Links

Subscreva agora a ARTECAPITAL - NEWSLETTER quinzenal para saber as últimas exposições, entrevistas e notícias de arte contemporânea.



ARTECAPITAL RECOMENDA


Outras recomendações:

Margot Dias: Filmes Etnográficos (1958-1961)


Margot Dias
Museu Nacional de Etnologia, Lisboa

Manuel Botelho: Obra e Projecto 1980-2008


MANUEL BOTELHO
Sociedade Nacional de Belas Artes, Lisboa

Uma pintura de Chagall e a A Flauta Mágica de Mozart


Vários
Centro Cultural de Belém, Lisboa

Alpes


Yorgos Lanthimos
Cinema Fernando Lopes / Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, Lisboa

Encontros entre arte e filosofia: Campo, contracampo


Vários
Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa

Uncertain Smile _Auto-retratos e Paisagem


Miguel Navas
Galeria Monumental, Lisboa

Inland Journal - O Livro 2015/2023


Vários
STET - LIvros & Fotografias, Lisboa

As Mulheres São Revolução: 25 de Abril e Feminismo


Vários
MIRA Forum, Porto

Rising Stars


Vários
Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa

20.000 ESPECIES DE ABELHAS


Estibaliz Urresola Solaguren
Cinema Trindade, Porto

ARQUIVO:

O seguinte guia de eventos é uma perspectiva prévia compilada pela ARTECAPITAL, antecipando conferências, seminários, cursos ou outras iniciativas. Envie-nos informação (press-release, programa e imagem) dos próximos acontecimentos. Seleccionamos três eventos periodicamente, divulgando-os junto dos nossos leitores.

 


VÁRIOS

As Mulheres São Revolução: 25 de Abril e Feminismo




MIRA FORUM
Rua de Miraflor nº 155 - Campanhã
4300-334 PORTO

10 FEV - 10 FEV 2024


CONFERÊNCIA: Dia 10 de Fevereiro às 10h00 no MIRA Forum, Porto


:::


Durante a ditadura as Mulheres fizeram todas as lutas. Trabalhadoras nas greves, intelectuais a desafiar a censura, estudantes nas crises académicas. Enfrentaram as cargas policiais, os despedimentos, a prisão e a tortura. Na construção da democracia foram Revolução. Nas lutas pela paz, pão, habitação, saúde, educação. E, sempre, as lutas pelo direito a dispor do próprio corpo. Fez-se um caminho extraordinário nestes 50 anos, mas também se perderam batalhas. Os direitos das mulheres estão longe de estar garantidos e estão sempre sob ameaça.

O Abril é Agora junta em conferência a experiência das lutas revolucionárias, a reflexão sobre o que ficou por fazer e as exigências de futuro. Um dia com três painéis. A Revolução feita pelas Mulheres, com testemunhos de quem participou nas lutas pela habitação e pelo trabalho no período revolucionário. As lutas no espaço doméstico e a crise dos cuidados. O corpo e os direitos sexuais e reprodutivos, lembrando o caminho feito na saúde e na sociedade e colocando na agenda as mudanças necessárias para o cumprimento do direito à interrupção voluntária da gravidez. Em 2024 celebramos 50 anos de Abril e, neste fevereiro, os 17 anos do referendo que finalmente consagrou o direito ao aborto.

Esta conferência conta com o empenho de ativistas de diversos coletivos feministas que têm estado na organização das marchas do 8 de Março e convida à participação livre de feministas de todas as lutas e gerações.


:::


PROGRAMA

10h30 - Receção
11h00 - Abertura: Mulheres são Revolução - Catarina Martins
11h30 - 1º painel - A Revolução feita pelas mulheres (1974/75)
Esmeralda Mateus - Presidente da Associação de Moradores do Bairro de Aldoar (Porto) e ativista da UMAR
Luísa Marques - Dirigente do Sindicato do Vestuário
Conceição Ramos - Fundadora e ex-presidente do Sindicato do Serviço Doméstico
Moderação - Sofia Branco (jornalista)
13h00 Almoço - Restaurante a Viela (Travessa de Miraflor, 15, Campanhã - a 50 m do MIRA FORUM)
14h00 - 2º painel - A Revolução que não nos querem deixar fazer
Andrea Peniche - Editora e ativista feminista. Membro de A Coletiva
Marisa Matias - Docente e investigadora da FPCEUP
Moderação - Mafalda Araújo (socióloga)
15h30 - 3º painel - A Revolução Sexual e Reprodutiva
Ana Campos - Médica obstetra, ex-diretora clínica da Maternidade Alfredo da Costa e ativista dos Médicos pela Escolha
Maria José Alves - Médica obstetra, ex-presidente da APF e ativista dos Médicos pela Escolha
Moderação - Aline Flor (jornalista)
17h00 - Encerramento: Aborto e mudança da lei
Alda Sousa - Ativista feminista
Ana Vasquez - Ativista feminista (Feminismos Sobre Rodas)
Malin Björk - Feminista e eurodeputada do Partido de Esquerda da Suécia
17h30 - Música e Revolução
Regina Castro e João Loio