Links

Subscreva agora a ARTECAPITAL - NEWSLETTER quinzenal para saber as últimas exposições, entrevistas e notícias de arte contemporânea.



ARTECAPITAL RECOMENDA


Outras recomendações:

CUMPLICIDADES - Festival Internacional de Dança Contemporânea de Lisboa


3ª edição
Vários locais/Lisboa, Lisboa

Open House Lisboa 2020


DESCOBRIR A CIDADE AO OUVIDO
Vários locais/Lisboa, Lisboa

“sou esparsa, e a liquidez maciça”: Gestos de Liberdade


Ciclo BUALA no MAAT
MAAT, Lisboa

FANTASMAS DO IMPÉRIO


Ariel de Bigault
Cinemateca, Lisboa

Ciclo de Cinema Lynn Hershman Leeson


Feira do Livro do Porto 2020
Biblioteca Municipal Almeida Garrett, Porto

Workshop com Dora García


BoCA Summer School 2020
MAAT, Lisboa

Lançamento on-line de Mare Aethiopicum


Paulo Quintas
PLATAFORMAS ONLINE,

The Heretics


Joan Braderman
Cinema São Jorge, Lisboa

Sobre a nudez crua da verdade, o manto diáfano da fantasia


Doug Hall, Bill Viola, Akram Zaatari
MAAT, Lisboa

DRIFITING BODIES/ FLUENT SPACES


Encontro / Conferência
Vários locais / Guimarães, Guimarães

ARQUIVO:

O seguinte guia de eventos é uma perspectiva prévia compilada pela ARTECAPITAL, antecipando conferências, seminários, cursos ou outras iniciativas. Envie-nos informação (press-release, programa e imagem) dos próximos acontecimentos. Seleccionamos três eventos periodicamente, divulgando-os junto dos nossos leitores.

 


TIM ETCHELLS / JIM FLETCHER / CHRIS THORPE

We are the King of Ventilators (Delirium Loop)




TEATRO DO BAIRRO ALTO - TBA
Rua Tenente Raul Cascais 1A


18 JUN - 18 JUN 2020


Performance: 18 junho às 19h30. Live streaming no YouTube, Facebook, Twitter e website do TBA
Em inglês. Duração: 60 min.



We are the King of Ventilators (Delirium Loop)
de Tim Etchells, Jim Fletcher e Chris Thorpe


We are the King of Ventilators (Delirium Loop) é uma performance de Jim Fletcher dirigida por Tim Etchells e com texto de Chris Thorpe, transmitida ao vivo como parte do programa Forest Fringe TV.
A peça pega numa frase repetida pelo presidente americano Donald Trump sobre a produção estado-unidense de ventiladores durante a epidemia do coronavírus e coloca-a em contraponto com material original para criar uma cómica e perturbante reflecção sobre o poder, a mortalidade e o delírio. Nesta segunda fase do projecto, Etchells e Fletcher experimentam com a repetição e o uso da música, fazendo dessa forma o texto de Thorpe rodopiar em múltiplas versões contraditórias — por vezes bombástico e retórico, por vezes íntimo, por vezes instável e apodrecido.

O díptico We are the King of Ventilators é uma encomenda do programa ENTER da Fundação Onassis e foi desenvolvido para a Forest Fringe TV com o apoio do Teatro do Bairro Alto, Cambridge Junction e Colchester Arts Centre.


Tim Etchells é um artista, encenador e escritor sediado no Reino Unido. O seu trabalho vai da performance às artes visuais e à ficção. Trabalhou numa multiplicidade de contextos, nomeadamente como diretor dos Forced Entertainment, grupo de performance mundialmente reconhecido. Em Lisboa, foi o Artista na Cidade em 2014.

Jim Fletcher é um dos fundadores da companhia New York City Players de Richard Maxwell, com quem trabalha há mais de vinte anos. Integra o elenco de Gatz dos Elevator Repair Service e criou o monólogo Sight Is The Sense That Dying People Tend To Lose First com Tim Etchells (ambos os espetáculos passaram por Lisboa). Atualmente é intérprete e faz espectáculos com o Wooster Group.

Chris Thorpe é um escritor e performer de Manchester. Também trabalha como dramaturgo, recentemente para o Royal Exchange, Unicorn e Royal Court. É colaborador habitual de Rachel Chavkin, mala voadora, Third Angel, Yusra Warsama, Hannah Jane Walker, Rachel Bagshaw e Javaad Alipoor.