Links

Subscreva agora a ARTECAPITAL - NEWSLETTER quinzenal para saber as últimas exposições, entrevistas e notícias de arte contemporânea.



ARTECAPITAL RECOMENDA


Outras recomendações:

Ciclo de Exposições e Conversas "O Desenho como Pensamento”


Ana Vidigal, Luís Paulo Costa e Exposição Documental
Vários locais / Águeda, Águeda

Ventriloquismo


VERA MOTA
Galeria Bruno Múrias, Lisboa

OBJETO INFINITO OU UM BEM MAIOR. Primeiro conjunto de dúvidas.


Alexandre A. R. Costa
ARTLAB24 Contemporary Art, Espinho

Que horas são que horas, uma galeria de histórias


COLECTIVA
Galeria Municipal do Porto, Porto

ABOUT TODAY


João Louro
Zet Gallery, Braga

Cortelho


Daniel Moreira e Rita Castro Neves
Sput&Nik the window, Porto

Um esqueleto entra no bar...


Paulo Lisboa
Fundação Leal Rios, Lisboa

Surender, Surender


NIKOLAI NEKH
Balcony, Lisboa

Cuir PopCreto


Lyz Parayzo
Maus Hábitos - Espaço de Intervenção Cultural, Porto

Luto


Gustavo Sumpta
Galeria da Casa A. Molder, Lisboa

ARQUIVO:

O seguinte guia de exposições é uma perspectiva prévia compilada pela ARTECAPITAL, antecipando as mostras. Envie-nos informação (Press-Release e imagem) das próximas inaugurações. Seleccionamos três exposições periodicamente, divulgando-as junto dos nossos leitores.

 


DANIEL V. MELIM

sete-estrelo




MONITOR
Rua D. João V, 17 A, Campo de Ourique
1250-089

13 NOV - 23 JAN 2021


Inauguração: 13 de Novembro, 14h-20h
Formato OPEN DAY


Daniel V. Melim | sete-estrelo


MONITOR Lisbon anuncia a representação do artista português Daniel V. Melim, com a inauguração de sete-estrelo, a sua primeira exposição individual na galeria. A inauguração será no dia 13 de novembro, em formato open day das 14:00 às 20:00, no contexto da Lisbon Art Weekend. Avisamos que de acordo com as novas medidas de combate a pandemia, a partir do dia 16 de Novembro a galeria estará aberta de segunda a sexta-feira, das 14:00 as 19:00. Estaremos encerrados durante sábado 14 e 21 de Novembro.

Daniel V. Melim é um artista multidisciplinar que vive e trabalha em Lisboa. O seu trabalho abre-se às dimensões afetivas, coletivas, históricas, políticas, ecológicas, espirituais e curativas da criação. Melim explora várias formas de expressão artísticas (música, performance, escrita) colocadas frequentemente em diálogo com a pintura, desconstruindo as barreiras entre palavras, sons e imagens para atingir o seu propósito fulcral da criação.

Estudou Pintura, na Universidade de Lisboa, em Lisboa (2006), e realizou o mestrado em Antropologia Aplicada, Comunidade e Educação Não-formal com Jovens, pela Goldsmith College of London, com uma bolsa da Fundação Gulbenkian.

A abordagem holística de Melim em relação ao conhecimento e à criatividade fornece um terreno fértil que possibilita a uma constante renovação das formas e significados das suas pinturas. A sua curiosidade em relação a diferentes abordagens e linguagens visuais, combinada com um compromisso diligente com a sua prática pictórica, levaram-no a explorar, com resultados notáveis, várias técnicas e suportes. Nestes últimos dois anos, Melim decidiu focar-se exclusivamente na pintura a óleo em madeira antiga.

Em sete-estrelo, a sua primeira exposição individual na Monitor Lisbon, Daniel V. Melim vai apresentar um novo corpo de trabalhos em diferentes objetos de madeira: uma cabeceira da cama com um século, um tabuleiro de xadrez e até um pequeno móvel. Através do uso de uma paleta de cores claras e vívidas, o artista reutiliza as madeiras destes objets trouvés e transforma as suas superfícies em janelas abertas sobre o seu imaginário. Nestas representações que evocam sobretudo a noite da terra onde cresceu (ilha da Madeira), encontramos um rochedo marinho, raízes douradas e pequenas esculturas de madeira do Século XIX. Nestes trabalhos, Melim faz a articulação de diversas referências, símbolos e histórias de vários campos do conhecimento, criando imagens em que a visão é concebida como lugar de transformação. Cada imagem presente tem uma função específica dentro da narrativa da exposição, que visa dar sinal de uma inteligência potente e misteriosa que nenhuma disciplina pode definir.