Links

Subscreva agora a ARTECAPITAL - NEWSLETTER quinzenal para saber as últimas exposições, entrevistas e notícias de arte contemporânea.



ARTECAPITAL RECOMENDA


Outras recomendações:

Expanding Concert (Lisboa 2019 – 2023)


Mattin, Margarida Garcia, DJ Marfox, Vuduvum Vadavã, Dasha Birukova
Galerias Municipais - Galeria Quadrum, Lisboa

OFF ECHO


Pedro Tudela
Kubikgallery, Porto

Palavras Aladas, Conversa em torno do desenho com Cristina Robalo


Maria Filomena Molder
Fundação Carmona e Costa, Lisboa

Arte e Ciência: dar vida à voz da ciência dos oceanos


Conversas no âmbito da 2022 UN Ocean Conference
CAM - Centro de Arte Moderna, Lisboa

Eternal Forest


Evgenia Emets
Museu Nacional de História Natural e da Ciência, Lisboa

Se confinado um espectador, de José Bogalheiro


Maria Filomena Molder e Carlos Natálio
Livraria Linha de Sombra, Lisboa

Conversa sobre Arte e Participação Pública


Marta Wengorovius, Hugo Cruz e Joclécio Azevedo
Teatro Municipal de Vila do Conde, Vila do Conde

Guerrilla Shout-out! Arquivo gráfico de Alice Neel


Alice Neel
FBAUP - Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto, Porto

Uma constelação de objetos, espaços e pessoas


Ana Rito e Hugo Barata
Centro Cultural de Belém, Lisboa

BATE FADO


Jonas&Lander
Centro Cultural Vila Flor, Guimarães

ARQUIVO:

O seguinte guia de eventos é uma perspectiva prévia compilada pela ARTECAPITAL, antecipando conferências, seminários, cursos ou outras iniciativas. Envie-nos informação (press-release, programa e imagem) dos próximos acontecimentos. Seleccionamos três eventos periodicamente, divulgando-os junto dos nossos leitores.

 


BRUNA DE CARVALHO

Nunca Mais Um Outro Agora




BIBLIOTECA MUNICIPAL DE MARVILA
R. António Gedeão
1950-374 LISBOA

15 JAN - 15 JAN 2022


NUNCA MAIS UM OUTRO AGORA
Performance por Bruna de Carvalho

15 de Janeiro 2022, Sábado, 19h
Auditório da Biblioteca Municipal de Marvila


Duração: Aprox. 45 min.


Nunca Mais Um Outro Agora é uma performance interdisciplinar, desenvolvida por Bruna Carvalho, a partir de uma investigação sobre o Tempo. Foi concebida para quatro intérpretes, um músico instrumentista de concertina e um desenhador de luz. Estreada a 6 de novembro de 2021, no Musibéria, em Serpa, é agora apresentada, no dia 15 de janeiro de 2022, às 19h, no auditório da Biblioteca de Marvila, em Lisboa.


:::


Em Nunca Mais Um Outro Agora reflete-se sobre o Tempo, tanto numa perceção pragmática, no ritmo e na métrica dos movimentos visuais e sonoros, como numa dimensão mais transcendente e abstrata: a de uma linha temporal sem fracturas entre passado, presente e futuro, onde tudo flui e se entrelaça.

Parte desta investigação passa pelo desenvolvimento de exercícios de controlo e de quebra de Tempo, como que numa brincadeira de infância do deus Cronos. Através do estudo e da prática destes exercícios, criam-se mecanismos que se aplicam nas disciplinas de trabalho, procurando novas formas de interpretar o movimento, o som e a imagem a partir do conceito de Tempo.

Interessa trazer à coreografia uma partitura de combinações e sequências múltiplas, contruir sets a partir da assertividade do ritmo, para depois criar fracturas e desvios que ecoam a dispersão e o caos, evocando a abstração e as possibilidades de interpretação do Tempo.

Na composição musical, com o instrumento concertina, aprofunda-se a sua expressão fazendo uso do sopro enquanto modulador de som, conectando as notas na duração das respirações emocionais, ligando-as pelas diferentes dinâmicas entre o dedilhar de botões e as lufadas do fole.

No desenho de luz, procura-se, através da sua plasticidade, assentar um ambiente cenográfico à composição. Através das suas dinâmicas de chiaroescuro e das suas capacidades imagéticas, enfatiza-se o movimento, a presença do som, o espaço e os tempos de duração do olhar.

Nunca Mais Um Outro Agora reúne metáforas, forças e dinâmicas de relação com o momento presente. O momento em que lemos a força e a expressão do Tempo no espelho onde nos vemos.


:::


Bruna Carvalho (1983, Portugal) é criadora e intérprete multidisciplinar. Desenvolve projetos na área da dança, música, performance, escrita, banda desenhada e fotografia. É autora das performances Mais Vale Um A Voar (2016) E.le.men.to, (2017), Gesto Perante os Desacatos do Mundo (2018), Torta Lenta Partida Suspensa (2019), Taranta (2020), Penumbra (2020), programada para o ciclo Gaivotas <-> Belém, no Centro Cultural de Belém nos dias 9 e 10 de março de 2022.