Links

Subscreva agora a ARTECAPITAL - NEWSLETTER quinzenal para saber as últimas exposições, entrevistas e notícias de arte contemporânea.



ARTECAPITAL RECOMENDA


Outras recomendações:

NOVA GENTE


Musa Paradisíaca
Galeria Quadrado Azul (Novo espaço em Lisboa), Lisboa

Exercícios de Comunicação Poética com Outros Operadores Estéticos


Ernesto de Sousa
Quadrum,

A NATUREZA EM MOVIMENTO


Alberto Carneiro
Museu Internacional de Escultura Contemporânea de Santo Tirso, Santo Tirso

ARRÁBIDA BOUND


Miguel Palma, Luís Palma
.insofar art gallery, Lisboa

ARQUEÓLOGAS DO AFECTO


Erica Maluguinto, Hariel Revignet, Kika Carvalho, Mariana Rodrigues, Rosana Paulino
Bruno Múrias,

WE LOVE UGO RONDINONE


São José Correia
Plataforma Revólver, Lisboa

SAUDADES


Paula Rego
Galeria 111, Lisboa

1189 - 2021 : COMMENTARIUM IN APOCALYPSIN


Magda Delgado, Pedro Pascoinho
No.No, Lisboa

IMAGEM EM FUGA


JÚLIO POMAR, MENEZ, SÓNIA ALMEIDA
Atelier-Museu Júlio Pomar, Lisboa

MOMENTOS TRANSITÓRIOS


Cristina Ataíde
Galeria Quattro, Leiria

ARQUIVO:

O seguinte guia de exposições é uma perspectiva prévia compilada pela ARTECAPITAL, antecipando as mostras. Envie-nos informação (Press-Release e imagem) das próximas inaugurações. Seleccionamos três exposições periodicamente, divulgando-as junto dos nossos leitores.

 


COLECTIVA

Como o sol/ Como a noite




FBAUP - FACULDADE DE BELAS ARTES DA UNIVERSIDADE DO PORTO
Av. Rodrigues de Freitas, 265
4049-021 PORTO

22 NOV - 22 NOV 2018


Inauguração: dia 22 de Novembro, às 18h, no Museu da Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto


Reúne obras de André Cepeda, Catarina Real, Daniel Blaufuks, Joana Patrão, João Queiroz, João Salaviza e Renée Nader Messora, Manuel de Freitas, Mariana Caló e Francisco Queimadela, Otelo M. F., Rui Chafes, Marta Mateus e Maria Capelo.

No âmbito da retrospectiva integral de António Reis e Margarida Cordeiro que o festival Porto/Post/Doc irá apresentar na edição deste ano, esta exposição revisita a obra dos cineastas através de diferentes abordagens artísticas – da poesia à instalação, da pintura, à fotografia, passando pela escultura –, colocando em diálogo obras de artistas consagrados e de artistas emergentes, cineastas e escritores.

Como o sol/ Como a noite tem como pano de fundo o vasto imaginário da dupla (incluindo a poesia de António Reis, de onde se retirou o título da exposição): a ligação à terra, a paisagem, a mitologia e o quotidiano, mas também outras temporalidades e espiritualidades.

A par de obras seleccionadas, a exposição, projectada por Alexandra João Martins, conta com trabalhos inéditos de João Salaviza e Renée Nader Messora; Marta Mateus e Maria Capelo; Manuel de Freitas; Otelo M. F.; Catarina Real e de Joana Patrão. Além disso, será também lançada uma publicação homóloga, com textos dos artistas e de autores convidados, em torno das obras expostas e de António Reis e Margarida Cordeiro. A exposição Como o sol/ Como a noite tem entrada gratuita e poderá ser visitada de segunda a sexta-feira, entre 22 e 30 de Novembro.

O Fórum do Real integra também a retrospectiva da obra da dupla com um painel intitulado Rever Reis e Cordeiro, que decorrerá no dia 30 de Novembro, com a presença dos realizadores João Pedro Rodrigues, Manuel Mozos e Marta Mateus e da poeta Regina Guimarães. Paralelamente, serão também exibidos os filmes Judenrein e Levantados do Chão, de Daniel Blaufuks, e Sombra Luminosa, de Mariana Caló e Francisco Queimadela.

O projecto expositivo Como o sol/ Como a noite conta com o apoio imprescindível da Fundação Calouste Gulbenkian, da ArtWorks e da Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto e com a cortesia das galerias Carlos Carvalho, Cristina Guerra e Vera Cortês.