Links

Subscreva agora a ARTECAPITAL - NEWSLETTER quinzenal para saber as últimas exposições, entrevistas e notícias de arte contemporânea.



ARTECAPITAL RECOMENDA


Outras recomendações:

A Noite das Ideias 2022


Vários
Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa

Acts of Rememory


Ekow Eshun
Fundação de Serralves, Porto

Ernesto de Sousa, Exercícios de Comunicação Poética com Outros Operadores Estéticos


Isabel Alves, Hugo Canoilas
Galerias Municipais - Galeria Avenida da Índia, Lisboa

Écran Cego


Carlos Nogueira
Livraria Linha de Sombra, Lisboa

Em Busca do Tempo Perdido I – Do Lado de Swann


Marcel Proust
Biblioteca Municipal de Almada, Almada

WOW


Performance por Sónia Baptista
Culturgest, Lisboa

Rui Macedo, Lagunas, Fissuras e outros Fingimentos


João Pinharanda, Rui Macedo
Travessa da Ermida, Lisboa

CICLO DE CINEMA


Bernardo Sassetti
Cinemateca, Lisboa

Nunca Mais Um Outro Agora


Bruna de Carvalho
Biblioteca Municipal de Marvila, Lisboa

Jornal S/ Título nº2


Lançamento Publicação
Útero, Lisboa

ARQUIVO:

O seguinte guia de eventos é uma perspectiva prévia compilada pela ARTECAPITAL, antecipando conferências, seminários, cursos ou outras iniciativas. Envie-nos informação (press-release, programa e imagem) dos próximos acontecimentos. Seleccionamos três eventos periodicamente, divulgando-os junto dos nossos leitores.

 


PERFORMANCE POR SÓNIA BAPTISTA

WOW




CULTURGEST
Edifício Sede da Caixa Geral de Depósitos, Rua Arco do Cego
1000-300 LISBOA

13 JAN - 15 JAN 2022


ESTREIA 13 Jan 21:00


WOW, a mais recente criação de Sónia Baptista, estreia na Culturgest estreia no dia 13 de janeiro, às 21:00, no Grande Auditório da Culturgest, sendo apresentado também nos dias 14, às 21:00, e no dia 15, às 19:00

No seu novo espetáculo, Sónia Baptista aborda os conceitos do belo, do feio e do sublime. Será a beleza uma mera distração do que realmente importa? Poderá a feiura conduzir-nos à verdadeira perceção do sublime?

Em épocas históricas, como na antiguidade grega, o belo e o bom eram considerados conceitos inseparáveis. A contemplação da beleza deveria produzir maravilhamento e deleite, assim como aproximar o espetador de um desejo de justiça e um anseio por ideais superiores. Contudo, ao longo dos tempos, o culto da beleza tem tido também os seus detratores.

Ao procurar, na sua génese, repensar os conceitos de belo, feio e sublime, WOW traz-nos a desconstrução destes conceitos num espetáculo de dança que privilegia o som, quer seja através de música, ruídos, voz falada ou voz cantada. A música original é da responsabilidade de Eduardo Roan, a partir da obra de Antonio Vivaldi.

WOW é criado e interpretado por Sónia Baptista, Joana Levi, Gaya de Medeiros e Cire Ndiaye, com participação especial, em palco, de Inês Gonçalves. Surge de uma continuação do trabalho The Anger! The Fury! e da vontade da equipa construir uma dramaturgia que pensa além do que é consensual e confortável.

:::

Sónia Baptista tem formação em Dança Contemporânea, pelo Fórum Dança. Obteve, com distinção, o grau Master Researcher in Choreography and Performance, pela Universidade de Roehampton (Londres). O seu trabalho explora diferentes linguagens passando pela dança, performance, música, literatura, teatro e vídeo. Entre as produções de Sónia Baptista, é possível destacar a estreia, no Festival Alkantara, de Assentar sobre a subida das águas (2016), Querer do Corpo, Peso (2017), no teatro São Luiz e The Anger! The Fury!/ (2020), no mesmo equipamento cultural.