Links

Subscreva agora a ARTECAPITAL - NEWSLETTER quinzenal para saber as últimas exposições, entrevistas e notícias de arte contemporânea.



ARTECAPITAL RECOMENDA


Outras recomendações:

"Once in a lifetime [repeat]" e "Esboços de técnicas interiores"


João Onofre e Steve Paxton
Culturgest, Lisboa

Atrás do Atlas


Yu Lin Humm
Art Room, Lisboa

In defense of Abstract Expressionism


II Ciclo Conversas na Biblioteca
Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa

1000 Pieces Puzzle


Bootcamp
Performact, Torres Vedras

Stephanie Hare


Human Entities 2019
TRIENAL DE ARQUITECTURA DE LISBOA, Lisboa

Ana Borralho e João Galante


Romance Familiar
Culturgest, Lisboa

Conversa


António Guerreiro, Emília Tavares, Joaquim Caetano e Maria de Fátima Lambert
Atelier-Museu Júlio Pomar, Lisboa

Aulas Gratuitas


Contacto-Improvisação
Culturgest, Lisboa

Zama


Lucrecia Martel
Ar.Co Centro de Arte e Comunicação Visual (Xabregas), Lisboa

Se Fores Preso, Camarada…


Documentário
Cine-Granadeiro Auditório Municipal,

ARQUIVO:

O seguinte guia de eventos é uma perspectiva prévia compilada pela ARTECAPITAL, antecipando conferências, seminários, cursos ou outras iniciativas. Envie-nos informação (press-release, programa e imagem) dos próximos acontecimentos. Seleccionamos três eventos periodicamente, divulgando-os junto dos nossos leitores.

 


GRISELDA POLLOCK

Screening the Seventies: Sexuality and Representation in Feminist Practice – a Brechtian Perspective




FUNDAÇÃO CALOUSTE GULBENKIAN
Av. de Berna, 45 A
1067-001 LISBOA

17 ABR - 17 ABR 2018


Conversa: 17 de Abril, às 17:30, Átrio da Biblioteca de Arte da Fundação Calouste Gulbenkian

Apresentação e leitura do texto de Griselda Pollock, «Screening the Seventies: Sexuality and Representation in Feminist Practice – a Brechtian Perspective», publicado no livro da autora, Vision and Difference: Feminism, Femininity and the Histories of Art.
Esta é apenas a primeira conversa. Outras se seguirão, até julho, com o objetivo de entender melhor a arte dos séculos XX e XXI. O ponto de partida será sempre o mesmo: um texto do catálogo da Biblioteca de Arte e Arquivos da Fundação.

Cada conversa será orientada por um convidado a quem caberá apresentar o tema e lançar questões. Abre-se depois espaço para o debate, para a conversa que se deseja participativa e onde o sentido especulativo possa ter lugar.

Curadoria de Sofia Nunes.