Links

NOTÍCIAS


ARQUIVO:

 


STEDELIJK MUSEUM APRESENTA PRIMEIRA GRANDE EXPOSIÇÃO SOBRE CARREIRA DO ARTISTA DE PERFORMANCE ULAY

2020-11-23




O Museu Stedelijk em Amesterdão vai apresentar a maior exposição já realizada e a primeira póstuma de Ulay (1943-2020), o artista pioneiro cujo trabalho performático com Marina Abramović lhe trouxe considerável notoriedade, mas cuja obra individual foi até agora pouco explorada.

A exposição Ulay Was Here, que abre este fim de semana, reúne a obra de um artista cuja vida e obra desafiavam qualquer categorização. A mostra - com curadoria de Hripsime Visser e Rein Wolfs em colaboração com Hana Ostan Ožbolt da Ulay Foundation em Ljubljana - inclui muitas obras nunca antes vistas que atestam o interesse de longa data de Ulay não apenas no corpo e na arte performática, mas também as suas experimentações com fotografia e Polaroids.

“Ulay é provavelmente um dos melhores exemplos de um artista com múltiplas identidades”, diz Rein Wolfs, o diretor do Museu Stedelijk. “No século passado, este tipo de artista nem sempre se encaixava no esquema de percepção. Mas hoje é muito oportuno mostrar estilos diferentes, identidades diferentes. Em termos de mercado, não é fácil, mas na nossa sociedade multifacetada, é realmente importante. ”

A exposição inclui uma estreia para o vídeo da sua peça performática Irritation - There is a Criminal Touch to Art, que documenta o roubo de Ulay em 1976 de uma obra de arte da Nationalgalerie de Berlim. Ele pegou no The Poor Poet (1839), de Carl Spitzweg, que supostamente era a pintura favorita de Adolf Hitler, e dirigiu-se com a obra para a área de Kreuzberg da cidade e pendurou-a na parede da casa de uma família turca.

Além da exposição física, o Stedelijk também desenvolveu um site (disponível apenas em holandês no momento) especialmente para a ocasião, que inclui uma seleção de vídeos curtos e entrevistas sobre a relação de Ulay com a cidade de Amesterdão.

Fonte: The Art Newspaper