRANSFORMAÇÃO PASSO A PASSO
 

2016-04-23


JOHN CALE – O REECONTRO COM O PASSADO EM MAIS UMA FACE DO POLIMORFISMO
 

2016-03-22


SAUL WILLIAMS – A FORÇA E A ARTE DA PALAVRA ALIADA À MÚSICA
 

2016-02-11


BIANCA CASADY & THE C.I.A – SINGULARES EXPERIMENTALISMO E IMAGINÁRIO
 

2015-12-29


AGORA QUE 2015 TERMINOU
 

2015-12-15


LANTERNS ON THE LAKE – SOBRE FORÇA E FRAGILIDADE
 

2015-11-11


BLUE DAISY – UM VÓRTEX DE OBSCURA REALIDADE E HONESTA REVOLTA
 

2015-10-06


MORLY – EM REDOR DE REVOLUÇÕES, REFORMULAÇÕES E REINVENÇÕES
 

2015-09-04


ABRA – PONTO DE EXCLAMAÇÃO, PONTO DE EXCLAMAÇÃO!! PONTO DE INTERROGAÇÃO?...
 

2015-08-05


BILAL – A BANDEIRA EMPUNHADA POR QUEM SABE QUEM É
 

2015-07-05


ANNABEL (LEE) – NA PRESENÇA SUPERIOR DA PROFUNDIDADE E DA EXCELÊNCIA
 

2015-06-03


ZIMOWA – A SURPREENDENTE ORIGEM DO FUTURO
 

2015-05-04


FRANCESCA BELMONTE – A EMERGÊNCIA DE UMA ALMA VELHA JOVEM
 

2015-04-06


CHOCOLAT – A RELEVANTE EXTRAVAGÂNCIA DO VERDADEIRO ROCK
 

2015-03-03


DELHIA DE FRANCE, PENTATONES E O LIRISMO NA ERA ELECTRÓNICA
 

2015-02-02


TĀLĀ – VOLTA AO MUNDO EM DOIS EP’S
 

2014-12-30


SILK RHODES - Viagem no Tempo
 

2014-12-02


ARCA – O SURREALISMO FUTURISTA
 

2014-10-30


MONEY – É TEMPO DE PARAR
 

2014-09-30


MOTHXR – O PRAZER DA SIMPLICIDADE
 

2014-08-21


CARLA BOZULICH E NÓS, SOZINHOS NUMA SALA SOTURNA
 

2014-07-14


SHAMIR: MULTI-CAMADA AOS 19
 

2014-06-18


COURTNEY BARNETT
 

2014-05-19


KENDRA MORRIS
 

2014-04-15


!VON CALHAU!
 

2014-03-18


VANCE JOY
 

2014-02-17


FKA Twigs
 

2014-01-15


SKY FERREIRA – MORE THAN MY IMAGE
 

2013-09-24


ENTRE O MAL E A INOCÊNCIA: RUTH WHITE E AS SUAS FLOWERS OF EVIL
 

2013-07-05


GENESIS P-ORRIDGE: ALMA PANDRÓGINA (PARTE 2)
 

2013-06-03


GENESIS P-ORRIDGE: ALMA PANDRÓGINA (PARTE 1)
 

2013-04-03


BERNARDO DEVLIN: SEGREDO EXÓTICO
 

2013-02-05


TOD DOCKSTADER: O HOMEM QUE VIA O SOM
 

2012-11-27


TROPA MACACA: O SOM DO MISTÉRIO
 

2012-10-19


RECOLLECTION GRM: DAS MÁQUINAS E DOS HOMENS
 

2012-09-10


BRANCHES: DOS AFECTOS E DAS MEMÓRIAS
 

2012-07-19


DEVON FOLKLORE TAPES (II): SEGUNDA PARTE DA ENTREVISTA COM DAVID CHATTON BARKER
 

2012-06-11


DEVON FOLKLORE TAPES - PESQUISAS DE CAMPO, FANTASMAS FOLCLÓRICOS E LANÇAMENTOS EM CASSETE
 

2012-04-11


FC JUDD: AMADOR DA ELETRÓNICA
 

2012-02-06


SPETTRO FAMILY: OCULTISMO PSICADÉLICO ITALIANO
 

2011-11-25


ONEOHTRIX POINT NEVER: DA IMPLOSÃO DOS FANTASMAS
 

2011-10-06


O SOM E O SENTIDO – PÁGINAS DA MEMÓRIA DO RADIOPHONIC WORKSHOP
 

2011-09-01


ZOMBY. PARA LÁ DO DUBSTEP
 

2011-07-08


ASTROBOY: SONHOS ANALÓGICOS MADE IN PORTUGAL
 

2011-06-02


DELIA DERBYSHIRE: O SOM E A MATEMÁTICA
 

2011-05-06


DAPHNE ORAM: PIONEIRA ELECTRÓNICA E INVENTORA DO FUTURO
 

2011-03-29


TERREIRO DAS BRUXAS: ELECTRÓNICA FANTASMAGÓRICA, WITCH HOUSE E MATER SUSPIRIA VISION
 

2010-09-04


ARTE E INOVAÇÃO: A ELECTRODIVA PAMELA Z
 

2010-06-28


YOKO PLASTIC ONO BAND – BETWEEN MY HEAD AND THE SKY: MÚLTIPLA FANTASIA EM MÚLTIPLOS ESTILOS
 
Generic levitra price no buy viagra canada prescription viagra from generic canada online http://www.socgeografialisboa.pt/sildenafil-for-women-cream/ tabletten sildenafil, viagra without prescription propecia canada prices.
Tadalafil walmart tablets sildenafil in india http://www.saludos.com/healthcare/hchome.htm cialis vs viagra drug cialis online prices http://www.saludos.com/award.htm erectile dysfunction pills online, viagra uk order buying viagra discount sildenafil generic.
Usa buy cheap cialis no tadalafil cheap prescription http://www.saludos.com/healthcare/hchome.htm cialis vs viagra daily use levitra overdose http://www.saludos.com/award.htm cheap ed pills, viagra price lowest from viagra india online.
Buy 1mg finasteride sildenafil india citrate women cheap 200mg viagra buy levitra 20 mg online, cheap india levitra levitra viagra cialis.
Tadalafil in india price cialis 20mg cheap sildenafil citrate cialis tadalafil vs buy viagra next day delivery uk, canada for cialis sale in generic viagra cialis kaufen levitra.
Tadalafil costco 100mg cheap sildenafil tablets viagra price in india gel cialis levitra viagra, india 100 mg sildenafil tablets programa cialis.
Which viagra is safer vs cialis can buy india viagra the in counter i over propecia discount propecia australia price online, prescription no cialis overnight cheap canada viagra from buying.
Sale for 200 viagra mg online buy levitra plus levitra http://www.socgeografialisboa.pt/vardenafil-price/ vardenafil oder sildenafil, france levitra cialis generic cheapest price.
Viagra vs cialis tablets dapoxetine sildenafil 20mg? is tadalafil use what of the sildenafil dosing, cialis verkaufen india propecia cost.