Links

Subscreva agora a ARTECAPITAL - NEWSLETTER quinzenal para saber as últimas exposições, entrevistas e notícias de arte contemporânea.



ARTECAPITAL RECOMENDA


Outras recomendações:

LIGA #5


Bárbara Bulhão e Fábio Colaço
ZARATAN - Arte Contemporânea , Lisboa

Movendo um artefacto imóvel


Jessica Sarah Rinland
Universidade Católica do Porto, Porto

Lisbon by Design


Vários
Palacete Gomes Freire, Lisboa

Corpo Manifestação


Vânia Rovisco
Rampa, Porto

Visita guiada à exposição SEMPRE


Ana Jotta e Jürgen Bock
Lumiar Cité - Maumaus, Lisboa

Open House Lisboa


Aurora
,

Ciclo de conferências


Frente à obra: Arte e Filosofia
Museu Nacional de Arte Antiga, Lisboa

Ciclo de debates


Raphael Fonseca e Gabriela Mureb, Yonamine, José de Guimarães e Mariana Pinto dos Santos, Carlos Bernardo, Nuno Grande e Eduardo Brito
Centro Internacional das Artes José de Guimarães, Guimarães

Envelope Surpresa


Albuquerque Mendes
Rampa, Porto

Do analógico ao digital, sem preconceitos, sem hierarquias, contra a ignorância estrutural


Rosangela Rennó
Universidade Católica do Porto, Porto

ARQUIVO:

O seguinte guia de eventos é uma perspectiva prévia compilada pela ARTECAPITAL, antecipando conferências, seminários, cursos ou outras iniciativas. Envie-nos informação (press-release, programa e imagem) dos próximos acontecimentos. Seleccionamos três eventos periodicamente, divulgando-os junto dos nossos leitores.

 


AURORA

Open House Lisboa








14 MAI - 15 MAI 2022


OPEN HOUSE LISBOA, 14 e 15 de Maio, 69 espaços em Lisboa e Almada

Visitas, Passeio Sonoro, Percursos Urbanos, Visitas Acessíveis actividades Júnior e eventos Plus




Todas estas transformações interiores, vistas em conjunto, de que cidade são reflexo? Que identidade invisível é essa?


Em 2022, o Open House Lisboa regressa mais cedo do que o habitual. No fim-de-semana de 14 e 15 de Maio, o evento que anualmente promove o livre acesso à arquitectura da cidade, volta a abrir portas de espaços públicos e privados, contemporâneos ou históricos, através de visitas guiadas, percursos urbanos desvendados por especialistas e um passeio sonoro para se fazer em qualquer altura.

Na sua 11.ª edição, o Open House Lisboa apresenta 69 espaços em Lisboa e Almada, 40 dos quais em estreia absoluta. Comissariado pelos Aurora Arquitectos, tem como tema A Rebeldia do Invisível.

A proposta do atelier fundado por Sofia Couto e Sérgio Antunes passa por pensar a dualidade entre a intervenção interior e exterior. Numa cidade em permanente transformação, cada novo projecto contribui para um património colectivo. Os exteriores, mais limitados pelas normas urbanísticas que procuram preservar essa identidade colectiva, contrastam com espaços surpreendentes nos interiores, cuja transformação invisível no domínio do privado mostra novas formas de habitar.

Nesta 11.ª edição coube ao artista Daniel Blaufuks presentear-nos com o Passeio Sonoro de tom intimista Do Cais do Sodré ao Rossio, que nos acompanha por uma Lisboa feita arquivo de recordações cristalizadas com nitidez fotográfica. Este passeio - tal como os passeios sonoros das edições anteriores - estão disponíveis no SoundCloud e no Spotify do Open House Lisboa.

Destaque para as Visitas Acessíveis e actividades Júnior que este ano oferecem um conjunto de visitas sensoriais para pessoas cegas e com baixa visão, com deficiência cognitiva, crianças dos 6 aos 12 anos e famílias. O programa inclui uma visita em Língua Gestual Portuguesa à sede da Trienal de Arquitectura de Lisboa, o Palácio Sinel de Cordes.

O Open House Lisboa propõe ainda cinco Percursos Urbanos acompanhados em Lisboa por Flávio Lopes, Joana Stichini Vilela, Lucinda Correia e Vítor Belanciano e em Almada por Paula Melâneo.

As colecções são roteiros temáticos com a sugestão de espaços com visitas livres ou para explorar bairros, de modo a simplificar a experiência neste evento e o programa Plus, que complementa e valoriza as visitas com performances, concertos, ensaios e exposições.

O Open House Lisboa é co-produzido pela Trienal de Lisboa e a EGEAC e conta uma vez mais com as parcerias estratégicas da Câmara Municipal de Lisboa e da Câmara Municipal de Almada. Consulte o programa completo em: www.openhouselisboa.com.


:::


O atelier Aurora Arquitectos, fundado por Sofia Couto e Sérgio Antunes, foi a consequência de um percurso que começou durante o período académico, tendo-se fortalecido com a experiência com o colectivo Kaputt! Já com uma equipa ampliada, o atelier trabalha projectos de variadas escalas com um enfoque mais recente na reabilitação urbana. Na abordagem destaca-se a reacção ao local, aquilo que faz parte da existência do espaço e outros elementos da construção, aplicando o desafio de interpretar, esmiuçar, copiar, distorcer e até ironizar essas matérias-primas, devolvendo-as ao local de uma forma nova e inesperada.