Links

NOTÍCIAS


ARQUIVO:

 


MORREU LUÍSA COSTA DIAS

2011-06-20




Morreu Luísa Costa Dias (1956-2011), directora do Arquivo Fotográfico da CML, curadora, historiadora e fotógrafa.

Responsável pelo Arquivo Fotográfico Municipal de Lisboa desde 1992, desenvolveu um trabalho fundamental para o conhecimento e para a construção de uma memória histórica e crítica da fotografia portuguesa. Personalidade discreta, Luísa Costa Dias tinha uma sensibilidade muito especial para reconhecer a qualidade da obra fotográfica e o talento das pessoas que ao longo dos anos trouxe a colaborar consigo, actuando com um raro sentido de serviço público e uma imensa generosidade, em detrimento de qualquer protagonismo pessoal ou mesmo de uma carreira artística na área da fotografia.

Comissariou diversas exposições no âmbito da programação do Arquivo Fotográfico de Lisboa, de que se destacam, mais recentemente, Lisboa à Beira Tejo (2010), Alfredo Cunha Fotografias (2010), Da Avenida D. Amélia à Avenida Almirante Reis (2011). Estava a preparar a exposição Avenida de Roma Fotografias 1950-2011. Foi também uma das principais mentoras da LisboaPhoto, Bienal de Fotografia, com duas edições (2003 e 2005), onde comissariou as exposições Colecção Ferreira da Cunha (2003) e Corpo diferenciado (2005), esta última sobre o acervo do Instituto de Medicina Legal de Lisboa. Como independente, destaca-se o comissariado da exposição Oui Non sobre a obra de Gérard Castello-Lopes, no Centro Cultural de Belém, em 2004.

O corpo de Luísa Costa Dias estará em câmara ardente esta segunda-feira a partir das 12h00 na igreja de S. Sebastião da Pedreira, em Lisboa. O funeral realiza-se na terça-feira e sai às 10h30 para o cemitério de S. João do Estoril.