Links

NOTÍCIAS


ARQUIVO:

 


SEMANA ACESSO CULTURA COMEÇA HOJE PARA PREMIAR E DIVULGAR BOAS PRÁTICAS

2018-06-18




A Semana Acesso Cultura 2018 começa hoje e decorre até domingo, para abrir ao público portas de instituições, promover debates e entregar prémios de boas práticas na área da acessibilidade cultural, segundo a organização.

De acordo com Maria Vlachou, diretora executiva da Acesso Cultura, Associação Cultural, criada em 2013, esta semana é organizada "para promover a reflexão e uma maior consciência" em torno do que é o acesso à cultura, nas suas várias vertentes.

Um dos pontos altos da iniciativa é a entrega dos Prémios Acesso Cultura 2018, na quarta-feira, às 18:30, na Casa Fernando Pessoa, em Lisboa, e a apresentação do relatório "Além do Físico: Barreiras à Participação Cultural", hoje à tarde, na Fundação Calouste Gulbenkian, com a presença do ministro da Cultura, Luís Filipe Castro Mendes.

Para os Prémios Acesso Cultura, que distingue as boas práticas na área da acessibilidade cultural, foram este ano recebidas 27 candidaturas, das quais 24 se encontram na lista de finalistas.

Quanto ao relatório, resulta das jornadas "Além do Físico: Barreiras à Participação Cultural", realizadas em todas as comunidades intermunicipais do país e nas regiões autónomas, com o apoio da Fundação Calouste Gulbenkian, que hoje acolhe a apresentação, a partir das 18:00, numa sessão de entrada livre.

Também está prevista a iniciativa Portas Abertas, durante toda a semana, através da qual várias entidades culturais, em vários pontos do país, abrem os seus bastidores para mostrar quem é que ali trabalha e o que faz.

A iniciativa Portas Abertas tem como objetivo dar a conhecer os bastidores de várias instituições.

Está ainda previsto o debate "Acessibilidade: o que impede as boas práticas?", que será realizado em seis cidades diferentes: Évora, Funchal, Lisboa, Loulé, Porto e Vila Nova de Famalicão, na terça-feira, às 18:30, também com entrada livre.

Ao longo dos anos, a Acesso Cultura tem vindo a promover várias iniciativas, desde formação a debates, e as chamadas "Sessões Descontraídas" - sessões de teatro, dança, cinema ou outro tipo de oferta cultural, que decorrem numa atmosfera "com regras mais tolerantes" quanto "a movimento e barulho na plateia", dirigidas a públicos com necessidades especiais.



Fonte: Notícias ao Minuto