Links

Subscreva agora a ARTECAPITAL - NEWSLETTER quinzenal para saber as últimas exposições, entrevistas e notícias de arte contemporânea.



ARTECAPITAL RECOMENDA


Outras recomendações:

Lançamento on-line de Mare Aethiopicum


Paulo Quintas
PLATAFORMAS ONLINE,

The Heretics


Joan Braderman
Cinema São Jorge, Lisboa

Sobre a nudez crua da verdade, o manto diáfano da fantasia


Doug Hall, Bill Viola, Akram Zaatari
MAAT, Lisboa

DRIFITING BODIES/ FLUENT SPACES


Encontro / Conferência
Vários locais / Guimarães, Guimarães

O vento do pensamento..., por Stefania Fantauzzi


Ciclo Imagens de Pensamento
Casa das Artes (Porto), Porto

Today, I am just a Butterfly...


Patrícia Almeida
Centro Cultural Vila Flor, Guimarães

Constelações III: uma coreografia de gestos mínimos


Curadoria: Ana Rito e Hugo Barata
Museu Coleção Berardo, Lisboa

Under the Ground


ciclo de filmes de artistas e cinema experimental
Galeria Quadrum, Lisboa

Primeira lição de voo + O melhor mundo possível


Gustavo Sumpta
Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa

Formula for Fantasy


Dasha Birukova
Galeria Quadrum, Lisboa

ARQUIVO:

O seguinte guia de eventos é uma perspectiva prévia compilada pela ARTECAPITAL, antecipando conferências, seminários, cursos ou outras iniciativas. Envie-nos informação (press-release, programa e imagem) dos próximos acontecimentos. Seleccionamos três eventos periodicamente, divulgando-os junto dos nossos leitores.

 


TIM ETCHELLS / JIM FLETCHER / CHRIS THORPE

We are the King of Ventilators (Delirium Loop)




TEATRO DO BAIRRO ALTO - TBA
Rua Tenente Raul Cascais 1A


18 JUN - 18 JUN 2020


Performance: 18 junho às 19h30. Live streaming no YouTube, Facebook, Twitter e website do TBA
Em inglês. Duração: 60 min.



We are the King of Ventilators (Delirium Loop)
de Tim Etchells, Jim Fletcher e Chris Thorpe


We are the King of Ventilators (Delirium Loop) é uma performance de Jim Fletcher dirigida por Tim Etchells e com texto de Chris Thorpe, transmitida ao vivo como parte do programa Forest Fringe TV.
A peça pega numa frase repetida pelo presidente americano Donald Trump sobre a produção estado-unidense de ventiladores durante a epidemia do coronavírus e coloca-a em contraponto com material original para criar uma cómica e perturbante reflecção sobre o poder, a mortalidade e o delírio. Nesta segunda fase do projecto, Etchells e Fletcher experimentam com a repetição e o uso da música, fazendo dessa forma o texto de Thorpe rodopiar em múltiplas versões contraditórias — por vezes bombástico e retórico, por vezes íntimo, por vezes instável e apodrecido.

O díptico We are the King of Ventilators é uma encomenda do programa ENTER da Fundação Onassis e foi desenvolvido para a Forest Fringe TV com o apoio do Teatro do Bairro Alto, Cambridge Junction e Colchester Arts Centre.


Tim Etchells é um artista, encenador e escritor sediado no Reino Unido. O seu trabalho vai da performance às artes visuais e à ficção. Trabalhou numa multiplicidade de contextos, nomeadamente como diretor dos Forced Entertainment, grupo de performance mundialmente reconhecido. Em Lisboa, foi o Artista na Cidade em 2014.

Jim Fletcher é um dos fundadores da companhia New York City Players de Richard Maxwell, com quem trabalha há mais de vinte anos. Integra o elenco de Gatz dos Elevator Repair Service e criou o monólogo Sight Is The Sense That Dying People Tend To Lose First com Tim Etchells (ambos os espetáculos passaram por Lisboa). Atualmente é intérprete e faz espectáculos com o Wooster Group.

Chris Thorpe é um escritor e performer de Manchester. Também trabalha como dramaturgo, recentemente para o Royal Exchange, Unicorn e Royal Court. É colaborador habitual de Rachel Chavkin, mala voadora, Third Angel, Yusra Warsama, Hannah Jane Walker, Rachel Bagshaw e Javaad Alipoor.