Links

Subscreva agora a ARTECAPITAL - NEWSLETTER quinzenal para saber as últimas exposições, entrevistas e notícias de arte contemporânea.



ARTECAPITAL RECOMENDA


Outras recomendações:

A Incontornável Tangibilidade do Livro ou, o Anti-Livro


Coletiva
MNAC - Museu do Chiado , Lisboa

Descolonizar os museus: isto na prática?


Seminário
ICS - Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa, Lisboa

OP-FILM: UMA ARQUEOLOGIA DA ÓTICA


Filipa César e Margarida Mendes
Hangar - Centro de Investigação Artistica, Lisboa

Lançamento do livro


Teorias da Arte: do Modernismo à Actualidade
Sociedade Nacional de Belas Artes, Lisboa

Mostra Ameríndia


Percursos do Cinema Indígena no Brasil
Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa

BoCA 2019


Inaugurações em Lisboa
Vários locais/Lisboa, Lisboa

PLAY IS A SERIOUS MATTER


Eduarda Rosa, Pollyanna Freire, Rita Thomaz e Laura Falé
Fundação Portuguesa das Comunicações,

Programa artístico


SALA DE JOGOS
POGO Teatro, Lisboa

«A shot in the eye»


Lançamento do livro
CAPC - Círculo de Artes Plásticas, Coimbra

FADO MAIOR E MENOR


Raúl Ruiz
Cinema Monumental, Lisboa

ARQUIVO:

O seguinte guia de eventos é uma perspectiva prévia compilada pela ARTECAPITAL, antecipando conferências, seminários, cursos ou outras iniciativas. Envie-nos informação (press-release, programa e imagem) dos próximos acontecimentos. Seleccionamos três eventos periodicamente, divulgando-os junto dos nossos leitores.

 


PERCURSOS DO CINEMA INDÍGENA NO BRASIL

Mostra Ameríndia




FUNDAÇÃO CALOUSTE GULBENKIAN
Av. de Berna, 45 A
1067-001 LISBOA

13 MAR - 17 MAR 2019


Mostra: de 13 a 17 de Março, na Sala Polivalente do Museu Calouste Gulbenkian – Coleção Moderna

A produção cinematográfica indígena no Brasil tem contribuído de um modo decisivo para a emergência de novos instrumentos de conhecimento indígena e intervenção no mundo. Em Portugal esta mostra de cinema emergiu do interesse de um grupo de pesquisadores/as, programadores/as culturais e ativistas em aprofundar o contributo do pensamento e cinema ameríndios, especificamente dos povos indígenas que vivem no Brasil, para a sociedade contemporânea. Pensado de forma colaborativa com projetos envolvidos na produção e difusão desta cinematografia no Brasil como a Mostra Aldeia SP, o programa da Mostra Ameríndia integra uma multiplicidade de
experiências que nos retiram dos lugares convencionais de olhar e entender o cinema.

A presença inédita de 4 cineastas indígenas José de Lima Kaxinawá, Ayani Huni Kuin, Patrícia Ferreira, Alberto Álvares, da artista e ativista Daiara Tukano, assim como a vinda do curador e activista Ailton Krenak oferecem ao programa uma singularidade na comunicação com o público.

A Mostra terá ainda um ciclo de debates e uma publicação que funciona como instrumento de difusão do conhecimentos sobre os povos ameríndios, o seu cinema, cosmovisões e lutas na atualidade.

Datas: 13 - 17 de março de 2019
Local: Museu Calouste Gulbenkian – Coleção Moderna – Sala Polivalente
Sessões: 13 sessões (16h00 | 19h00 | 21h00)
Bilhetes: 3 euros
Passe para todas as sessões: 25 euros
Passe para estudantes: 20 euros

+ info: /www.doclisboa.org