Links

NOTÍCIAS


ARQUIVO:

 


FEIRA ARCOLISBOA REGRESSA EM 2022 AO FORMATO PRESENCIAL

2022-01-17




De 19 a 22 de maio, no espaço da Cordoaria Nacional, espera-se a presença de 70 galerias portuguesas e internacionais. As candidaturas já abriram.

Com o desejo de voltar ao formato presencial, depois de duas edições digitais por causa da pandemia, a ARCOlisboa anuncia as datas de 19 a 22 de maio. A feira de arte contemporânea confirma que irá regressar ao espaço da Cordoaria Nacional, depois da tentativa falhada de no ano passado realizar o certame na Doca de Pedrouços.

A organização internacional a cargo da IFEMA, a Feira Internacional de Madrid anuncia em comunicado que já está aberto, até 24 de janeiro, “o prazo de apresentação de candidaturas para participar na ARCOlisboa 2022”. A quinta edição “presencial”, explica o comunicado “representa o reencontro físico com a arte contemporânea na capital portuguesa. Durante quatro dias, Lisboa voltará a ser um dos mais atrativos e interessantes centros artísticos e culturais da Europa com a participação de galerias, artistas, colecionistas, curadores e outros profissionais, instituições, museus e centros de arte”.

De 19 a 22 de maio, no espaço da Cordoaria Nacional vão marcar presença 70 galerias portuguesas e internacionais. Segundo a organização, “o Programa Geral, composto pelas galerias selecionadas pelo Comité Organizador, voltará a ser o eixo principal da feira”.

Segundo a organização, nesta edição a “ARCOlisboa evolui no sentido de uma feira mais curatorial, na qual as galerias apresentarão projetos muito definidos e com um número menor de artistas em cada espaço.” Ao Programa Geral, juntam-se também outros como a secção Opening Lisboa, “focada nas galerias jovens com o objetivo de enriquecer a feira com novos conteúdos e pesquisas, e África em Foco, com a participação de galerias do continente africano”. Como em edições anteriores, haverá também um espaço dedicado às publicações de arte.

Esta edição conta mais uma vez com o apoio da Câmara de Lisboa e da Fundação EDP.

Esta será a quinta edição da feira de arte contemporânea que passou a ter uma extensão em Lisboa desde 2016. Na última edição com visitantes, em 2019 participaram 71 galerias maioritariamente portuguesas e espanholas e contou com 11 mil pessoas.


FONTE: e-cultura