Links

ENTREVISTA



MIGUEL WANDSCHNEIDER


A propósito do trabalho que vem desenvolvendo na Culturgest, a Artecapital foi conhecer as ideias e os objectivos que orientam a estratégia curatorial de Miguel Wandschneider, assim como a sua posição no contexto artístico nacional e internacional.
LER MAIS


O ESTADO DA ARTE



ALEXANDRA BALONA, ANA DINGER, RITA XAVIER MONTEIRO E SOFIA SOROMENHO


UM CONTEMPORÂNEO ENTRE-SERRAS
As localidades de Minde, Alcanena, Torres Novas e Cartaxo, periféricas na sua relação com os principais centros de criação e mostra artística, acolhem anualmente um festival que se fundou a partir do eixo estruturante da dança contemporânea e da música. Na génese deste evento está, segundo Tiago Guedes (fundador do festival), o desejo de criar um festival não citadino, que tivesse a capacidade de se tornar cosmopolita em si mesmo pela programação que oferecia.
LER MAIS

::: NEW PLACES, OLD BONES ::: SÃO TRINDADE
(+)

PERSPETIVA ATUAL

CLARA GOMES


INTERACTIVIDADE E PRODUTILIZAÇÃO NA INTERNET – O CASO DA CIBERFORMANCE
Há duas décadas que acções performáticas cruzam o mundo físico com a Internet, ligando utilizadores e públicos distribuídos geograficamente. Fóruns e ambientes textuais de jogo foram os primeiros espaços usados por ciberformers tendo estes, mais tarde, apropriado ambientes gráficos e mundos virtuais online.
LER MAIS


OPINIÃO

JONATHAN T.D. NEIL


A ARTE É BOA OU APENAS VALIOSA?
Um dos problemas que enfrentamos nas nossas mais recentes discussões acerca do mercado da arte é o facto de termos tendência para modificar o conceito de valor de forma a argumentar por diferentes, conflituosos e em último caso incomensuráveis “valores”, como os valores de mercado e, talvez digamos, os estéticos.
LER MAIS

ARQUITETURA E DESIGN

MARIA MANUEL BARREIROS


NEWS FROM VENICE
Passando alguns dias em Veneza percebe-se que a Bienal de Arquitectura, este ano com a curadoria de Rem Koolhaas e o mote Fundamentals, é o tema de conversa mais comum entre profissionais e curiosos. Todos querem ver o que Koolhaas preparou desta vez, ao mesmo tempo que quase ninguém quer dar o braço a torcer perante um dos arquitectos mais controversos da época. Para quem já viu, as opiniões divergem.
LER MAIS

MÚSICA

RICARDO ESCARDUÇA


MONEY – É TEMPO DE PARAR
Jamie Lee afirma-se um pensador possuidor de uma linguagem musical, estética e lírica que busca encontrar e comunicar uma dimensão para lá das superficiais fronteiras enformadoras da realidade actual. O nome do projecto MONEY, talvez rodeado de uma ironia humorada, é frequentemente acompanhado de uma citação do poeta russo Ivan Kozlov: ‘Money is a bottomless sea, in which honour, conscience, and truth may be drowned’.
LER MAIS

BLOGSITE EM RESIDÊNCIA

FRANCIS BACON - FRAGMENTOS DE UM RETRATO




NAM JUNE PAIK - GOOD MORNING MR. ORWELL







PREVIEW

O GRANDE KILAPY DE ZÉZÉ GAMBOA - ESTREIA CINEMA CITY ALVALADE


Desde 2012 que O Grande Kilapy anda a percorrer festivais um pouco por todo o mundo. É a história de um bom malandro angolano no final do período colonial (anos 60/70) inspirada livremente em factos reais.
LER MAIS

EXPOSIÇÕES ATUAIS

SÃO TRINDADE

NEW PLACES, OLD BONES


VPF Cream Art, Lisboa

Em New places, old bones estão em jogo as escalas e os tempos do ver: o diminuto imperceptível ao olhar desarmado, o percurso do explorador, fazedor de verdades, invisível ao espectador. Os interstícios da viagem, da exploração, os momentos off que não aparecem na fotografia-troféu
LER MAIS Liz Vahia

Rita Barros

Bohemia – life and death in the Chelsea Hotel


Biblioteca FCT/UNL - Campus da Caparica, Almada
A exposição centra-se no auge e queda de um local icónico da cultura nova-iorquina – o Chelsea Hotel, fonte de inspiração para muitos dos que lá passaram, mostrando-nos a vida e a personalidade dos que lá residiram, através de uma ambiência muito própria e especial.
LER MAIS António Lopes / Sandra Osório

KILUANJI KIA HENDA

A CITY CALLED MIRAGE


Galeria Filomena Soares, Lisboa
Ao contrário do letreiro carcomido que Kiluanji encontrou soterrado no deserto, A city called mirage não é uma convocação de um resquício do que passou, mas mais um esquema crítico, irónico do futuro, um espaço entre a paisagem ideal e todo o declínio que a materialidade comporta em si.
LER MAIS Liz Vahia

Orlan

Masques, Pekin Opera Facing Designs & Réalité Augmentée


Galerie Michel Rein, Paris
Depois de Tricéphale em 2003 e Self-Hybridations Indiennes-Américaines em 2008, agora é a vez de Masques, Pekin Opera Facing Designs & Réalité Augmentée. Esta série, de máscaras alusivas à Ópera de Pequim, surge na continuação do trabalho realizado no campo das hibridizações, onde Orlan explora em séries de retratos manipulados por computador o conceito de beleza que existe para lá do contexto ocidental.
LER MAIS Natália Vilarinho

Colectiva

Journal


Institute of Contemporary Arts, Londres
Journal é um projecto curatorial bem sucedido, na medida em que, apesar da especificidade individual de cada proposta, o seu conjunto consegue estabelecer uma plataforma de debate em torno de obras, com relações entre si, que examinam histórias e geografias locais e globais com o intuito de pensar criticamente o presente.
LER MAIS Ana Balona de Oliveira

Larry Clark

Larry Clark – Tulsa, Teenage Lust


Foam Photography Museum, Amesterdão
O método de trabalho de Larry Clark assenta e explora as contaminações inevitáveis entre real e ficção, entrando de rompante no mundo idiossincrático dos adolescentes, mas saindo desse mesmo mundo numa relação de cumplicidade que desafia ainda mais a já complexa relação sujeito-objecto.
LER MAIS Ana Barroso

Helen Mirra

Habitat de Transição


Culturgest, Lisboa
Ao percorrermos as salas da Culturgest em Lisboa, temos em nós um espectador imbuído, cúmplice da obra de Mirra. Nas paredes começamos por vislumbrar algo a que poderíamos chamar uma subtil linha do horizonte, traçada a cerca de metro e meio de altura. Tem em si um universo poético semelhante ao Haiku.
LER MAIS Cláudia Ramos