Links

NOTÍCIAS


ARQUIVO:

 


FESTIVAL CIRCULAR DE VILA DO CONDE ARRANCA COM EXPOSIÇÃO EVOCATIVA DOS 15 ANOS

2019-09-18




A 15.ª edição do Circular Festival de Artes Performativas de Vila do Conde arranca esta quinta-feira com uma evocação dos 15 anos do evento, através de uma exposição que destaca o envolvimento do público.
Os responsáveis pela organização do certame, que acontece de 19 a 28 de setembro, na cidade de Vila do Conde, no distrito do Porto, consideram ter reunido "um programa eclético e multidisciplinar que inclui espetáculos únicos que atravessam várias áreas artísticas como a dança, a música, o teatro, a `performance` ou o pensamento crítico".

Antes da apresentação desses espetáculos, vários deles em estreia nacional, a longevidade do festival será assinalada através da exposição "De volta. 15 anos do Circular", da autoria de Susana Medina, que reúne um conjunto de documentos, que espelham os processos de envolvimento do público nas anteriores edições.

A inauguração desta exposição, que acontece no Teatro Municipal de Vila do Conde, servirá de `aperitivo` para a primeiro espetáculo do Circular, na quinta-feira, com a apresentação, em estreia nacional, de "#PUNK", uma criação da coreógrafa do Zimbabué Nora Chipaumire.

Ainda no âmbito das estreias nesta edição do Circular, no dia 20 de setembro sobe ao palco "I know it when I see it", de Luísa Saraiva e Carlos Azeredo Mesquita, numa coprodução da Circular Associação Cultural.

A 21 de setembro, e com o intuito de levar o festival a vários espaços de Vila do Conde, será apresentada nas instalações do Rancho da Praça, e também em estreia absoluta, a peça de teatro "Ma vie va changer", onde Nuno Lucas se junta aos atores Frédéric Danos e Geoffrey Carey e, durante uma refeição, à volta de uma mesa, fabulam sobre o quotidiano.

Pouco depois, no Teatro Municipal de Vila do Conde, os Sensible Soccers apresentam um concerto apelidado "No quarto das danças", onde os músicos se debruçam sobre a ideia de um Portugal feito de memórias inventadas.

No dia 25 de setembro, Ana Pi apresenta o filme "NoirBLUE, les déplacements d`une dance", que será seguido de uma conversa com a autora.

A pensar no público mais jovem a pianista Joana Gama apresenta, a 26 de setembro, no Conservatório de Música de Vila do Conde, o concerto comentado com o título "Eu gosto muito do Senhor Satie".

Outra estreia absoluta é protagonizada por Catarina Gonçalves e Filipe Caldeira, através da apresentação de "Abrupta", baseada na experimentação autobiográfica, através da exploração de diferentes possibilidades sonoras.

No encerramento do festival, no dia 28 de setembro, Vítor Rua e Joana Gama apresentam o concerto "Home Sweet Sound", que precede apresentação da performance "BSTRD", de Katerina Andreou.

A 15.ª edição do Festival de Artes Performativas decorre de 19 a 28 de setembro de 2019, com espectáculos em vários espaços da cidade de Vila do Conde, com um custo de cinco euros, embora contemplado várias iniciativas com entrada gratuita.



Fonte: RTP