Links

NOTÍCIAS


ARQUIVO:

 


RETROSPECTIVA DE MICHAEL SNOW EM FEVEREIRO NA CINEMATECA

2019-01-09




Em fevereiro, o cineasta, músico e artista Michael Snow (n.1928, Canadá), nome fundamental do cinema experimental e da história do cinema em geral, que conquistou notoriedade ainda nos anos sessenta com o importantíssimo WAVELENGHT (1967), estará na Cinemateca a apresentar uma retrospetiva integral da sua obra cinematográfica. O programa inicia-se dia 16, Sábado, às 19h00 com a sua presença, e prolonga-se até 28 de Fevereiro.

Ao todo serão exibidos 25 filmes concebidos especificamente para sala de cinema, uma mostra abrangente e uma homenagem que engloba uma conversa com o cineasta que acaba de completar 90 anos, e cujo trabalho, ao longo de mais de seis décadas, tem envolvido uma multiplicidade de disciplinas, meios e suportes, como a pintura, escultura, filme, fotografia, vídeo, som, música e instalação.

Se Michael Snow se iniciou como artista plástico e pianista nas áreas do jazz e da música improvisada, no corpus da sua obra o cinema teve desde cedo um lugar essencial pelo modo os filmes contribuíram fortemente para uma interrogação sobre a própria natureza do cinema, influenciando sucessivas gerações de cineastas e artistas. Entre os títulos a exibir estão os incontornáveis "clássicos" do cinema experimental como WAVELENGHT e LA RÉGION CENTRALE (1971), mas também o muito raro FUNNEL PIANO (1984), ou os mais recentes REVERBERLIN (2006) e PUCCINI CONSERVATO (2008).

Michael Snow regressa agora a Lisboa depois de ter estado na Culturgest em 2018 a acompanhar a exposição individual “O Som da Neve”, e logo após uma passagem pela Tate Modern, em Londres, onde estreará a sua última performance audiovisual, WAIVELENGHT (2019), variação em torno do filme de 1967.




Fonte: Cinemateca