Links

NOTÍCIAS


ARQUIVO:

 


GILBERT & GEORGE DEMITEM-SE DA ROYAL ACADEMY DE LONDRES APÓS CANCELAMENTO DA SUA EXPOSIÇÃO HÁ MUITO AGENDADA

2020-07-17




Numa ação quase sem precedente, a dupla de artistas Gilbert & George deixou o cargo de académicos da prestigiada Royal Academy of Art de Londres. A demissão repentina ocorreu dias depois da Academia ter decidido não avançar com uma grande exposição do trabalho dos artistas, planeada para as suas galerias em Piccadilly, de acordo com um relatório do The Guardian.

Numa entrevista ao Evening Standard em fevereiro, a dupla mencionou uma exposição "de alto perfil" em “construção”. "É extraordinário podermos arriscar obras de arte há mais de 40 anos", disse Prousch ao jornal. "Tem que se ser alguém de fora para fazer arte, não é normal." Eles são os primeiros membros da academia a deixar o cargo desde 2005, quando Peter Blake renunciou ao cargo após o veto do seu amigo Brendan Neiland.

Os dois fizeram história em 2017 como o primeiro par de artistas eleitos para a Royal Academy como um único membro. Esta extraordinária eleição estava de acordo com as suas identidades como artistas de vanguarda (um crítico uma vez denominou-os de "Siegfried & Roy da arte de vanguarda").

Um porta-voz da Royal Academy of Arts considerou a renúncia como "lamentável", acrescentando que nem todos os académicos podem receber uma exposição do seu trabalho. No momento, existem 77 académicos, cada um deles artista ou arquiteto “em activo” com menos de 75 anos. O número de membros é limitado a 80 académicos ao mesmo tempo e, após um membro completar 76 anos, este torna-se um académico sénior e seu substituto é selecionado através de um extenso processo de indicação.

Fonte: ARTnews