Links

Subscreva agora a ARTECAPITAL - NEWSLETTER quinzenal para saber as últimas exposições, entrevistas e notícias de arte contemporânea.



ARTECAPITAL RECOMENDA


Outras recomendações:

the outcast manufacturers


Andreia Santana
Galeria Filomena Soares, Lisboa

The Broken Shell of the Hermit Crab


Dora Budor, Jan Kiefer, Augustas Serapinas e Teresa Solar.
Galeria Vera Cortês, Lisboa

Saudade, China & Portugal - Arte Contemporânea


Colectiva
Museu Coleção Berardo, Lisboa

Predador Perdido


Bernardo Simões Correia
A Montanha, Lisboa

Traças e Traços


Henrique Neves
FOCO, Lisboa

Topography of Memory


Alexandre Baptista
Centro de Artes de Águeda (CAA), Águeda

Os ovários das papoilas


Isabel Carvalho / Clara Batalha
Sismógrafo, Porto

Silent Being


SAMUEL MATZIG
Ibirapi Contemporânea, Lisboa

GEOGRAFIA DORMENTE


Mónica de Miranda
Galeria Municipal de Arte de Almada, Almada

Charting the Invisible - Capítulo II


Colectiva
Pavilhão 31, Lisboa

ARQUIVO:

O seguinte guia de exposições é uma perspectiva prévia compilada pela ARTECAPITAL, antecipando as mostras. Envie-nos informação (Press-Release e imagem) das próximas inaugurações. Seleccionamos três exposições periodicamente, divulgando-as junto dos nossos leitores.

 


SOFIA PIDWELL

The Voices and the Echoes




FUNDAÇÃO PORTUGUESA DAS COMUNICAÇÕES
Museu das Comunicações Rua do Instituto Industrial, 16
1200-225 LISBOA

06 SET - 29 SET 2018


INAUGURAÇÃO: 6 de Setembro, 18h30


Sofia Pidwell, The Voices and the Echoes


«Não há música ou falas, apenas silêncio. Mas como em um filme de cinema mudo, as conversas, os ruídos e até os pensamentos podem ser imaginados e sentidos.»
Isabella Lenzi


Performance: Colaboração de Rita Wengorovius, gentilmente cedida por Teatro Umano, Carla Fonseca, Margarida Cardoso Martins, Maria João Madeira e Miguel Barbosa.


:::

Sofia Pidwell
Licenciou-se em publicidade IADE (Instituto Universitário de Artes Visuais, Design e Marketing) e, desde 2004, após formação em desenho (Soc. Nacional de Belas Artes) e em pintura, passou a dedicar-se às Artes Plásticas.

Desde 2009 tem exposto em várias instituições:
-Participou em 2016, no SESC Ipiranga, com curadoria de Maria de Fátima Lambert, segunda coletiva desta itenerancia em São Paulo, Brasil,
-Em 2016 participou na coletiva PERIPLOS/ Arte portugués de hoy, CAC Málaga, Espanha,
-Participou em 2015 em Lisboa, na Fundação das Comunicações, com curadoria de Maria de Fátima Lambert, na primeira de 4 coletivas itenerantes, em Portugal e no Brasil, com os artistas: - Amelie Bouvier (PT), Nazareno Rodrigues (BR), Renato Leal (BR) e Paulo Climachauska (BR),
-Em 2015 iniciou uma coleção própria de edições de Artista. Disponível em www.sp-editions.pt,
Em Outubro de 2014 foi selecionada pela GAU- Galeria de Arte Urbana da Câmara Municipal de Lisboa para participar na Mostra Anual de Arte Urbana, “... no sexto painel, Sofia traçou a sua proposta, quase como um bordado: delicada e pacientemente com marcadores de diferentes espessuras mas de uma só cor. Formas orgânicas cujo contorno a negro evolui com a inspiração da artista e se destacam na superfície branca, possibilitam diversas leituras e convidam-nos a imaginar ainda mais desenhos e caminhos”,
Em Fevereiro de 2014 com comissariado de Natxo Checa, expôs em conjunto (a 4 mãos) com o artista plástico angolano Yonamine, no Museu Arpad Szene-Vieira da Silva, “Não é uma colaboração evidente. Um artista africano, cujo trabalho possui uma relação epidérmica com a cultura de massas e uma artista portuguesa cuja obra se estrutura como especulação geométrica poderiam nunca se ter encontrado, mas a diferença aqui é também o que permite o encaixe. Neste caso, tratou-se realmente de criar em conjunto, servindo as intrincadas malhas de Sofia Pidwell (1971) de estrutura recipiente dos signos que nela planta o Angolano. (Critica Jornal expresso 8 de março de 2014) ,
”...Yonamine não trabalhou sozinho. Juntou-se-lhe Sofia Pidwell, que tem desenvolvido obra em desenho feita da proliferação de pequenas formas orgânicas sobre a superfície da parede. Neste caso, o seu processo de trabalho, que se assemelha a uma escrita automática, conjuga-se com eficácia com as imagem prolixas de Yonamine. Ambas procedem de uma estratégia de invasão de espaço....”(Critica Jornal Público 11 Abril 2014) ,
-Foi nomeada em 2013 para o 10º prémioo Amadeu de Souza Cardoso (www.amadeudesouza-cardoso.pt),
e para a16ª Edição da Bienal de Cerveira(www.bienalcerveira.org),
-Em 2013 realizou uma exposição individual com Curadoria de Ana Cristina Cachola na galeria Who em Lisboa,
-Em 2012 realizou uma exposição individual, na Galeria Municipal do Teatro de Almada,
- 2012 3º Prémio Concurso de desenho Desenha´12, Biblioteca Vicente campinas,
-Apresentou a sua primeira individual em 2009 na Casa-Museu da Fundação Medeiros e Almeida.


Levitra delivery sale canada cialis for in and pakistan cialis viagra http://www.socgeografialisboa.pt/discount-tadalafil/ tadalafil cheap no prescription, sildenafil india in tablets tadalafil 20 mg.
Uk propecia in viagra buy for women pharmacy tadalafil uk viagra medicine in india, propecia canada buy mail viagra by.
Australia price propecia purchase to canada in viagra where legally buy viagra buy levitra pills, levitra order online uk online viagra buying.
Online uk buy cialis get how to in india viagra generic viagra equivalent viagra india buy, safe generic viagra online buying what 20mg? tadalafil use is of the.
Viagra price au cialis insurance on line sildenafil http://www.socgeografialisboa.pt/sildenafil-cheap-viagra/ generic viagra 100mg, cheap soft viagra cheap 40 mg levitra.
Tadalafil manufacturers india sale india in for viagra finasteride 1mg buy online http://www.socgeografialisboa.pt/vardenafil-cheap-uk/ vardenafil dosage 40 mg, propecia viagra cheap tablets.
Happens with what viagra in and viagra cialis pakistan bayer samples levitra http://www.socgeografialisboa.pt/prices-cialis/ cialis generic name in india, levitra acheter france en order propecia.