Links

Subscreva agora a ARTECAPITAL - NEWSLETTER quinzenal para saber as últimas exposições, entrevistas e notícias de arte contemporânea.



ARTECAPITAL RECOMENDA


Outras recomendações:

Downtime / Tempo de Respiração


MANON DE BOER
Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa

Red Lines with Landscapes: Portugal


Evan Roth
Espaço Fidelidade Mundial Chiado 8 - Arte Contemporânea, Lisboa

Aurora | Desenhos e outros materiais


Pedro A.H. Paixão
Galeria 111 (Lisboa), Lisboa

O Coração e os Pulmões


Francisco Tropa
Galeria Quadrado Azul (Novo espaço em Lisboa), Lisboa

Electric - A Virtual Reality Exhibition


Coletiva
Museu de Serralves - Museu de Arte Contemporânea, Porto

The I of the Beeholder


Musa paradisiaca
Fundação Carmona e Costa, Lisboa

Nuovo Cinema Galleria


Coletiva
Galeria Vera Cortês, Lisboa

Hangover + Be Part of Chaos (2016-2019)


Carla Filipe
Galeria Francisco Fino, Lisboa

Lendo resolve-se: Álvaro Lapa e a Literatura


ÁLVARO LAPA
Culturgest, Lisboa

2012 2020 Obras da Coleção António Cachola


COLETIVA
Museu de Arte Contemporânea de Elvas , Elvas

ARQUIVO:

O seguinte guia de exposições é uma perspectiva prévia compilada pela ARTECAPITAL, antecipando as mostras. Envie-nos informação (Press-Release e imagem) das próximas inaugurações. Seleccionamos três exposições periodicamente, divulgando-as junto dos nossos leitores.

 


ÁLVARO ROSENDO

Aos Meus Amores_2.0




GALERIA CISTERNA
Rua António Maria Cardoso 27
1200-026

11 JAN - 29 FEV 2020


Inauguração: 11 de Janeiro, às 18h00, na Galeria Cisterna

A 11 de Janeiro de 2020, dia da inauguração, os instantes que fez demorar em imagem já se medem em décadas e o artista apresenta agora o resultado de um trabalho exaustivo de selecção, digitalização e tratamento do arquivo de negativos (1979-2000), bem como uma selecção de peças digitais realizadas de 2000 em diante. A peça central da exposição vai apresentar mais de 600 imagens que percorrem 40 anos de fotografia.
Com curadoria de Luís Gouveia Monteiro, a primeira apresentação deste arquivo essencial do zeigeist lisboeta dos anos 80 e 90 constitui um catálogo único desses tempos de liberdade e criatividade e documenta os bastidores e processos criativos de nomes como Xutos & Pontapés, Maria João Pires, Sérgio Godinho, Peste & Sida, Carlos Paredes, Rádio Macau e Madredeus e a fundação de projectos essenciais como os jornais Independente, Já e Espelho, da Galeria Monumental e da escola de fotografia Maumaus.