Links

Subscreva agora a ARTECAPITAL - NEWSLETTER quinzenal para saber as últimas exposições, entrevistas e notícias de arte contemporânea.



ARTECAPITAL RECOMENDA


Outras recomendações:

História do Crime


João Louro
Galeria Vera Cortês, Lisboa

15ª Pedra: Manoel de Oliveira e João Bénard da Costa em Conversa Filmada


Rita Azevedo Gomes
Cinemateca, Lisboa

ENSAIOS PARA LIVRO — CARACTERE #2 DO SOM


Sara Vaz e Marco Balesteros
Rua das Gaivotas 6 , Lisboa


1 000 056.ª Aniversário da Arte
CAPC - Círculo de Artes Plásticas, Coimbra


Visita orientada | Paula Rego: Anos 80
Casa das Histórias Paula Rego, Cascais

COMER O CORAÇÃO EM CENA


Vera Mantero e Rui Chafes
Centro Internacional das Artes José de Guimarães, Guimarães

The 1960s in Iraque: Art and Culture


NADA SHABOUT
Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa

MANOEL DE OLIVEIRA INTEGRAL – O VISÍVEL E O INVISÍVEL (II)


João Botelho, João Mário Grilo, Rita Azevedo Gomes
Cinemateca, Lisboa

Vaivém


Bruno Pacheco e Bruno Marchand
Galeria Quadrum, Lisboa

Ciclo de cinema


Manoel de Oliveira Integral – O Visível e o Invisível
Cinemateca, Lisboa

ARQUIVO:

O seguinte guia de eventos é uma perspectiva prévia compilada pela ARTECAPITAL, antecipando conferências, seminários, cursos ou outras iniciativas. Envie-nos informação (press-release, programa e imagem) dos próximos acontecimentos. Seleccionamos três eventos periodicamente, divulgando-os junto dos nossos leitores.

 


CONFERÊNCIAS COM PILAR SILVA MAROTO E JOAQUIM OLIVEIRA CAETANO + DOCUMENTÁRIO EL BOSCO. EL JARDÍN DE LOS SUEÑOS | CICLO HIERONYMUS BOSCH




CENTRO CULTURAL DE BELÉM
Fundação Centro Cultural de Belém Praça do Império
1449-003 LISBOA

15 ABR - 15 ABR 2018


CCB . 15 abril às 15h00 > Conferências na Sala Luís de Freitas Branco:

Em Torno da Exposição

El Bosco. La exposición del V centenario no Museu do Prado: Projeto, Pesquisa e Montagem
PILAR SILVA MAROTO (Comissária da exposição El Bosco. La exposición del V centenario, Museu do Prado)

Em 2016, por ocasião da comemoração do V Centenário da morte de Bosch (1450-1516), o Museu do Prado realizou uma grande exposição monográfica sobre o artista. Como herdeiro da coleção de Filipe II, em conjunto com o Património Nacional, o Museu do Prado de Madrid abriga o maior número de pinturas originais de Bosch, incluindo algumas obras-primas absolutas como O Jardim das Delícias e A Adoração dos Magos, que foram vistas nessa exposição ao lado de grande parte das obras do artista, algumas importantíssimas, como o tríptico das Tentações de Santo Antão (do Museu Nacional de Arte Antiga, em Lisboa), a que foi ligado o incrível desenho do Homem-Árvore (da Galeria Albertina, em Viena).


Bosch: Mal e Moral no Tríptico de Lisboa
JOAQUIM OLIVEIRA CAETANO (Conservador no Museu Nacional de Arte Antiga, Lisboa)

O tríptico das Tentações de Santo Antão, de Hieronymus Bosch, das coleções do Museu Nacional de Arte Antiga é uma das obras-primas do pintor e uma das suas pinturas mais complexas. Através de uma série complexa de associações simbólicas, Bosch identifica no tríptico o mal não apenas com o diabólico, mas com toda a espécie de desvios morais e sociais, de paixões extremadas, de costumes licenciosos e de marginalidade social. Vícios, loucura, violência, jogo, engano, preguiça, marginalidade ou mendicidade fazem parte do mundo renegado pela sua moral, marcada por uma ideologia que confundia propositadamente a religião com a ética, o mal com o desvio social, a irracionalidade com a marginalidade, associando vício e loucura, pecado e festa, alteração e caos na mesma noção do pecado, como elementos de risco no estreito caminho da alma humana para a salvação.




CCB . 15 abril às 17h30 > Documentário no Grande Auditório:


El Bosco. El Jardín de los Sueños
Documentário de JOSÉ LUIS LÓPEZ-LINARES
Documentário legendado em inglês

O documentário, El Bosco. El Jardin de los Sueños, é uma reflexão sobre O Jardim das Delícias, de Bosch, um quadro hipnótico. Quando está fechado, o seu exterior representa o globo terrestre, a Terra, dentro de uma esfera transparente. Ao abrir-se, o tríptico mostra-nos um jardim de imagens oníricas. O paraíso, com Adão e Eva, à esquerda, a luxúria e os prazeres da carne ao centro e o inferno à direita.

O filme, com direção de José Luis López-Linares, parte de uma ideia original do historiador Reindert Falkenburg e pretende dar respostas aos múltiplos mistérios que a pintura encerra.