Links

Subscreva agora a ARTECAPITAL - NEWSLETTER quinzenal para saber as últimas exposições, entrevistas e notícias de arte contemporânea.



ARTECAPITAL RECOMENDA


Outras recomendações:

Lançamento


Inland Journal 18 de Susana Mendes Silva e Pedro Magalhães
MEEL, prees, Lisboa

Cinema


O Auto da Floripes
Cinemateca, Lisboa

Caos e Ritmo


Encontros para Além da História
Centro Internacional das Artes José de Guimarães, Guimarães

DIÁLOGOS CRUZADOS


Álvaro Siza e Souto de Moura
Casa da Arquitetura, Matosinhos

Aula performativa


Susana Mendes Silva e Alice Geirinhas
Museu Coleção Berardo, Lisboa

Visita Guiada


Jonathan Uliel Saldanha
Solar - Galeria de Arte Cinemática, Vila do Conde

Espelho/Mirror


Rui Sanches
Fundação Carmona e Costa, Lisboa

LANÇAMENTO DO LIVRO


Daniel Blaufuks
Livraria da Travessa, Lisboa

Reparar no olhar: Lisboa anos 90


Catarina Botelho, David Guéniot e convidadas
Teatro do Bairro Alto - TBA, Lisboa

Ph.03 Helena Almeida


Apresentação do livro
Biblioteca Imprensa Nacional, Lisboa

ARQUIVO:

O seguinte guia de eventos é uma perspectiva prévia compilada pela ARTECAPITAL, antecipando conferências, seminários, cursos ou outras iniciativas. Envie-nos informação (press-release, programa e imagem) dos próximos acontecimentos. Seleccionamos três eventos periodicamente, divulgando-os junto dos nossos leitores.

 


COLETIVA

Estar em Casa




SÃO LUIZ TEATRO MUNICIPAL
Rua António Maria Cardoso, 38
1200-027 LISBOA

12 JUL - 14 JUL 2019


Estar em Casa: de 12 a 14 de Julho, no São Luiz Teatro Municipal

Depois da primeira edição de Estar em Casa, em 2016, Anabela Mota Ribeiro e André Teodósio voltam a organizar um programa de dois dias para “ocupar” o São Luiz com uma programação ininterrupta.

Nos 125 anos do Teatro, prometem uma casa cheia de afetos, memórias, arquivos e afinidades. Nesta edição, olha-se para o Teatro São Luiz, edifício entre a antiga sede da PIDE e a casa onde nasceu Fernando Pessoa, fala-se de contextos políticos e de manifestos futuristas com especialistas, vai rever-se um dos filmes fundamentais da cinematografia portuguesa aqui estreado, Os Verdes Anos, de Paulo Rocha, revisita-se Manoel de Oliveira. Figuras fundamentais do panorama nacional são convidadas para conversas variadas, explicando aos adultos, por exemplo, o que é uma múmia ou o interior em Clarice Lispector, e, aos mais novos, a importância de Cesário Verde ou “O que é sexo?”.

Neste Estar em Casa, há clubes de leitura, ateliers de pintura, visitas guiadas, treinos com atletas nacionais, muita música e, claro, uma programação de espetáculos para adultos e para crianças, tanto de artistas com relação privilegiada na programação do Teatro, como Miguel Bonneville, Cão Solteiro e Raimundo Cosme, como também, e a pensar no futuro, artistas estreantes no país, como Ana Rita Teodoro, Daniel Pizamiglio e João Estevens, entre outros.

À semelhança da primeira edição, os camarotes continuarão ocupados com tarot, desenhos e cartas de amor, num tête-a-tête entre artistas e espectadores. Pelo Teatro haverá trabalhos de artistas plásticos como Ana Perez-Quiroga e Vasco Araújo.