Links

NOTÍCIAS


ARQUIVO:

 


CINEMATECA BRASILEIRA REABRE AO FIM DE LONGO PERÍODO DE FECHO FORÇADO

2021-11-18




A Cinemateca Portuguesa lançou ontem um comunicado sobre a situação da Cinemateca Brasileira, em São Paulo, e sobre o programa de solidariedade organizado pela Cinemateca Portuguesa:


"Como foi amplamente divulgado, a Cinemateca Portuguesa iniciou no passado mês de setembro um conjunto de sessões de homenagem à Cinemateca Brasileira e ao Cinema Brasileiro, como manifestação de solidariedade para com a entidade que é nossa homóloga no Brasil e os seus trabalhadores, em face da inusitada e injustificada demissão coletiva de que estes foram alvo assim como da interdição de acesso dos mesmos às instalações.



Hoje, 17 de novembro, é-nos grato anunciar que a situação começou a ser finalmente revertida, estando prevista a reabertura das instalações e a reentrada de trabalhadores nas mesmas, pondo fim ao fecho total verificado desde agosto de 2020.



A reabertura prevista para hoje surge na sequência de um processo de resolução emergencial ocorrido nos últimos dias, em que a Sociedade Amigos da Cinemateca (SAC), que neste momento representa o conjunto dos trabalhadores, foi reconhecida como entidade responsável pela gestão do organismo durante os próximos cinco anos.



Culminando um processo de concurso aberto anteriormente pelo Governo Federal, o contrato emergencial foi assinado no dia 10 de novembro, repondo assim o desejado controle da equipa especializada da Cinemateca sobre o inestimável acervo patrimonial ali conservado, que, nesta última fase, não só esteve em risco total como foi alvo de “acidentes” com perdas graves (uma inundação e um incêndio) diretamente resultantes da absoluta falta de vigilância e manutenção de todos os locais da instituição.



A solução imediata encontrada não é ainda a solução cabal dos bloqueios sofridos pela Cinemateca Brasileira e que poderá garantir a sustentabilidade futura da mesma. Assim, não está por ora garantido o financiamento indispensável a uma retoma da atividade em todas as áreas de funcionamento, nem está já garantida a efetiva contratação da totalidade da equipa antes em funções. Porém, em face da situação absolutamente dramática vivida no último ano, e da correlativa ameaça séria à segurança do património, trata-se de uma etapa decisiva para a salvaguarda do acervo e para a desejada recuperação da instituição, que os nossos colegas de São Paulo reconhecem como fundamental e cujo desafio decidiram abraçar. Não sendo suficiente, é um passo na direção desejada.



Perante isto, a Cinemateca Portuguesa congratula-se com o caminho agora aberto, considerando-o um primeiro resultado dos esforços empreendidos pela própria equipa da Cinemateca Brasileira assim como do clamor nacional e internacional que se fez ouvir em torno desta questão.

Em conformidade, e no espírito do que antes anunciámos sobre os termos da iniciativa de solidariedade em curso, prevemos suspender em breve a série de sessões apresentadas sob o título “Salvar a Cinemateca Brasileira!”, não deixando de realizar as duas últimas entretanto programadas e anunciadas: aquelas em que apresentaremos os filmes “Cabra marcado para morrer” de Eduardo Coutinho (no próximo dia 19 de novembro às 19h00) e “Mangueira em dois tempos” de Ana Maria Magalhães (no dia 3 de dezembro às 21h30, em presença da realizadora).

Suspendendo-se o programa especial, a solidariedade, essa, continuará, assim como a colaboração ativa com uma instituição com a qual sempre tivemos estreitos laços de cooperação."



FONTE: Cinemateca Portuguesa