Links

NOTÍCIAS


ARQUIVO:

 


EXPOSIÇÃO CELEBRA CENTENÁRIO DE NADIR AFONSO

2021-08-05




O Centro Colombo inaugura a exposição "100 Anos Nadir Afonso", uma retrospetiva da obra de Nadir Afonso (1920-2013), um dos artistas portugueses mais reconhecidos a nível nacional. Com a curadoria de Laura Afonso, Presidente da Fundação Nadir Afonso e viúva do artista, a exposição apresenta trabalhos datados entre 1947 e 2010 e marca a 11ª edição de "A Arte Chegou ao Colombo". Tem a maior estrutura expositiva alguma vez instalada na Praça Central do centro comercial e pode ser visitada até 12 de setembro.

Numa ambiciosa instalação com sete salas, que ocupa quase a totalidade da Praça Central, os visitantes do Centro Colombo vão ter acesso a 43 obras do artista, incluindo 14 guaches expostos pela primeira vez, num museu temporário criado exclusivamente para celebrar o centenário de Nadir Afonso.

"É um enorme orgulho receber a exposição de Nadir Afonso enquanto retrospetiva da obra do artista no âmbito do centenário nesta edição de ‘A Arte Chegou ao Colombo’. Num ano marcado pela pandemia, que tanto afetou o setor cultural, torna-se ainda mais relevante recebermos esta homenagem a Nadir Afonso, um dos maiores artistas portugueses de todos os tempos", afirma Paulo Gomes, diretor do Centro Colombo.

Laura Afonso, viúva do artista, Presidente da Fundação Nadir Afonso e curadora da exposição afirmou: "A exposição 100 Anos Nadir Afonso é uma viagem pelo mundo da arte, da harmonia e plenitude. Um encontro entre a arte e a tecnologia, das formas estáticas da pintura aos ritmos cinéticos das formas. Um deleite para os sentidos."

Nadir Afonso é uma figura de renome da arte contemporânea portuguesa, com uma obra pioneira e universal que nos seus múltiplos períodos reconhece-se uma linguagem transversal. Destacou-se no panorama internacional no âmbito do abstracionismo geométrico, e pela sua colaboração, enquanto arquiteto, com Le Corbusier e Oscar Niemeyer, figuras determinantes da arquitetura mundial. Fez parte do grupo da Galeria Denise René orientado na procura da arte cinética.

A exposição pode ser visitada na Praça Central do Centro Colombo todos os dias, das 10h às 21h.


Fonte: e-cultura