Links

NOTÍCIAS


ARQUIVO:

 


MUSEU FRIDA KAHLO NEGA TER EMPRESTADO AS ROUPAS DE FRIDA A MADONNA

2024-05-23




“Uma linda recordação – visitar a casa da família da minha Eterna Musa – Frida Kahlo. Na Cidade do México”, escreveu Madonna no Instagram. “Para mim foi mágico experimentar as suas roupas e jóias, ler os seus diários e cartas e ver fotografias que nunca tinha visto antes.”

No slide show, a Rainha da Pop posa com xaile, luvas de malha, anel e colar; um close-up revela até o rosto de Kahlo pintado na unha do polegar.

A reação aos comentários contra a cantora e o museu foi rápida:

“Você pode ser Madonna o quanto quiser, mas experimentar as roupas dela?!” escreveu a artista E. Cecilia Moreno Pogodina. “Sou mexicana e quase posso garantir que eles NUNCA deixariam um mexicano fazer isso.”

“Não sei o que é pior: a audácia de permitir que ela use as vestes sagradas de Frida, ou a audácia e arrogância de Madonna de ousar usá-las”, escreveu Mariale Montiel. “Sacrilégio e inaceitável!”

“As roupas e jóias de Frida, uau, isso é um tesouro nacional mexicano. Eu me pergunto quanto ela pagou aos administradores do [museu] para receber aquele tratamento especial”, disse Pilly Alvarado.

Mas se você é um conservacionista do coração, preste atenção: o museu recorreu à mesma plataforma de média social para esclarecer as coisas. Apesar da postagem de Madonna, disse a instituição, ela nunca esteve lá.

“É importante esclarecer que, ao contrário do que foi mencionado em alguns meios de comunicação, Madonna, devido a restrições de agenda, não pôde visitar ‘La Casa Azul’ durante a sua recente visita ao México”, afirmou o museu. (A família e alguns funcionários, acrescentou, de facto passaram por aqui.).

O museu também defendeu a administração dos bens pessoais da artista mexicana.

“A coleção de roupas e jóias de Frida que protegemos”, acrescentou o museu, “está sujeita a rigorosas medidas de conservação e está exposta no museu, não sendo emprestada para uso pessoal”.

Os representantes de Madonna não responderam imediatamente a um pedido de esclarecimento sobre esta discrepância.


Fonte: Artnet News