Links

Subscreva agora a ARTECAPITAL - NEWSLETTER quinzenal para saber as últimas exposições, entrevistas e notícias de arte contemporânea.



ARTECAPITAL RECOMENDA


Outras recomendações:

18 Maio 2022


COLECTIVA
3 + 1 Arte Contemporânea, Lisboa

gravitas


Colectiva
Fundação Leal Rios, Lisboa

Fénix


COLECTIVA
Galeria Graça Brandão (Lisboa), Lisboa

Abstracto, Branco, Tóxico e Volátil


Julião Sarmento
Museu Coleção Berardo, Lisboa

Cambio de Piel


Sandra Vásquez de la Horra
Galeria da Casa A. Molder, Lisboa

David Douard: O’Ti’Lulabies


David Douard
Museu de Serralves - Museu de Arte Contemporânea, Porto

Back of My Hand


Colectiva
Carpintarias de São Lázaro, Lisboa

Sobre o céu não sabemos nada


COLECTIVA
Observatório Astronómico Prof. Manuel de Barros, Vila Nova de Gaia

Voz multiplicada


Vários
Centro Internacional das Artes José de Guimarães, Guimarães

Poly-Free


João Pimenta Gomes
MAAT, Lisboa

ARQUIVO:

O seguinte guia de exposições é uma perspectiva prévia compilada pela ARTECAPITAL, antecipando as mostras. Envie-nos informação (Press-Release e imagem) das próximas inaugurações. Seleccionamos três exposições periodicamente, divulgando-as junto dos nossos leitores.

 


DAVID DOUARD

David Douard: O’Ti’Lulabies




MUSEU DE SERRALVES - MUSEU DE ARTE CONTEMPORÂNEA
Rua D. João de Castro, 210
4150-417 PORTO

12 MAI - 12 MAI 2022


INAUGURAÇÃO 12 de Maio, a partir das 22h00 na Galeria Contemporânea do Museu de Serralves

Exposição individual

Curadoria: Philippe Vergne e Filipa Loureiro



:::


David Douard (n. 1983, Perpignan, França) é sem dúvida uma das mais intrigantes revelações artísticas dos últimos anos. Conhecido pelas suas assemblages escultóricas e instalações que recorrem aos mais diversos meios, Douard explora um vasto leque de referências no seu trabalho – da poesia à história da ciência, da tecnologia ao animismo, da cultura low-tech à cultura mainstream — para criar narrativas alegóricas cujas manifestações ocorrem entre mundos que normalmente consideramos mutuamente herméticos.

O’Ti’Lulabies, a primeira exposição individual do artista em Portugal, reúne e apresenta o vocabulário completo de David Douard. Esculturas, assemblages, fragmentos de linguagem, registos de vídeo e som, algumas criadas especificamente para esta exposição, transformam e reinventam por completo o espaço arquitetónico da Galeria Contemporânea onde são apresentadas.

David Douard: O’Ti’Lulabies foi produzida pela Fundação de Serralves – Museu de Arte Contemporânea, em colaboração com o artista e as Galerias Chantal Crousel, Paris e Rodeo Londres / Piraeus.