Links

Subscreva agora a ARTECAPITAL - NEWSLETTER quinzenal para saber as últimas exposições, entrevistas e notícias de arte contemporânea.



ARTECAPITAL RECOMENDA


Outras recomendações:

PARÓDIA CEGA


Emma Moro, Francisco Menezes, Léna Lewis-King e Vasco Barata
Museu Bordalo Pinheiro, Lisboa

Coco Chanel, além da moda


Gabrielle Chanel
Centro Cultural de Cascais, Cascais

Teínas, Ossos e Outras Iguarias desenhos


Sandra Macieira
Tinta nos Nervos, Lisboa

REVOLUÇÕES (1960-1975)


Júlio Pomar
Atelier-Museu Júlio Pomar, Lisboa

Casa Vale Ferreira


João Pedro Vale e Nuno Alexandre Ferreira
Casa de Serralves, Porto

os dias estão numerados


Daniel Blaufuks
MAAT, Lisboa

Kubik Comporta Coletiva


COLECTIVA
Kubikgallery, Porto

The touching of the wound


COLECTIVA
DUPLACENA 77, Lisboa

Portugal Ano Zero: livros de fotografia da revolução


COLECTIVA
Centro de Arte Oliva, S. João da Madeira

ÀS ESCURAS


Rosa Carvalho
Museu Arpad Szenes - Vieira da Silva, Lisboa

ARQUIVO:

O seguinte guia de exposições é uma perspectiva prévia compilada pela ARTECAPITAL, antecipando as mostras. Envie-nos informação (Press-Release e imagem) das próximas inaugurações. Seleccionamos três exposições periodicamente, divulgando-as junto dos nossos leitores.

 


PAULO NAZARETH

ALFÂNDEGA




HANGAR - CENTRO DE INVESTIGAçãO ARTISTICA
Rua Damasceno Monteiro, 12
1170-112 LISBOA, PORTUGAL

12 JUN - 12 JUN 2024


INAUGURAÇÃO: 12 de Junho às 17h00 na Rés do chão/Galeria do Hangar — Centro de Investigação Artística


:::


Apresenta-se CAM, LA COOPERATIVE D’IMMIGRATION trabalho [work in progress] instalazsaN’o etc, projeto que jah eh um acontecimento entre norte y sul . __em sua realidade bruta CAM se trata de um arquivo que cresce com o tempo, pode ser visto como nstalazsaN’o, performance, um trabalho em andamento [work in progress, como tratam os anglófonos] arte do comportamento, ARTE PRECEITO / ARTE DE PRECEITO [como PNAC/ LTDA tem afirmado atualmente] um evento . — o trabalho se materializa com caixas-pastas de arquivos , em suma o trabalho eh uma oficina geradora de outros trabalhos, _ desse modo se aproxima do BUREAU-X DE LANGUE [ outro projeto realizado pelo artista, sobre o aprender a lingua de outrys y ensinar-lhes a sua], um processo de infinitude ininterrupta y ao mesmo tempo em deriva —— como processo, o mais importante eh que jah esteja em andamento,__ a serie ”BEM VINDO’, uma colezsaN’o de cartazes y panfletos que profetizam o boa acolhida se instalam no espazso expositivo y podem ser levados pelo publico que deixa em um recipiente especifico sua oferta monetaria para reproduzsaN’o dos mesmos impressos.
_ Alfandega eh o trabalho que dah titulo a mostra do artista pindoramico Paulo Nazareteh que se passa em Lisboa / Portugal, a pezsa assim nomeada consiste em uma caixa de papelaN’o transportada em aviaN’o comercial desde o Aeroporto Internacional de Confins ao Aeroporto Internacional de Lisboa, __ seu conteudo eh o ar expirado pelos pulmoN’es do artista adentro de um saco plastico transparente no Alto do Palmital em Santa Luzia nas mediazsoN’es da antiga Estrada Real a qual escoava o ouro y outros rtecursos da terra desde as Minas Gerais no Brasil aos portos da Metropole Portuguesa.

Paulo Nazareth (nascido em 1977, Governador Valadares, Brasil) reside em Minas Gerais, Brasil, quando não está a viajar.
Exposições individuais significativas incluem The Power Plant, Toronto e Pivô, São Paulo (ambas em 2022); ICA Miami (2019); Rockefeller Center (2019); Art Unlimited (Basileia, 2017), Tanzhaus Düsseldorf (2016); Galleria Franco Noero (Turim, 2014), Institute for Contemporary Arts (Londres, 2014) e Museu de Arte de Pampulha (Belo Horizonte, 2018). Exposições colectivas exemplares tiveram lugar na National Gallery of Art, Washington DC, Pinault Collection, Tourcoing, França (2022), Kunstverein Hannover (2020), San José Museum of Art (2018), Museum Folkwang (2016), Musée d’art contemporain Lyon (2014), New Museum (Nova Iorque, 2013), Cité Internationale des Arts (Paris, 2011). Participações em bienais incluem 34ª Bienal de São Paulo, 22ª Bienal de Sydney, RAY Foto-Triennale 2018, 55ª e 56ª Bienal de Veneza (2013/2015) e International Video-Performance Art Festival (Tallinn, 2005).Paulo Nazareth recebeu o Prêmio MASP de Artes Visuais em 2012, Prêmio 12º Salão Nacional de Arte de Itajtai em 2010, e Bolsa Papumlha – 28º Salão de Arte de Belo Horizon em 2004/2005. Suas obras estão presentes em diversas coleções públicas e privadas, como Coleção Boros, Thyssen-Bornemisza Art Contemporary, Coleção Pinault, Coleção Banco Itaú, Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, Museu de Arte Moderna Astrup Fearnley, Pinacoteca do Estado de São Paulo, Rubell Family Collection, Tate, MASP e Pérez Art Museum Miami.