Inauguração "Por teu livre pensamento" - 15.05.2014 | Imagem: Fabio Salvo ©


Vista da exposição "Por teu livre pensamento" | Imagem: Fabio Salvo


Inauguração "Por teu livre pensamento" - 15.05.2014 | Imagem: Fabio Salvo ©


Vista da exposição "Por teu livre pensamento" | Imagem: Fabio Salvo


Inauguração "Por teu livre pensamento" - 15.05.2014 | Imagem: Fabio Salvo ©


Vista da exposição "Por teu livre pensamento" | Imagem: Fabio Salvo

Exposições anteriores:

2015-11-11


PIERRE LARAUZA, CAZENGA VS LUANDA




2015-09-01


ACADEMIAS




2015-05-18


ARTFUTURA 2014 - A PROMESSA DIGITAL




2014-09-03


MI CASA ES TU CASA




2014-05-05


POR TEU LIVRE PENSAMENTO (Parte I)




2014-02-20


MORPHOGENESIS - Placebo Effect and Binary Oppositions




2013-11-05


ADVÉRBIOS DE LUGAR




2013-09-06


METAFORMOSAS




2013-06-01


BURNOUT




2013-05-30


ENQUANTO FALO, AS HORAS PASSAM




2013-05-30


DDMMYY




2013-03-07


DIFÍCIL É CONTINUAR. BONITO BONITO É SER ARTISTA




2013-03-07


ROSA DE PAU




2013-03-07


THE NON ZERO-SUM ART GAMES




2012-11-05


A CABEÇA DEBAIXO DE ÁGUA, OS PÉS NAS ESTRELAS




2012-09-19


COLECÇÃO DE NOMES E DE COISAS




2012-06-05


UN JOUR SI BLANC




2012-04-12


BEYOND EMOTIONS




2011-11-24


RÁDIO EUROPA LIVRE




  
share |

POR TEU LIVRE PENSAMENTO (Parte I)


João Pina

 

Pela primeira vez, os espaços da Plataforma Revólver Project 1 e Project 2 ligam-se para dar lugar a um projeto único, a exposição "Por teu livre pensamento" de João Pina, pensada a partir do livro com o mesmo nome, onde o fotógrafo acompanhou e retratou vinte cinco ex-presos políticos portugueses. Um trabalho com uma carga muito subjetiva para o autor, uma vez que se entrecruza com a sua história familiar.


"Por teu livre pensamento" foi apresentado em 2007 no Centro Português de Fotografia, no Porto, e faz parte da coleção nacional de fotografia; em 2008, na galeria Point of View, em Nova Iorque (EUA). Em 2014, ano em que se comemoram 40 anos de democracia em Portugal, é apresentado na Plataforma Revólver, em Lisboa, cidade de onde o fotógrafo é oriundo, apesar de atualmente residir em Buenos Aires (Argentina).
 

 

A exposição «Por teu livre pensamento» reúne o trabalho fotográfico de João Pina, desenvolvido durante o período de entrevistas efectuadas a ex-presos políticos portugueses, presentes no livro com o mesmo título.

As quarenta provas aqui trazidas a público exibem os fotografados enquadrados em locais associados à sua própria história de resistentes antifascistas ou, em alternativa, em locais relacionados com a actividade que presentemente desenvolvem.
Este trabalho acaba também por constituir um verdadeiro roteiro da memória, de pessoas e locais marcantes em todo o contexto da luta revolucionária, mas mais do que ex-presos políticos fotografados em diferentes enquadramentos, no trabalho de João Pina estão representadas quatro décadas de luta contra a ditadura e, em somatório, mais de 104 anos de encarceramento de portugueses que repartem o “crime” de ter pensado de forma diferente da instituída e, de terem ousado agir de acordo com essas convicções.

A relação entre a fotografia e a preservação da memória é óbvia e de fácil constatação. No entanto, não se pode deixar de recomendar uma observação mais atenta de alguns pormenores que poderão escapar a um olhar menos precavido.
Atente-se que, enquanto alguns dos retratados conseguem esboçar um sorriso quando, perante a câmara de João Pina, acederam recriar as célebres fotos de frente-perfil-três quartos que davam um rosto às fichas e cadastros da PIDE, para outros, mais de 30 anos após a queda do regime que os enclausurou e torturou, os traumas e hábitos causados pelas duras experiências a que estiveram submetidos parecem ainda não estar ultrapassados. Tal é facilmente constatável com um mero exercício de comparação das expressões adoptadas por muitos destes ex-presos políticos perante os “fotógrafos” da polícia política com as assumidas na produção deste trabalho, expressões fechadas que muitas das vezes, tinham por objectivo dificultar uma posterior identificação quando lograssem voltar a conquistar a liberdade.

 
Como co-autor do projecto «Por teu livre pensamento» tive naturalmente o privilégio de acompanhar o João Pina ao longo de parte substancial do trabalho agora exibido. Fui assim testemunha privilegiada do firme empenho e da paixão que coloca no seu trabalho, características que já lhe valeram a obtenção de merecidos reconhecimentos na área da fotografia. Neto de presos políticos, bisneto do “fotógrafo oficioso” a quem se devem as imagens que ainda hoje permitem documentar qualquer trabalho sobre o sinistro campo do Tarrafal, mais do que fechar um ciclo, este projecto aponta um rumo para o que pode ser feito pela preservação e transmissão da memória às gerações que não conheceram a ditadura.

Que não se esqueça para que não volte a acontecer.

Rui Galiza
 

 

 

 

 

Plataforma Revólver (para a arte contemporânea)

Rua da Boavista 84 1200-068 Lisboa Portugal

Horário // Opening Hours:
Ter/Sáb: 14:00 - 19:00 // Tue/Sat: 2pm -7pm
(última entrada: 18:30 // last entrance: 6:30pm)
Encerrado nos feriados // Closed on public holidays

Como chegar // How to get here:
Autocarro // Bus: 774, 714
Eléctrico // Tram: 25E
Metro // Subway: Cais do Sodré 

Mais informação // For more information: 
http://transboavista-vpf.net/exposicoes
https://www.facebook.com/PlataformaRevolver

E: plataformarevolver@gmail.com
T:
+351 213 433 259


Registe-se para receber os convites das nossas exposições:

Nome:

Email:

Telefone:

Morada:

Localidade:

Código Postal:


Insira os caracteres: