Links

Subscreva agora a ARTECAPITAL - NEWSLETTER quinzenal para saber as últimas exposições, entrevistas e notícias de arte contemporânea.



ARTECAPITAL RECOMENDA


Outras recomendações:

5.ª edição de Human Entities


Alexandre Estrela
Palácio Sinel de Cordes, Lisboa

A.A.A.


Manoel Barbosa, com Isabel Costa, António Dantas e Pedro Pestana
Mudas - Museu de Arte Contemporânea da Madeira, Funchal

ANDY


Gus Van Sant
Teatro Nacional D.Maria II, Lisboa

'BLACKMAIL' DE ALFRED HITCHCOCK


GABRIEL THIBAUDEAU
Cinemateca, Lisboa

The New Art Fest


Painel de discussão “NFTs TAKE OFF”
PLATAFORMAS ONLINE,

A Família Humana


Jorge Calado
Museu do Neo-Realismo, Vila Franca de Xira

A Música e o Mundo - Encontros Sonoros Atlânticos


Programação: Vasco Mendonça
Vários locais,

Voicing Care


Curadoria de Jen Clarke e Natsumi Sakamoto
PLATAFORMAS ONLINE,

Corpos Medievais


Pedro Neves Marques, Luís Silva
Galerias Municipais de Lisboa - Torreão Nascente da Cordoaria Nacional, Lisboa

Ernesto de Sousa e a criação de um pensamento curatorial


Delfim Sardo
MNAC - Museu do Chiado , Lisboa

ARQUIVO:

O seguinte guia de eventos é uma perspectiva prévia compilada pela ARTECAPITAL, antecipando conferências, seminários, cursos ou outras iniciativas. Envie-nos informação (press-release, programa e imagem) dos próximos acontecimentos. Seleccionamos três eventos periodicamente, divulgando-os junto dos nossos leitores.

 


VÁRIOS

Festival Walk&Talk 2021




SÃO MIGUEL, AÇORES



15 JUL - 24 JUL 2021


Festival Walk&Talk 2021

15 - 24 de Julho, São Miguel



A 10ª edição do Walk&Talk – Festival de Artes dos Açores, a decorrer entre 15 e 24 de julho na ilha de São Miguel, apresenta 22 projetos inéditos que desenham um programa que permite diferentes caminhos e formas de participar e viver o festival, e termina com uma maratona visual entre as Sete Cidades e a Relva.

Seguindo o mote Será por onde formos, o festival acontece em deambulação, por vários espaços públicos e culturais da ilha: o Walk&Talk 10 adiciona 4 novas peças ao circuito de arte pública (Abbas Akhavan, Luísa Salvador, João Pedro Vale & Nuno Alexandre Ferreira e Tropa Macaca) e serão inauguradas 9 exposições no fim-de-semana de abertura (Alex Farrar, Alice dos Reis, Catarina Miranda, Danny Bracken, Joana Franco, Mané Pacheco, Margarida Fragueiro, Nadia Belerique e Sofia Caetano), ocupando espaços como o Arquipélago - Centro de Artes Contemporâneas, Museu Carlos Machado, Galeria Fonseca Macedo, Instituto Cultural de Ponta Delgada, ou o espaço vaga – nova sede da associação Anda&Fala, que se assume como ponto de encontro do festival. Estreiam também 6 espetáculos e performances, que devolvem a dança, a música e o vídeo aos palcos (Catarina Miranda, Flávio Rodrigues, Gustavo Círiaco, Lucy Railton & Pedro Maia e Luís Senra), e 1 filme (Diogo Lima).

Os projetos resultam de encomendas do Walk&Talk e de residências artísticas desenvolvidas nos Açores entre 2018 e 2021; e incluem quatro apresentações dos Jovens Criadores W&T, a chamada a artistas/criadores naturais ou residentes nos Açores, que premeia os autores selecionados com uma bolsa de criação, residência artística e presença no festival.

A RARA - Residência de Artesanato da Região dos Açores continua em mais uma edição, com curadoria de Miguel Flor, e reunindo designers (Eneida Lombe Tavares e João Xará) com artesãos locais, para trabalhar na criação de novos objetos ao longo do festival.

A experiência da 10ª edição poderá ser vivenciada quer através de um programa livre, à semelhança dos anos anteriores, como também pela participação nas excursões diárias - a grande novidade da edição celebratória. As excursões são desenhadas em colaboração com o coletivo Talkie-Walkie (com Luís Fernandes e Rita Serra e Silva), e contabilizam 10 experiências coletivas únicas, que partem dos projetos do festival e cruzam-se com outras pessoas, lugares e contextos da ilha. Estas são guiadas por um especialista convidado, têm percursos definidos e poderão acontecer a pé ou de bicicleta, dentro de um espaço geográfico limitado, ou de autocarro, quando existem vários locais a visitar que são distantes entre si.

“We Are Running Out Of Time” é uma maratona ativista que encerra o festival e atravessa a ilha de São Miguel, entre as Sete Cidades e a Relva, dividida em 4 percursos (42km, 21km, 8km e 3km), e na qual todos podem participar. É uma maratona de urgência que une a corrida às reivindicações, lutas e causas de todos aqueles que dela fizerem parte. Um projeto de ilhas studio, que defende a interseccionalidade como forma de olhar para o mundo, onde a arte, o desporto e a cidadania se reúnem para gerar espaço de encontro e diálogo.

O Programa de Conhecimento estará ativo durante todo o período do festival através de atividades práticas e teóricas, e a 4ª edição da Summer School W&T acontecerá em formato presencial e online, potenciando a partilha entre jovens dos 16 aos 21 anos com artistas, curadores e criativos. O ciclo de conversas Talk About também regressa a um formato físico, cruzando artistas e projetos do festival, de forma a gerar novos espaços de entendimento e discussão sobre arte, sociedade e o mundo.

Será por onde formos tem curadoria de Jesse James e Sofia Carolina Botelho, da Direção Artística da Anda&Fala - Associação Cultural, e de Ana Cristina Cachola, curadora convidada.

A 10ª edição do Walk&Talk é um dos eventos piloto a acontecer nos Açores, com um plano de contingência aprovado pela Direção Regional de Saúde do Governo dos Açores, que possibilita o regresso a uma experiência física e presencial de forma segura e controlada.


:::


Mais info aqui: https://andafala.org