Links

Subscreva agora a ARTECAPITAL - NEWSLETTER quinzenal para saber as últimas exposições, entrevistas e notícias de arte contemporânea.



ARTECAPITAL RECOMENDA


Outras recomendações:

Da História das Imagens


Manuel Casimiro
Fundação Arpad Szenes - Vieira da Silva, Lisboa

Nem tudo no navio se deteriora no porão


DALILA GONÇALVES
Galeria Lehmann + Silva, Porto

Humor


ISABEL SIMÕES
Bruno Múrias,

WHILE THEY SLEEP THEY DREAM


LEONOR HIPÓLITO
Espaço AZ, Lisboa

O Quase Nada


CHRISTINE HENRY
Museu Municipal de Faro, Faro

Corpo + Acção = Performance


Beatriz Albuquerque
Quase Galeria, Porto

Las Golondrinas


Maya Saravia
Balcony, Lisboa

Public


Gerry Bibby
Lumiar Cité - Maumaus, Lisboa

No dia seguinte está o agora


Colectiva
CAPC - Círculo de Artes Plásticas, Coimbra

Físicas do Património Português. Arquitetura e Memória


COLECTIVA
Museu de Arte Popular, Lisboa

ARQUIVO:

O seguinte guia de exposições é uma perspectiva prévia compilada pela ARTECAPITAL, antecipando as mostras. Envie-nos informação (Press-Release e imagem) das próximas inaugurações. Seleccionamos três exposições periodicamente, divulgando-as junto dos nossos leitores.

 


BEATRIZ ALBUQUERQUE

Corpo + Acção = Performance




QUASE GALERIA
Rua do Vilar, 54
4050-625 PORTO

12 JAN - 15 FEV 2019


Inauguração: 12 de Janeiro, 18h -20h



Beatriz Albuquerque
Corpo + Acção = Performance


Beatriz Albuquerque
Corpo + Acção = Performance
Body + Action = Performance Art


Exposição de documentação das performances emblemáticas da artista Beatriz Albuquerque.

Beatriz Albuquerque vive e trabalha entre Porto e New York. É conhecida pelas suas práticas interdisciplinares, entre a performance e cross media. Tem desenvolvido um trabalho autónomo em que, a performance é o elemento fulcral e central de todo o desenvolvimento artístico.

Beatriz Albuquerque mostra as suas memórias das performances. Estará presente a sua documentação e os respectivos artefactos. A pesquisa, a prática e o percurso intuitivo moldaram a sua obra desde 1998 até aos dias de hoje.



"Beatriz Albuquerque explorou (provocou) a recepção de todos aqueles que acompanharam a evolução da sua narrativa ambígua - e porventura - paradoxal. (...) No arco temporal que abrangem, lê-se uma distante (e próxima) linha do tempo na história da arte, da imagem, do pensamento e da performance, assinalada por Beatriz Albuquerque. A sua mestria em apreender tópicos fulcrais na identidade dos outros, permite-lhe domesticar lugares e figuras, capaz de as manipular como se fossem esculturas impressas em 3D…"
(Fátima Lambert, Dezembro 2018).


:::

Beatriz Albuquerque vive e trabalha entre Porto e Nova Iorque e é conhecida pela suas práticas interdisciplinares entre a performance e cross media. Beatriz Albuquerque foi galardoada com o Prémio Revelação pela 17ª Bienal de Cerveira: Arte: Crise e Transformação, Vila Nova de Cerveira; e recentemente e consecutivamente o Prémio Myers Art Prize, Columbia University, Nova Iorque; assim como o Premio de Performance Ambient Series, PAC/edge Performance Festival, Chicago. Beatriz Albuquerque participou em várias exposições individuais e colectivas, destacando-se alguns lugares onde a artista apresentou trabalho: Museum of Contemporary Art of Chicago, Chicago Cultural Center, Chelsea Art Museum (NY), The Kitchen (NY), Queens Museum (NY), MoMA PS1 (NY), Emily Harvey Foundation (NY), Cabinet Magazine (NY), Brazilian Endowment for the Arts (NY), 10th International Istanbul Biennial, 2nd Thessaloniki Biennale of Contemporary Art (Grecia), MUBE Museu Brasileiro da Escultura (Sao Paulo), National Museum (Ghana), Museo de Arte Contemporanea (Bogota), Museo de Arte Contemporanea (Caracas), Festival Trama (Porto), MASS MoCA (North Adams), entre outros.
(albuquerque@beatrizalbuquerque.com | www.beatrizalbuquerque.com)